• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-22122015-130148
Documento
Autor
Nome completo
Julia de Crudis Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Sansone, Olga Ferreira Coelho (Presidente)
Altman, Maria Cristina Fernandes Salles
Cordeiro, Roberta Henriques Ragi
Título em português
Fonética e fonologia em gramáticas portuguesas do século XIX: terminologia, técnicas e contextos para a descrição
Palavras-chave em português
Gramáticas portuguesas
Historiografia linguística
Século XIX
Resumo em português
Esta dissertação teve como principal meta analisar a metalinguagem utilizada por gramáticos portugueses do século XIX para descrever a fonética e a fonologia da língua. As obras oitocentistas que compõem nosso corpus são: Couto e Melo (1818), Soares Barbosa (1822), Constâncio (1831), Caldas Aulete (1864), Coelho (1868) e Coelho (1891). Partimos da metodologia de Swiggers (2010), que propõe sete parâmetros classêmicos que organizam as relações possíveis tanto entre metatermos, quanto deles com aspectos contextuais em que as obras estejam inseridas. Nossos estudos nos levaram a sete metatermos fundamentais para a compreensão do estudo de fonética e fonologia em obras descritoras do português naquele período: som, letra, voz, vogal, consoante, nasal e oral. Fez parte, também, de nossa pesquisa, um estudo comparativo entre estas obras do século XIX e três obras do século XVI, momento inicial dos estudo gramaticais em Portugal: Oliveira (1536), Barros (1540) e Leão (1576). Como resultados, acreditamos ter demonstrado que, ainda que haja certa persistência e manutenção de aspectos da tradição gramaticográfica portuguesa, é possível observar mudanças significativas no modo de descrição dos gramáticos oitocentistas, quando comparados com os do século XVI. Pudemos comprovar, ainda, a nossa hipótese de que a permanência e a mudança são mais bem observadas se analisadas a partir de redes terminológicas do que pelo exame isolado dos metatermos.
Título em inglês
Phonetics and phonology in Portuguese grammars of the nineteenth century: terminology, techniques, and contexts for the description.
Palavras-chave em inglês
19th century
Linguistic historiography
Portuguese grammars
Resumo em inglês
This dissertation has as its main aim to analyze the metalanguage employed to describe phonetic and phonological properties by Portuguese grammarians. In order to do so, we selected the following 18th century texts: Couto e Melo (1818), Soares Barbosa (1822), Constâncio (1831), Caldas Aulete (1864), Coelho (1868) e Coelho (1891). We built on Swiggers (2010), who proposed seven parameters that rule both possible relations between metaterms as well as contextual aspects. Our case studies have led us to seven metaterms, which we take to be fundamental to the comprehension of phonetics and phonology in the aforementioned texts: sound, letter, voice, vowel, consonant, nasal and oral. In our study, we compared those 18th century grammars to three 16th century texts: Oliveira (1536), Barros (1540) and Leão (1576), these being representative of the initial moments of the Portuguese grammar tradition. From a theoretical point of view, we demonstrated that it is possible to find substantial changes in the way phonetics and phonology are described in the 18th century texts when compared to 16th century texts, even considering the persistence and stability of the Portuguese grammar tradition. In addition, we affirm that permanence and change are better observed if they are analyzed in terminological webs rather than isolated metaterms.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.