• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-06082015-114127
Documento
Autor
Nome completo
Patricia de Souza Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Sansone, Olga Ferreira Coelho (Presidente)
Christino, Beatriz Protti
Petter, Margarida Maria Taddoni
Título em português
Línguas africanas e português brasileiro: análise historiográfica de fontes e métodos de estudo no Brasil (sec. XIX-XXI)
Palavras-chave em português
Contato linguístico
Historiografia linguística
Línguas africanas
Português brasileiro
Resumo em português
As relações entre as línguas africanas e o português brasileiro é tema recorrente nos estudos linguísticos produzidos no Brasil, desde o século XIX (cf., por exemplo, Macedo Soares 1942[1874/1891]) e parece estar em evidência no panorama contemporâneo, como o demonstra o número de trabalhos recentemente publicados. Ao analisar a história desta produção linguística, Bonvini (2009) propõe que os trabalhos produzidos podem ser distinguidos em duas tendências: influência e crioulização. Segundo ele, ambas as hipóteses sobre essas relações apresentam deficiências, especialmente quanto a dois aspectos: o tratamento das fontes e a metodologia de estudos empregada. Quanto às fontes, os trabalhos teriam sido formulados sem apoio em dados linguísticos precisos e identificados. Quanto à metodologia, as análises estariam centradas em aspectos léxico-semânticos ou morfossintáticos, níveis que Bonvini julga inadequados para tratar a questão. A partir dessas críticas, cumpre indagar: quais foram as fontes usadas nos trabalhos sobre as relações entre as línguas africanas e o português brasileiro? Toda a produção sobre o tema desenvolveu-se a partir dos mesmos princípios metodológicos? Houve mudanças no tratamento do tema: da hipótese da influência à crioulização? Nosso projeto teve como objetivos mapear e analisar a produção que investigou as relações entre o português brasileiro e as línguas africanas no Brasil e discutir a periodização para a história dessa produção. Tal análise foi baseada no conceito de programa de investigação, proposto por Swiggers (1981a, 1991a, 2004). Esse conceito permite distinguir e agrupar trabalhos produzidos sob diferentes teorias e em épocas distintas, uma vez que destaca sua natureza interna, isto é, a maneira de os estudiosos lidarem com um mesmo objeto de investigação. Assim analisamos essa produção a partir dos parâmetros de análise que definem um programa de investigação: visão (concepção de linguagem adotada, tipos de materiais de destaque e modos de conceber as relações entre linguagem e sociedade, linguagem e cultura, etc.), técnica' (conjunto de princípios e métodos adotados) e incidência (formas linguísticas de análise privilegiadas e a natureza e função preferencialmente atribuídas a essas formas). O estudo desses três aspectos permitiu sinalizar tendências gerais na área do século XIX ao XXI: uma tendência sociocultural baseada na análise lexical e uma tendência híbrida, sociocultural e descritivista, cujo centro da análise é a sintaxe e a morfossintaxe. O percurso de pesquisa ainda permitiu elaborar uma bibliografia de textos fundamentais para o tratamento do tema nesses séculos.
Título em inglês
African languages and Brazilian Portuguese: a historiographical analysis of sources and study methods in Brazil (19th-21st centuries)
Palavras-chave em inglês
African languages
Brazilian portuguese
Linguistic contact
Linguistic historiography
Resumo em inglês
The relations between African languages and Brazilian Portuguese are recurrent in the linguistic studies conducted in Brazil since the 19th century (cf., for example, Macedo Soares 1942[1874/1891]) and they are in evidence in the current scenario, as many works in the field have been recently published. When analysing the history of this linguistic production, Bonvini (2009) proposes that his work can be categorised into two trends: influence and creolization. According to him, both hypotheses on those relations present inaccuracies, especially regarding two aspects: the treatment of the sources and the research methodology adopted. As for the sources, the works would have been carried out without the support of identified accurate linguistic data. With regard to the methodology, the analyses revolved around lexical-semantic or morphosyntactic aspects, level considered inadequate by Bonvini to approach the subject. Based on those criticisms, the following questions are raised: what were the sources adopted in the investigations on the relations between African languages and Brazilian Portuguese? Has all the production on the subject been developed from the same methodological principles? Have there been changes in the treatment of the subject: of the hypothesis from the influence to the creolization? Our project aimed at tracking and analysing the production that investigated the relations between Brazilian Portuguese and the African languages in Brazil, and also the discussion on the periodization for the history of this production. Such an analysis was based on the concept of research program, put forward by Swiggers (1981a, 1991a, 2004). This concept enables the historiographer to distinguish and group research works produced under different theoretical approaches and from different periods, as it highlights their inner aspects, that is, the way in which scholars deal with the same object of investigation. By doing so, we analysed this production based on the parameters of analysis which define our 'research program': view (view of language adopted, types of materials and ways of conceiving the relations between language and society, language and culture, etc.) technique (combination of principles and methods adopted) and incidence (linguistic forms of analysis which were privileged, as well as the nature and function preferably attributed to those forms. The study of those three aspects allowed us to point out the general trends in the field from the 19th to the 21st century: a sociocultural trend based on lexical analysis and a hybrid trend, sociocultural and descriptivist, the center of the analysis is the syntax and morphosyntax. The research course have also allowed it to prepare a bibliography of fundamental texts in order to discuss the topic in these centuries.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-08-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.