• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Angel Osorno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Viotti, Evani de Carvalho (Presidente)
Azevedo, Adriana Maria Tenuta de
Barros, Mariana Luz Pessoa de
Título em português
Descrição de narrativas em espanhol de Aldana (Colômbia): o comportamento do PONTO DE VISTA segundo a teoria de espaços mentais
Palavras-chave em português
Espanhol andino
Narrativas
Ponto de vista
Semântica cognitiva
Teoria de espaços mentais
Resumo em português
O objetivo desta dissertação é descrever o comportamento do primitivo discursivo PONTO DE VISTA como proposto na teoria de espaços mentais (FAUCONNIER 1994, 1997) em duas narrativas em espanhol andino colombiano de Aldana. As narrativas foram extraídas de um corpus de entrevistas etnográficas colhido por Valentina Arango Villalón em 2011, em Aldana, na fronteira sul da Colômbia. Essas narrativas são fruto de uma entrevista feita por Arango Villalón e colegas com Manuel Erira, indígena pasto habitante da Reserva Indígena Pasto de Pastás em Aldana. Nelas, Erira explica a proveniência de alguns mitos e conta a história dos antepassados. Transcrevi as narrativas utilizando o software ELAN (desenvolvido pelo Max Planck Institute for Psycholinguistics) e utilizando unidades entoacionais (CHAFE, 1994) como unidade de segmentação do fluxo da fala. Uma vez transcritas as narrativas, apliquei o modelo da etnopoética de Hymes (1994), que resultou na organização das narrativas segundo a sucessão e repetição de elementos significativos da estruturação da ação. Finalmente, apliquei o modelo de espaços mentais à análise das duas narrativas seguindo as propostas de Fauconnier (1994, 1997), Cutrer (1994), Doiz-Bienzobas (1995), Tenuta (2006) e Tenuta e Lepesqueur (2014), dando especial atenção ao comportamento do primitivo discursivo PONTO DE VISTA. Discuti a possibilidade de compatibilizar a noção de PONTO DE VISTA como descrita no modelo de espaços mentais com o conceito de focalização no estudo de narrativas proposto por Genette (1980). Esta dissertação aponta para a possibilidade de que o primitivo PONTO DE VISTA seja uma categoria híbrida que descreve, em um primeiro momento o espaço mental a partir do qual outros espaços mentais são criados/acessados, e em um segundo momento o espaço a partir do qual se conceitualizam os eventos sendo elaborados no espaço FOCO. A dissertação mostra também como a proposta de Doiz-Bienzobas (1995), de que os espaços IMPERFECTIVOS têm um PONTO DE VISTA interno associado a um self-experienciador, se relaciona com a segunda característica do primitivo discursivo em questão, ou seja, ser o espaço a partir do qual se conceitualizam os eventos sendo elaborados no espaço FOCO. Finalmente, a dissertação mostra como o conceito de focalização em Genette (1980) não é equiparável ao primitivo discursivo PONTO DE VISTA no modelo de espaços mentais.
Título em inglês
Description of narratives in the Spanish of Aldana (Colombia): the behavior of VIEWPOINT according to Mental space theory
Palavras-chave em inglês
Andean Spanish
Cognitive semantics
Mental space Theory
Narratives
View point
Resumo em inglês
The objective of this dissertation was to describe the behavior of the VIEWPOINT discourse primitive, as proposed by mental spaces theory (FAUCONNIER 1994, 1997), in two narratives in Colombian Andean Spanish from Aldana. The narratives are part of a corpus of ethnographic interviews collected by Valentina Arango Villalón in 2011 in Aldana, on the southern border of Colombia. The narratives emerged in an interview conducted by Arango Villaón and colleagues with Manuel Erira, native to the Pasto Indigenous People of Pastás, in Aldana. In the narratives, Erira explains the origins of some myths and tells the story of his predecessors. I transcribed the narratives using ELAN (developed by the Max Planck Institute for Psycholinguistics) and the concept of intonation units (CHAFE, 1994) as units for the segmentation of the speech flow. I used Hymes´s(1994) model of ethnopoetics for the analysis of narrative structure, which resulted in an organization that responded to the succession and repetition of meaningful elements of action structure. I applied the model of mental spaces following Fauconnier (1994, 1997), Cutrer (1994), Doiz-Bienzobas (1995), Tenuta (2006) and Tenuta & Lepesqueur (2014), giving special attention to the discourse primitive VIEWPOINT. I discussed the possibility of matching the concept of VIEWPOINT as described in mental space theory and the concept of focalization as proposed by Genette (1980) in his study of narrative discourse. This dissertation shows the possibility of VIEPOINT being a hybrid category that describes first the mental space from which other spaces are created/accessed, and secondly the mental space from which the events described in FOCUS space are conceptualized. The dissertation also shows how Doiz- Bienzobas (1995) statement that IMPERFECTIVE spaces show an internal VIEWPOINT associated with an experiencer-self has to do with the second characteristic of VIEWPOINT stated above, namely that of VIEW POINT being the space from which events in FOCUS space are conceptualized. Finally, the dissertation shows how the notions of VIEWPOINT in mental space theory and focalization in Genettes (1980) are not equivalent.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-12-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.