• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-25082009-234651
Documento
Autor
Nome completo
Camila Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Saliba, Elias Thome (Presidente)
Bolle, Stefan Wilhelm
Lages, Susana Kampff
Título em português
Mãos vazias e pássaros voando: memória, invenção e não-história em "Tutaméia: terceiras estórias", de João Guimarães Rosa
Palavras-chave em português
História
Invenção
João Guimarães Rosa
Memória
Modernização
Tutaméia
Resumo em português
Em 1967 João Guimarães Rosa publica Tutaméia: Terceiras Estórias, livro em que a história é questionada desde o início, quando o autor define seu texto como estória, uma forma narrativa mais próxima à anedota e contrária às grandes narrações da historiografia. Em Tutaméia, o sertão mineiro não é apenas um cenário de carências que só pode ser expresso por discursos míticos, pois também possui a sua história, que é contada nestes textos literários extremamente herméticos, que se sustentam na temática da memória e da invenção. Para interpretar estas estórias e situá-las no contexto da modernização do sertão, partimos de pesquisas arquivísticas, filológicas e empíricas, com o objetivo de encontrar um lugar legítimo para a história na obra rosiana.
Título em inglês
Empty hands and flying birds: memory, invention and non-story in "Tutaméia: third stories" by João Guimarães Rosa
Palavras-chave em inglês
History
Invention
João Guimarães Rosa
Memory
Modernization
Tutaméia
Resumo em inglês
In 1967, João Guimarães Rosas Tutaméia: Terceiras Estórias was published. Defining this prose work as estória narrative form closer to the anecdote and opposed to the great historiographical narratives , Rosa challenges the concept of history from the beginning. In Tutaméia, the sertão mineiro is not merely a landscape of privations which could be better expressed by mythical discourse; in fact, it has its own history, told in Tutaméias extremely hermetic texts founded on memory and invention. This dissertation has departed from documental, philological and empirical research to give interpretation to the estória texts and to situate them in the context of sertão modernization. The aim of this research is to find a proper place for history in Rosas works.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CAMILA_RODRIGUES.pdf (5.64 Mbytes)
Data de Publicação
2009-08-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.