• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-18082016-121955
Documento
Autor
Nome completo
Maria Lúcia Porto Silva Nogueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Dias, Maria Odila Leite da Silva (Presidente)
Barreiros, Márcia Maria da Silva
Dantas, Monica Duarte
Saliba, Elias Thome
Telles, Norma Abreu
Título em português
Mulheres baianas nas artes de escrita: tessituras de experiências, memórias e outras histórias (1926-1960)
Palavras-chave em português
Alto Sertão da Bahia
Educação feminina
Escritura feminina
História Social das mulheres
Memória e Ficção
Relações intergeracionais
Resumo em português
Este estudo pauta-se na análise de escritos de mulheres baianas, buscando averiguar as relações entre a prática da escrita e as formas de constituição de subjetividades femininas em múltiplos ritmos de tempo. Partindo de um mapeamento desses escritos espalhados pelo território baiano e reconhecendo o manancial que representam para estudos de singularidades culturais em variados contextos, focalizamos um conjunto de memorialistas e escritoras, predominantemente professoras do Alto Sertão da Bahia, que começaram escrevendo memórias e romances autobiográficos e, sem interromper a prática, tornaram-se escritoras de gêneros literários diversos. Nessa escritura trouxeram à baila discussões de temas que perpassaram pelo mundo feminino nas décadas de 1920 a 1960 do século XX, através do registro das suas experiências e das transformações e desafios enfrentados por mulheres em diferentes gerações, estribadas ora na memória, ora no domínio da arte da escrita e uso de elementos ficcionais. Diante disso, perseguimos as trajetórias de mulheres que abriram espaços através da palavra escrita em busca por autorrealização, ora atreladas à integração com a família e a sociedade, ora em aberta rejeição aos papéis normativos, na medida em que se voltavam para a integração do eu. O nosso enfoque privilegiou ainda as narrativas acerca da cotidianidade em seus espaços de formação e atuação como professoras, tensões e lutas de mulheres em posições sociais diferenciadas, dramas sociais e venturas nos modos de viver nas pequenas cidades, espaços rurais e outras redes de sociabilidade, especialmente no Alto Sertão da Bahia. Para exame das conjunturas socioculturais pertinentes a este estudo foram utilizadas fontes documentais em arquivos públicos e particulares, jornais, correspondências pessoais e processos-crime, além de vasta literatura memorialística de variada autoria, todas elas confrontadas com os escritos em análise. A pesquisa mostra, portanto, mulheres que se arriscaram nas artes da escrita, defendendo direitos femininos e direitos de pertencimento ao mundo das letras, elucidando processos de mudanças entre as gerações, com a ousadia de desvendarem momentos diferenciados de constituição de subjetividades e ainda muita capacidade de improvisar suas vidas conturbadas no confronto do antigo com o moderno.
Título em inglês
Women writers from Bahia, Brazil: the art of writing memories and other histories (from 1926 to 1960)
Palavras-chave em inglês
Alto Sertão of Bahia
Intergenerational relationships
Memories and fiction
Social history of women
Women education
Women writers
Resumo em inglês
This research is based on the analysis of women writers from Bahia, in Brazil,,and its aim is to establish their writing practices towards the process of building of their own subjectivities. We begin with a map of locations from which they wrote, emphasizing the cultural singularities in their many different geographical contexts. They were mainly public school teachers and some of them became fiction writers. Through their own life experiences, they focus on themes related to the social world of women from the Alto sertão da Bahia, from the 1920s to the 1960s. Their writing document different life experiences, some of them accepting social norms and keeping themselves integratied with their families and, and others often in open rejection of normative gender roles This work shows their daily lives as teachers and their tension/struggles from different social positions, focusing mainly on their daily lives and on their rural habits. . They also document their abilities to improvise their troubled lives in confrontation of old" with modernways of life. This work relied mainly on their written memories, often in the confrontation between different memory books of their times and also on documentary sources from public and private archives, newspapers, personal letters, criminal and judicial proceedings. As women writers they were committed to defending women rights and in documenting the process of change between generations in order to uncover distinct moments of subjectivity constitution.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.