• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-14122015-122111
Documento
Autor
Nome completo
Edward Dettmam Loss
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marcelo Candido da (Presidente)
Miatello, André Luis Pereira
Tacconi, Ana Paula Tavares Magalhães
Título em português
Embaixadores e políticas urbanas na legislação estatutária comunal italiana entre os séculos XIII e XV
Palavras-chave em português
Embaixadores
Estatutos comunais
Políticas urbanas
Resumo em português
Debates realizados nas últimas décadas acerca do conceito de Diplomacia permitiram a consideração das práticas de negociação e mediação de conflitos do período medieval como práticas diplomáticas, antes restritas somente às realidades do Estado Moderno. Nesse cenário de discussões teóricas, o Período Comunal Italiano (séculos XII a XIV) despertou o interesse dos historiadores como um campo privilegiado de estudo da Diplomacia, principalmente devido às experiências de conflito entre as comunas italianas e o Sacro Império Romano-Germânico, que marcaram o período. Tal fascínio historiográfico em relação às comunas italianas expressou-se, sobretudo, na realização de um intenso processo de revisão e exploração dos corpora documentais peninsulares sob a chave de leitura da Diplomacia. Entretanto, a legislação estatutária comunal italiana não usufruiu da mesma sorte que outros textos no estudo das relações diplomáticas peninsulares na Baixa Idade Média por serem, principalmente, documentos considerados muito rígidos para a abordagem dessa questão. Fora os trabalhos de Angelini e Gilli, que acenaram para as possibilidades de estudo dos estatutos sob a ótica da Diplomacia, esses documentos continuam em grande parte ainda não explorados, principalmente a relação das rubricas estatutárias dedicadas aos embaixadores com os movimentos políticos da época. Desta forma, essa pesquisa tem por objetivo analisar as diferentes redações dos estatutos comunais de Bolonha, Ferrara, Modena e Verona produzidos entre os séculos XIII e XV, buscando compreender como esses textos regulamentavam a organização de embaixadas e a escolha de embaixadores para representar os interesses da comuna no exterior, e qual era a relação que as rubricas destinadas a esse personagem estabeleciam com as disputas políticas no interior de cada uma dessas comunas e em seu conjunto.
Título em inglês
Ambassadors and urban politics in the Italian communal statutes between the 13th and the 15th centuries
Palavras-chave em inglês
Ambassadors
Communal statutes
Urban politics
Resumo em inglês
Debates developed in the last decades about the concept of Diplomacy allowed practices of conflict mediation and resolution developed during the medieval period to be considered as diplomatic practices, a title once reserved only to realities related to the Modern State. In this scenario of theoretical discussions, the Italian Communal Period (XIIth to XIVth centuries) has arisen the interest of historians as a privileged field to study Diplomacy, especially due to the conflict experiences between the communes and the Holy Roman German Empire, which marked the period. Such historiographic fascination essentially resulted in the execution of an intense revision and exploration process of documents produced in the peninula in a Diplomatic point of view. However, the Statutory Communal Legislation did not cherished of the same luck as other texts in this sort of inquire, mainly because they were considered too rigid to be used in the exploration of such matter. Apart from the works of Angelini and Gilli, who signaled the possibilities of studying the statutes in a Diplomatic point of view, these documents continue to be mostly unedited and unexplored, especially the relationship between their rubricae dedicated to ambassadors and the political movements of the period. Therefore, this research aims to analyse different redactions of the communal statutes of Bologna, Ferrara, Modena and Verona written between the 13th and the 15th century, in order to try to understand how these texts regulated the organization of embassies and the choice of ambassadors to represent communal interests abroad, and what was the relationship established between the rubricae dedicated to this figure and the political disputes in the interior of each one of these communes and in them as a group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.