• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-14032013-094719
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Bracks Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Souza, Marina de Mello e (Presidente)
Lara, Silvia Hunold
Wissenbach, Maria Cristina Cortez
Título em português
Nzinga Mbandi e as guerras de resistência em Angola. Século XVII
Palavras-chave em português
Angola
Nzinga Mbandi
Resistência negra
Tráfico negreiro
Resumo em português
Nzinga Mbandi é a mais famosa e controversa personagem da história de Angola no século XVII. Pretendemos neste trabalho, analisar a trajetória política de Nzinga tendo em vista o conturbado contexto da expansão da colonização portuguesa na África Central e da instituição do tráfico negreiro, principalmente durante o período em que representou maior oposição aos portugueses, nas décadas de 1620 e 1630. Buscamos compreender as estruturas de poder que haviam no reino do Ndongo antes da chegada dos portugueses e como o povo Mbundo se organizava política e economicamente. Entramos no debate historiográfico sobre quem eram os Jagas, como lutaram a favor dos portugueses e contra eles, ao lado de Nzinga. Buscamos entender como Portugal criou a colônia de Angola através do avassalamento dos sobas, construção de presídios, controle das feiras e composição de um exército africano que servia a seus interesses. Nzinga Mbandi desempenhou diferentes papéis durante sua trajetória: cristã, Ngola, Tembanza, rainha de Matamba, etc. Buscamos compreender estes papéis face à disputa pelo controle do Ndongo, em que os portugueses a destituíram do trono e instituíram um novo rei em 1626, para isto, analisamos a questão da legitimidade e do poder feminino no reino do Ndongo. Entendemos Nzinga como a principal líder da resistência contra a presença portuguesa em Angola no período, pois além de dar asilo a centenas de escravos fugidos dos portugueses, impediu feiras e desorganizou a cobrança dos impostos.
Título em inglês
Nzinga Mbandi and the wars of resistance in Angola. 17th century
Palavras-chave em inglês
Angola
Black resistance
Nzinga Mbandi
Slave trade
Resumo em inglês
Nzinga Mbandi is the most famous and controversial character in the history of Angola in the 17th century. We intend, in this dissertation, to analyze the political trajectory of Niznga in the trouble contex of expanding Portuguese colonization in Central Africa, ando f the slave trade, principally in the 1620s and 1630s, during which Nzinga represented the major opposition to the Portuguese. We attempt to understand the Power structures in the Kingdon of Ndongo before the Portuguese arrived, and how the Mbundo people organized themselves political and economically. We consider the historiographical discussion abou Who the Jagas were, and how they fougth beside the Portuguese and agaist them. We also seek to understand how Portugal created the colony of Angola by the subjulgation of sobas, by building prisions, controlling markets and organizing na African army to serve their interests. Nzinga Mbandi played different roles during her trajectory: Christian, Ngola, Tembanza Jaga, Queen of Matamba, etc. We analyze these roles in the contexto f the struggle to control Ndongo, when the Portuguese ousted her from the throne and replaced her with a new king in 1626. We considered the questiono f legitimacy and feminin Power in the Ndongo and Matamba kingdons. We understand that Nzinga Mbandi was the most important leader of the resistance agains the Portuguese presence in Angola in this period, because she gave asylum to many fugitives slaves, obstructed markets and disrupted tax collection.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.