• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-08022011-151118
Documento
Autor
Nome completo
Lucas Endrigo Brunozi Avelar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Carneiro, Henrique Soares (Presidente)
Ricupero, Rodrigo Monteferrante
Sant'Anna, Denise Bernuzzi de
Título em português
A moderação em excesso: estudo sobre a história das bebidas na sociedade colonial
Palavras-chave em português
Bebidas
Europa moderna
Moderação
Processo civilizador
Sociedade colonial
Resumo em português
Esta dissertação investiga alguns aspectos da história das bebidas no século XVIII. A partir de uma caracterização inicial do processo de domesticação da embriaguez na Europa moderna, fornecemos a descrição de elementos do moralismo lusitano respeitantes à questão dos usos de vinho e aguardentes. Disso extraímos a hipótese de que a moderação teria sido o valor que orientou o comportamento alcoólico na sociedade portuguesa. Já na sociedade colonial, examinada nos dois capítulos finais, defendemos que o referido valor cumpriu a função ideológica de mascarar a experiência etílica dos habitantes daquelas paragens, experiência esta marcada por diferentes formas de beber e de embriaguez. Numa sociedade organizada para a expropriação de recursos valendo-se de mão-de-obra escrava, o beber moderado entrou em choque com as diversas circunstâncias apresentadas aos colonizadores nos trópicos.
Título em inglês
Moderation in excess: study on the history of drinks in colonial society
Palavras-chave em inglês
Beverages
Civilizing process
Colonial society
Moderation
Modern Europe
Resumo em inglês
This study investigates some aspects of the history of drinks in the eighteen century. From an initial characterization of the domestication process of being drunk in the modern era, provides the key element of moralism Lusitanian relating to the question of the uses of wine and spirits. From this we extract the hypothesis that moderation would be the value that guided the alcoholic behavior in Portuguese society. In the colonial society, examined in the last part, we argue that the value of the ideological function served to mask the experience of the inhabitants of those areas, this experience marked by different forms of drinking and drunkenness. In a society organized for the expropriation of resources by availing itself of slave labor, moderate drinking has clashed with the different circumstances presented to the colonists in the tropics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-02-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.