• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2006.tde-06072007-115417
Documento
Autor
Nome completo
Murilo Leal Pereira Neto
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Iokoi, Zilda Marcia Gricoli (Presidente)
Capelato, Maria Helena Rolim
Mattos, Marcelo Badaró
Paoli, Maria Celia Pinheiro Machado
Silva, Fernando Teixeira da
Título em português
A reinvenção do trabalhismo no 'vulcão do inferno': um estudo sobre metalúrgicos e têxteis de São Paulo. A fábrica, o bairro, o sindicalismo e a política (1950-1964)
Palavras-chave em português
Proletariado - 1950-1964 - São Paulo
Sociologia do trabalho - 1950-1964 - São Paulo
Trabalhador metalúrgico - 1950-1964 - São Paulo
Trabalhador Têxtil - 1950-1964 - São Paulo
Trabalhadores (aspectos político-socioeconômicos) - 1950-1964 - São Paulo
Resumo em português
O presente trabalho reconstrói o contexto do crescimento industrial e da expansão urbana de São Paulo nos anos 1950 até 1964, analisando suas principais características gerais e aquelas específicamente atinentes às categorias têxtil e metalúrgica. O peso relativo de ambos os setores, a dinâmica de seu desenvolvimento no período, os perfis salariais, de qualificação, a composição de gênero e etária da força de trabalho são investigados, assim como o processo migratório e a emergência da uma questão urbana, decorrente do padrão periférico de crescimento. São reconstituídas as lutas engendradas por operários, operárias, donas de casa e moradores dos bairros periféricos, em uma cotidiano atravessado por tensões e conflitos gerados pela superexploração da força de trabalho, espoliação urbana e carestia de vida, assim como são vistas as formas de organização construídas nesse processo. As manifestações culturais operárias e populares e as manifestações de consciência elaboradas nessas experiências são também analisadas. Finalmente, tratou-se das múltiplas experiências políticas empreendidas pela classes trabalhadora, examinando-se desde o lançamento de candidaturas avulsas de sindicalistas por várias legendas partidárias, até as tentativas de articulação de organizações políticas independentes dos trabalhadores. A pesquisa teve como referenciais teóricos primordiais as noções thompsonianas da classe operária como um "fazer-se" e de experiência, a noção lefebvriana de representação, as noções gramsciana de hegemonia e bloco histórico e a noção de Raymond Williams, também de hegemonia e de incorporação
Título em português
"A reinvenção do trabalhismo no "vulcão do inferno": um estudo sobre metalúrgicos e têxteis de São Paulo. A fábrica, o bairro, o sindicalismo e a política (1950-1964)"
Palavras-chave em português
Proletariado - 1950-1964 - São Paulo
Sociologia do trabalho - 1950-1964 - São Paulo
Trabalhador metalúrgico - 1950-1964 - São Paulo
Trabalhador Têxtil - 1950-1964 - São Paulo
Trabalhadores (aspectos político-socioeconômicos) - 1950-1964 - São Paulo
Resumo em português
O presente trabalho reconstrói o contexto do crescimento industrial e da expansão urbana de São Paulo nos anos 1950 até 1964, analisando suas principais características gerais e aquelas específicamente atinentes às categorias têxtil e metalúrgica. O peso relativo de ambos os setores, a dinâmica de seu desenvolvimento no período, os perfis salariais, de qualificação, a composição de gênero e etária da força de trabalho são investigados, assim como o processo migratório e a emergência da uma questão urbana, decorrente do padrão periférico de crescimento. São reconstituídas as lutas engendradas por operários, operárias, donas de casa e moradores dos bairros periféricos, em uma cotidiano atravessado por tensões e conflitos gerados pela superexploração da força de trabalho, espoliação urbana e carestia de vida, assim como são vistas as formas de organização construídas nesse processo. As manifestações culturais operárias e populares e as manifestações de consciência elaboradas nessas experiências são também analisadas. Finalmente, tratou-se das múltiplas experiências políticas empreendidas pela classes trabalhadora, examinando-se desde o lançamento de candidaturas avulsas de sindicalistas por várias legendas partidárias, até as tentativas de articulação de organizações políticas independentes dos trabalhadores. A pesquisa teve como referenciais teóricos primordiais as noções thompsonianas da classe operária como um "fazer-se" e de experiência, a noção lefebvriana de representação, as noções gramsciana de hegemonia e bloco histórico e a noção de Raymond Williams, também de hegemonia e de incorporação
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-09-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.