• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2010.tde-26102010-115906
Documento
Autor
Nome completo
João Manuel Casquinha Malaia Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Moura, Esmeralda Blanco Bolsonaro de (Presidente)
Campos, Flavio de
Florenzano, Jose Paulo
Franco Junior, Hilario
Toledo, Luiz Henrique de
Título em português
Revolução Vascaína: a profissionalização do futebol e inserção sócio-econômica de negros e portugueses na cidade do Rio de Janeiro (1915-1934)
Palavras-chave em português
Capitalismo
Espetáculo de massa
Futebol
História
Racismo
Resumo em português
O presente trabalho é um estudo sobre os primeiros anos do futebol carioca, sua inserção no mundo capitalista e seu papel como catalisador de uma ordem social competitiva necessária ao desenvolvimento pleno deste sistema econômico durante a Primeira República e os primeiros anos da Era Vargas. A pesquisa recai sobre um clube em especial, o Vasco da Gama. Seus dirigentes, na maior parte das vezes ligados à classe empresarial da colônia portuguesa, tomaram atitudes inovadoras e até mesmo revolucionárias para o período. Enquanto os principais clubes da Capital defendiam um futebol elitizado, branco e amador, os diretores vascaínos introduziram em seu recém-montado time de futebol elementos das mais variadas camadas da sociedade, muitos deles mulatos e negros, e, em sua maioria, analfabetos, profissionalizando-os. Construíram aquele que chegou a ser o maior estádio de futebol da América do Sul e transformaram o clube em um dos maiores do mundo em menos de vinte anos de prática deste esporte. Dessa maneira, a colônia portuguesa conseguiu meios para fugir ao preconceito exacerbado que sofria na cidade e inseriu definitivamente os jogadores de origem humilde no seio dos grandes clubes como proletários do futebol.
Título em inglês
Revolução vascaína: the professionalisation of football and the socio-economic status of black and portuguese in Rio de Janeiro
Palavras-chave em inglês
Capitalism
Football
History
Mass entertainment
Racism
Resumo em inglês
The present paper is the result of a study about the first years of football in Rio de Janeiro, its insertion in the world of capitalism and its role as the focus point of the competitive social order that was necessary to the full development of this economic system during the Primeira República (First Republican Period) and the first years of Era Vargas. The research focused mainly on one football club Vasco da Gama. The club directors, most of which were somehow related to entrepreneurs from the Portuguese colony in the city, took innovative actions, which were quite revolutionary for that period. Whereas the main clubs in the capital city defended football as a white amateur practice for the elite, Vasco directors introduced players from the most varied social strata many were black or mulatto, and most of them were illiterate - and attempted to professionalize them. They built a football stadium, which came to be the largest in South America, and changed their club into one of the most important clubs in the world, in less than twenty years dedicated to that sport. By doing so, the Portuguese colony found their ways to escape from the widespread prejudice of which they were victims in the city and definitely inserted players from lower-classes into the big clubs, changing them into football proletarians.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.