• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2019.tde-20032019-122057
Documento
Autor
Nome completo
Oziane de Jesus de Lima Mota
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Ricupero, Rodrigo Monteferrante (Presidente)
Arenz, Karl Heinz
Dias, Thiago Alves
Puntoni, Pedro Luis
Título em português
Trabalho indígena na economia do Grão-Pará e Rio Negro (segunda metade do século XVIII)
Palavras-chave em português
Companhia Geral de Comércio do Grão-Pará e Maranhão
Diretório dos Índios
Tesouraria Geral do Comércio dos Índios
Trabalho indígena
Resumo em português
Esta pesquisa buscou compreender o trabalho indígena no Estado do Grão-Pará e Rio Negro durante a segunda metade do século XVIII, período em que vigorou o Diretório dos Índios. Assim, discorremos sobre a conjuntura e historiografia a respeito do Diretório, bem como elaboramos uma análise das políticas indigenistas e da funcionalidade da Tesouraria do Geral do Comércio dos Índios, instituição fiscal responsável pelos rendimentos da produção das povoações indígenas. Por ser o índio utilizado em diversos trabalhos, o principal objetivo desta investigação histórica foi demonstrar que a mão de obra indígena foi maciçamente explorada pela economia colonial, e não apenas empregados em atividades ligadas à agricultura e ao extrativismo. Nesse sentido, os indígenas foram também utilizados como mão de obra especializada, empregada na construção de navios mercantes e de guerra, embarcações essas as quais faziam parte das ações da Companhia de Comércio do Grão-Pará e Maranhão que visavam entre outras ações reformar e aumentar a frota naval de Portugal.
Título em inglês
Indigenous labour in the Grão-Pará and Rio Negro economy (second half of 18th Century).
Palavras-chave em inglês
General Company of Grão-Pará and Maranhão
Indians Directory
Indigenous labor
Treasury of the Indians Trade
Resumo em inglês
This research aimed to understand the indigenous labor in the State of Grão-Pará and Rio Negro during the second half of the 18th century, period in which prevailed the Indians Directory. Thus, we discuss the conjuncture and historiography regarding the directory as well as elaborate an analysis of the indigenist policies and the functionality of the Treasury of the Indians Trade, institution that was responsible for financial matters such as spending and tax of the indians labor. As the indians were used in several labors, the main goal of this historical investigation is to demonstrate that the indians were massively exploited by the colonial economy and not only employed in activities related to agriculture and extractivism. Thereby, the indians were also used as specialized labor, employed in the construction of merchant ships and war vessels, which were part of the actions of the General Company of Grão-Pará and Maranhão, which aimed, among other actions, to reform and increase the portuguese naval fleet.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.