• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-21112018-102629
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Firmino Messias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Alfredo, Anselmo (Presidente)
Alves, Gloria da Anunciação
Martins, Flavia Elaine da Silva
Silva, Marcio Rufino
Toledo, Carlos de Almeida
Título em português
Crise do capital e reestruturação metropolitana: desdobramentos em curso na reprodução de São Paulo
Palavras-chave em português
Contradições do capital
Metrópole de São Paulo
Reprodução do espaço
Território urbano economizado
Urbanização
Resumo em português
Esta pesquisa buscou compreender as transformações da metrópole de São Paulo sob as determinações que exigem um aprofundamento das diretrizes econômicas na reprodução do espaço da metrópole paulistana, vislumbrado pela implantação do Rodoanel Mário Covas. Nessa direção, as transformações das quais a discussão tratou reportam necessariamente à atualização de um território urbano economizado, que apenas pode ser devidamente compreendida à luz das contradições que se desdobram desta forma social, a saber, a capitalista. Ademais, a exposição aqui privilegiou, em seu primeiro capítulo, um resgate teórico das contradições não superadas da sociedade moderna desveladas por Marx e, em seguida, as considerações de autores que trazem questões importantes dos desdobramentos inerentes à reprodução social do capitalismo no século XX, a exemplo daquelas trazidas por Ernest Mandel, Robert Kurz e Henry Lefebvre. Em síntese, tratou-se neste momento inicial de recuperar a crise do capital e a produção do espaço enquanto bases conceituais às reflexões pertinentes à pesquisa. O capítulo seguinte, munido das considerações a propósito da reprodução do espaço e da cidade como condição da reprodução das relações sociais de produção, procurou lançar os argumentos que apontam para São Paulo enquanto território privilegiado do capital, ressaltando a mobilidade da riqueza mobiliária e imobiliária como sendo o nexo fundamental à (re)produção de seu espaço. Nele, constituíram-se, assim, momentos de discussão dos termos da territorialização do capital a partir da reprodução de São Paulo, ressaltando, inclusive, formas de mobilizar riqueza frente a um contexto de acumulação problemático em seus termos substanciais. Por fim, o capítulo 3 procurou expor recortes que trouxessem à discussão a processualidade da atualização do território urbano economizado. Para tanto, expôs-se momentos em sua conexão com a produção do espaço metropolitano: a construção do Rodoanel, a eclosão de empreendimentos logísticos-industriais (condomínios logísticos), os impasses da transferência do CEAGESP e as pressões para expropriação que chegam aos moradores da Vila Nova Esperança, comunidade localizada nas mediações do Rodoanel. A síntese de tais momentos revela uma hipermobilidade da riqueza pressuposta na metrópole de São Paulo condicionada pelos limites internos que marcam a reprodução social capitalista contemporânea.
Título em inglês
Crisis of Capital and Metropolitan Restructuring: ongoing unfoldments in the reproduction of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Contradictions of capital
Economized urban territory
Metropolis of São Paulo
Space reproduction
Urbanization
Resumo em inglês
This research sought to understand the transformations in the metropolis of São Paulo under determinations that demand to delve on the economic guidelines in the reproduction of the space of the city, bearing in mind the construction of the Mário Covas beltway. In this regard, the transformations relate to the remodeling of an economized urban territory, which can only be properly understood in the light of the contradictions unfolding from this social form, namely, the capitalist. The first section of the discussion has focused on a theoretical recapitulation of the unsolved contradictions of modern society revealed by Marx and also on the reflections of authors who bring important questions about the ramifications inherent to the social reproduction of capitalism in the twentieth century, such as those brought by Ernest Mandel, Robert Kurz and Henry Lefebvre. In short, this first section aimed to review the crisis of capital and the production of space as conceptual bases for the inquiry proposed in this research. Knowing that the reproduction of space and the city is a condition for the reproduction of social relations of production, the following chapter sought to present the arguments indicating São Paulo as a privileged territory of capital, emphasizing the mobility of mobiliary and real estate wealth as the fundamental link to the (re) production of its space. Also, a discussion of the terms of the territorialization of capital from the reproduction of São Paulo were constituted, highlighting ways of mobilizing wealth within a context of problematic accumulation in its substantial terms. Finally, chapter 3 sought to expose cases in point that would add to the discussion the processuality of the remodeling of the economized urban territory. In order to do so, events in connection with the production of the metropolitan space were exposed: the construction of the beltway, the emergence of logistic-industrial enterprises (logistic condominiums), the impasses around the transfer of the CEAGESP and the pressures for expropriation imposed to the inhabitants of Vila Nova Esperança neighborhood, a community located in the middle of the beltway. The synthesis of such events reveals a hypermobility of the wealth presupposed in the metropolis of São Paulo, which is conditioned by the internal limits that characterize the contemporary capitalist social reproduction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.