• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Marco Antonio Teixeira da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Seabra, Odette Carvalho de Lima (Presidente)
Damiani, Amelia Luisa
Toledo, Carlos de Almeida
Título em português
O ambiente fluvial das várzeas no espaço da metrópole: a bacia do Pirajuçara na metropolização de São Paulo
Palavras-chave em português
Bacia do Pirajuçara
Espaço de circulação
Metrópole
Produção do espaço
Várzeas
Resumo em português
A Metrópole é um fenômeno em movimento. Seu processo, a metropolização, se constitui a partir de várias relações que envolvem a Natureza e a História. Esta pesquisa investiga a particularidade da apropriação do ambiente fluvial das várzeas da Bacia do Pirajuçara no processo de formação da metrópole de São Paulo. Historicamente, continuidades e descontinuidades se sucederam neste processo sob uma contradição fundamental: a afirmação da várzea como ambiente fluvial e a produção do espaço como sua negação. As intervenções nos rios e nas várzeas objetivam a metrópole sob as determinações formais do capital em geral. Tal condição cristaliza um papel muito particular deste ambiente na divisão do trabalho, fundamentalmente como espaços de circulação. Neste contexto, a relação entre a apropriação do ambiente fluvial das várzeas e a produção do espaço na metrópole se constitui numa problemática em que a catástrofe das inundações se põe como limite ao processo. A nova prática de retenção do escoamento nos reservatórios de contenção de cheias (piscinões) se objetiva nas ideologias do ambientalismo e da sustentabilidade. O que aparece como ruptura se apresenta como continuidade da apropriação das várzeas para a realização da metrópole como espaço de reprodução do valor.
Título em inglês
Environment of Inland Wetlands in the Metropolitan Area: Basin Pirajuçara in Metropolization of Sao Paulo
Palavras-chave em inglês
Floodplains
Metropolis
Pirajuçara river basin
Production of space
Space of circulation
Resumo em inglês
The Metropolis is a phenomenon in movement. Its process, the metropolization consists of many relations involving nature and history. This research investigates the peculiar fluvial environment appropriation of the floodplains of the Pirajuçara River Basin during the formation of the metropolis of São Paulo. Historically, continuities and discontinuities have been succeeding each other in this process in a fundamental contradiction: the assertion of the floodplain as a river environment and the production of space as its negation. Interventions in rivers and wetlands in the city aim the metropolis under the formal determinations of capital in general. Such condition crystallizes a very particular role of this environment in labor division mainly as passage space. In this context, the relationship between the appropriation of the environment of river floodplains and the production of space in the metropolis composes a set of problems in which the disaster of flooding arises as the limit process. The new practice of restraining the flow with flood control reservoirs (piscinões) has its objectives in environmentalism and sustainability ideologies. What appears as disruption shows up as continuity of floodplains appropriation in order to carry out the metropolis as an area for value reproduction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.