• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-15122011-105031
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Gamba
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Wagner Costa (Presidente)
Alves, Gloria da Anunciacao
Canil, Kátia
Título em português
Avaliação da vulnerabilidade socioambiental dos distritos do município de São Paulo ao processo de escorregamento.
Palavras-chave em português
Escorregamento
Indicadores socioambientais
Risco
Vulnerabilidade
Resumo em português
Diante de tantas crises e catástrofes ocorridas nos últimos anos, relacionadas a eventos extremos de precipitação, que muitas vezes resultam em graves prejuízos materiais e, sobretudo, em perda de vidas humanas; a discussão sobre os riscos socioambientais ganha outra dimensão. O atual modelo de desenvolvimento caracteriza-se pela banalização do risco, haja vista que a produção incessante de riquezas atrela-se à produção de um número cada vez maior de contextos vulneráveis, sobretudo em áreas de grande pobreza - onde a capacidade de resposta aos diferentes impactos é bastante reduzida. No ambiente urbano, o problema é ainda mais evidenciado, pela grande extensão das áreas ocupadas por assentamentos precários. As mudanças microclimáticas observadas nas grandes metrópoles, bem como os cenários apresentados pelo Painel Intergovernamental de Mudança do Clima, apontam a necessidade do desenvolvimento de medidas que visem ao gerenciamento adequado de riscos relacionados a eventos extremos, uma vez que estes podem se tornar mais frequentes e intensos nas próximas décadas. Este trabalho procura realizar uma análise multidimensional da vulnerabilidade do município de São Paulo frente a processos relacionados a chuvas intensas, em especial os escorregamentos de vertentes. Pretende apontar no espaço paulistano a estreita relação entre vulnerabilidade social e infraestrutural; e as áreas mais suscetíveis a este tipo de fenômeno, situação que caracteriza a segregação urbana. Para tal, faz-se uso de indicadores socioambientais. Com base em dados secundários, obtidos junto ao IBGE e à Prefeitura do Município de São Paulo, desenvolveu-se um conjunto de índices sintéticos. Os mesmos foram integrados e inseridos num Sistema de Informação Geográfica, com vistas a apontar diferentes níveis de vulnerabilidade socioambiental entre os distritos frente ao processo de escorregamento.
Título em inglês
Social and environmental vulnerability assessment of the districts of São Paulo to the process of landsilde
Palavras-chave em inglês
Landslide
Risk
Social and environmental indicators
Vulnerability
Resumo em inglês
With so many crises and disasters in recent years, related to extreme precipitation events, which often result in serious damage and, especially, loss of human lives, the discussion on social and environmental risks gains another dimension. The current model of development is characterized by the risk trivialization, considering that the incessant production of wealth is linked to the production of an increasing number of vulnerable contexts, especially in areas of great poverty - where the response to different impacts is greatly reduced. In the urban environment, the problem is further evidenced by the large extent of areas occupied by slums. The microclimatic changes observed in the large cities, as well as the scenarios presented by the Intergovernmental Panel on Climate Change, indicate the need for developing measures for the proper management of risks related to extreme events, since these may become more frequent and intense in the coming decades. This study seeks to accomplish a multi-dimensional analysis of the vulnerability of São Paulo city against processes related to heavy rainfall, particularly the landslides. Intends to point in space paulistano the close relationship between social and infrastructural vulnerability, and the areas most susceptible to this type of phenomenon, a situation that characterizes urban segregation. To do this, makes use of social and environmental indicators. Based on secondary data, obtained from the IBGE and the Municipality of Sao Paulo, was developed a set of synthetic indices. They were integrated and included in a Geographic Information System, in order to point out different levels of socio-environmental vulnerability among districts facing the process of landslide.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2011_CarolinaGamba.pdf (13.32 Mbytes)
Data de Publicação
2011-12-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.