• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2019.tde-11032019-104932
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Eduardo Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Miranda, Maria Eliza (Presidente)
Cabral, Edson
Conti, Jose Bueno
Valverde, Rodrigo Ramos Hospodar Felippe
Título em português
A importância da escala do problema no processo de aprendizagem da migração nordestina na metrópole paulistana
Palavras-chave em português
Aprendizagem mediada
Ensino de geografia
Escala
Lugar
Migrantes nordestinos
Resumo em português
O presente trabalho trata sobre a insuficiência do ensino e da aprendizagem de geografia na educação básica apoiado na categoria lugar sem conexões com outras escalas de tempo e espaço do problema estudado. Atualmente, crianças e adolescentes em idade escolar encontram-se num meio técnico-científico-informacional e sociedade em rede, sendo, inclusive, considerados nativos digitais. No entanto, enfrentam dificuldades intelectuais para resolver problemas colocados pela contemporaneidade e estão expostos à estímulos diretos com pouca ou nula mediação humana, o que pode comprometer seu desenvolvimento intelectual e cognitivo. A geografia, enquanto conhecimento científico e disciplina escolar, pode contribuir substancialmente para o desenvolvimento desses jovens escolares, mas se focada em estudos limitados de um dado recorte espacial, sem conexões com outras escalas de tempo e espaço do problema estudado, será insuficiente. Esta pesquisa utilizou-se da aplicação de uma sequência didática em quatro turmas de oitavas séries e apoiou-se nos aportes teóricos de Lev Semionovitch Vigotski e Reuven Feuerstein, com a Psicologia da Aprendizagem e a Teoria da Experiência de Aprendizagem Mediada, respectivamente. Num primeiro momento os estudantes responderam a três questões-problema referentes à migração nordestina no país, porém a fizeram propositadamente sem qualquer tipo de mediação do professor. Noutro momento, após terem realizado atividades didático-pedagógicas em que o professor se utilizara dos três critérios universais da Teoria da Experiência de Aprendizagem Mediada de Feuerstein e de algumas das premissas de Vigotski, apoiando-se, sobretudo, em diferentes recursos pedagógicos e modalidades de linguagem, os estudantes refizeram as três questões. Paralelamente às atividades da sequência didática, os estudantes realizaram entrevistas com migrantes nordestinos do Distrito de Pedreira, zona sul da capital paulista, a fim de que pudessem ter contato com as memórias e representações de mundo dessas pessoas, num mundo de meio técnico-científico-informacional e significativas injustiças de toda a ordem. O objetivo de tal atividade fora que pudessem aprender geografia enquanto conhecimento científico, trabalhando com escalas de tempo e espaço que não somente restrita ao lugar do aluno, mas que pudessem transcender a noção de lugar enquanto espaço territorialmente isolado, fragmentado, com pouca ou nula conexão com outras escalas espaciais e temporais, de outros lugares. Obtivemos que os alunos apresentaram seus conhecimentos espontâneos fortemente atrelados ao lugar e ao que lhe é mais próximo, mas após serem mediados, demonstraram que começaram paulatinamente a operar cognitiva e intelectualmente conectando outras escalas do problema estudado, neste caso, a migração nordestina na metrópole paulistana.
Título em inglês
The importance of the scale of the problem on the learning process regarding the north-eastern migration towards the paulistana metropolis
Palavras-chave em inglês
Geography teaching
Mediated learning
North-eastern migrants
Scale
Surroundings
Resumo em inglês
The current work discusses the insufficiency of teaching and learning geography in basic education grounded on the category of the surroundings without other space time scales over the studied issue or phenomenon. Nowadays, school-aged children and teenagers are in a technical-scientific-informational medium and a network society, even being known as "digital natives". Although, they go through intellectual hardships to fathom problems placed by contemporaneity and are exposed to direct stimuli with little to no human mediation, what can havoc their cognitive and intellectual development. Geography as science and a subject can substantially contribute to the development of this student youth, yet will be insufficient when focused on limited studies within a certain spacial trim. This research applied a didactic sequence on four eighth grades and based itself on Lev Semionovitch Vigotski's and Reuven Feuerstein's theoretical works about the Learning Psychology and the Mediated Learning Experience Theory, respectively. Firstly, the students answered to three questions involving migration from the north-east in the country, whereas on purpose there wasn't any mediation from the teacher. In another moment, after having done the didactic-pedagogical activities in which the teacher used the three universal criteria from the Feuerstein's Mediated Learning Experience Theory and some of the Vigotski's premisses, overall relying on different pedagogical resources and language models, students redid such questions. Parallel to the activities from the didactic sequence, the students interviewed north-eastern migrants in the Distrito de Pedreira, south zone of the paulista capital, so that they could have contact with the memories and world representations from these people in a globalized planet with considerable injustice and all its types. The activity's goal was to learn geography as a scientific knowledge, dealing with space and time scales not restricted to the "student's surroundings", but transcendent to the notion of place as an isolated, fragmented territory, with scarce to nonexistent connection with other scales from other places. We found the students presented their spontaneous knowledge strongly associated to their surroundings, but progressively demonstrated to relate other scales from the studied issue, the north-eastern migration to the paulistana metropolis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.