• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2010.tde-06102010-092656
Documento
Autor
Nome completo
Cristina de Marco Santiago
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Adyr Apparecida Balastreri (Presidente)
Furlan, Sueli Angelo
Moura, Margarida Maria
Pires, Paulo dos Santos
Xavier, Herbe
Título em português
Os lavradores da floresta: um estudo sobre as contradições das políticas públicas de conservação na proteção do modo de vida tradicional.
Palavras-chave em português
Bairro rural tradicional
Modo de vida tradicional
Políticas públicas de conservação da natureza
Território
Resumo em português
Este trabalho teve por objetivo aprofundar a reflexão e a compreensão sobre a lógica da relação sociedade-natureza nas culturas tradicionais, bem como sobre as contradições existentes nas políticas públicas territoriais de conservação da natureza, no que se refere à valorização do modo de vida tradicional. A pesquisa foi realizada a partir da análise dessas políticas e do estudo de um bairro rural tradicional caipira, o bairro dos Paulo, localizado no município de Ibiúna - São Paulo, na área de abrangência do Parque Estadual do Jurupará. O estudo de caso apresentou os elementos empíricos necessários para aprofundar a compreensão da problemática tratada pela pesquisa, ou seja, a maneira pela qual se processaram os conflitos sociais, em um contexto histórico, entre dois tipos de racionalidade e de modo de vida: um rural tradicional e, outro, contemporâneo, urbano-industrial. O desenvolvimento da pesquisa em campo se deu segundo o método da pesquisa participante, adotando-se a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de dados. A análise dos documentos legais e das entrevistas foi realizada com base no método de análise textual discursiva. Foi efetuado ainda o estudo comparativo do uso do solo, das glebas pertencentes à família dos Paulo, em diferentes momentos históricos: 1962, 1978 e 2009, a partir de dados secundários e de fotografias aéreas. Trata-se de um estudo geográfico de abordagem cultural crítica, em que foram definidas três categorias centrais de análise foram definidas: o território, o modo de vida tradicional e as políticas públicas territoriais de conservação da natureza. Categorias estas que, articuladas, possibilitaram identificar as formas de adaptação e a alta capacidade de resistência da cultura caipira frente aos impactos a que foi submetida, particularmente, com as transformações advindas do progresso brasileiro e, posteriormente, com a investida do Estado em criar uma Reserva Florestal, posteriormente transformada em um Parque Estadual em território caipira. A pesquisa demonstrou que os territórios tradicionais se configuram a partir de uma conduta ética diferenciada na relação sociedade-natureza. O modo de vida tradicional reflete saberes e valores que configuram um tipo específico de território, onde sua permanência no tempo, ao longo de sucessivas gerações, bem como a conservação da natureza são condições para a reprodução material e social das chamadas populações tradicionais. Na sua construção histórica, enquanto patrimônio territorial, delineia-se um tipo de gestão e de planejamento específicos, onde princípios, normas, critérios, formas de comando e hierarquias existem calcados em uma forte condição de autonomia, características estas incompatíveis com as diretrizes legais estabelecidas nos territórios de conservação da natureza. Território e modo de vida foram categorias a partir das quais se pôde, ainda, neste estudo, delinear dez premissas para a atuação do Estado junto aos territórios tradicionais caipiras, segundo seus próprios padrões de desenvolvimento, sem o que se entende que não há como falar em reconhecimento e respeito ao modo de vida tradicional. A coerência destas premissas foi discutida tendo-se por referência modelos teóricos de desenvolvimento econômico, considerados compatíveis com as características do território tradicional.
Título em inglês
The forest farmers: a study on the conditions of conservation public policy for the protection of traditional way of life.
Palavras-chave em inglês
Territorial public policies for environmental conservation
Territory
Traditional rural neighbourhood
Traditional way of life
Resumo em inglês
The present paper has the objective of deepening the reflection and comprehension on the logic of the relationship nature-society in traditional cultures, together with the understanding the contradictions of the territorial public policies related to environmental conservation, and to its esteem of the traditional way of life. The research was performed analysing policies and the traditional rural neighbourhood inhabitants, Paulos neighbourhood, located in the city of Ibiúna- São Paulo, in the area within the State Park of Jurupará. The case study managed to present the empirical elements required to expand the debate comprehension proposed by the research, meaning, the way social conflicts are treated in historical context, amid two types of rationality: the rural traditional and the contemporary, urban industrial. The field research was developed in the basis of participant observation method, adopting semi-structured interviews as instrument for data collection. The analysis of legal documents and interviews was performed in the textual and discourse analysis method. Following up a comparative study of soil usage was made in the land owned by Paulos family, in different historical periods: 1962, 1978, 2009 through secondary data and photographed areas. Overall, it is a geographic study with critical cultural approach, where three central categories of analyses are defined: the territory, the traditional way of life and the territorial public policies related to environmental conservation. This categories hinged upon each other, make possible the identification of adaptation formats and high persistence cultural capacity of the inhabitants, even when faced with the impacts they were submitted, specially by the transformations set up by the brazilian progress and, afterwards by the State intention to create a Reserve, later converted into State Park. The research demonstrated that traditional territories are based on a different code of ethical conduct on the relationship between society-nature. The traditional way of life reflects knowledge and value which translate to a specific type of territory. A territory where its time persistence, through successive generations, as well as through environmental conservation are conditions for the material and social reproduction of the, so called, traditional populations. In its historical construction, as territorial heritage, there is a specific type of outline for planning and management, where principles, norms, criteria, forms of command and hierarch are built upon a strong sense of autonomy, features incompatible with the legal regulations established for the environmental conservation territories. Territory and way of life are categories from which, in this study, ten premises for State action were proposed together with the territory inhabitants and according to their own pattern of development. Premises understood as essential elements for recognition and respect of the traditional way of life. The coherence of this premises were debated as reference to economic development theoretical models compatible with the traditional territory characteristics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-10-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.