• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-02082011-130553
Documento
Autor
Nome completo
Claudio Roberto Duarte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Heidemann, Heinz Dieter (Presidente)
Araújo, Homero José Viseu
Damiani, Amelia Luisa
Otsuka, Edu Teruki
Sanseverino, Antonio Marcos Vieira
Título em português
Literatura, geografia e modernização social. Espaço, alienação e morte na literatura moderna
Palavras-chave em português
Espaço social abstrato
Espaço vivido
Geografia social
Literatura moderna
Modernização social
Resumo em português
A tese pretende analisar as relações entre Literatura moderna, Geografia e Sociedade no processo de modernização social, através do estudo de seis escritores: Charles Baudelaire, Machado de Assis, Joseph Conrad, Franz Kafka, Carlos Drummond de Andrade e João Antônio. O percurso busca mostrar como a modernização social, produzindo formas de espaço social abstrato (Lefebvre) adequadas ao processo de acumulação capitalista, é literariamente mimetizada e reconstruída por tais escritores. O processo de modernização aparece, então, como domínio do trabalho abstrato e, em suas crises, como um estado de exceção, figurado pela literatura em três níveis espaciais fundamentais interligados, mas não-idênticos: ao nível do concebido (pela política e as ideologias), do praticado/percebido (na vida cotidiana) e do vivido (nas singularidades subjetivas, nos limites do real inconsciente). Assim, teríamos a Literatura como um meio de mapeamento cognitivo de processos sócio-espaciais modernos.
Título em inglês
Literature, geography and social modernization: spaces alienation and death in modern literature
Palavras-chave em inglês
Abstract social space
Lived space
Modern literature
Social geography
Social modernization
Resumo em inglês
The thesis intends to analyse the relationships between Modern Literature, Geography, and Society within the process of social modernization, through the study of six writers: Charles Baudelaire, Machado de Assis, Joseph Conrad, Franz Kafka, Carlos Drummond de Andrade and João Antônio. This itinerary aims to show how social modernization, producing forms of abstract social space (Lefebvre) related to the capitalist process of accumulation, is literarily mimetized and reconstructed by these writers. The modernization process appears then as imposition of abstract labor and, in its crisis, as a state of exception, thematized by literature in three interconnected but non-identical spatial levels: at the level of the conceived (by politics and ideologies), of the perceived (praxis in everyday life), and of lived experiences (in subjective singularities, in the limits of the unconscious). Thus, Literature appears as cognitive mapping of modern social and spatial processes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-08-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.