• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Sueli Herculiani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Mello, Nelí Aparecida de (Presidente)
Arelaro, Lisete Regina Gomes
Moraes, Antonio Carlos Robert
Título em português
A população tradicional caipira e sua reprodução sociocultural frente às políticas públicas de conservação e os processos de educação: Parque Estadual de Jurupabá, Ibiúna - SP
Palavras-chave em português
Caipiras - cultura
Educação
Educação ambiental
Proteção ambiental
Zona rural
Resumo em português
No sertão de Ibiúna, São Paulo encontra-se uma população caipira cujos ascendestes firmaram posse há mais de duzentos anos. Esta ocupação possui uma relação intrínseca com a natureza, dela retira muito de que necessita para sua reprodução sociocultural. Com o movimento conservacionista, iniciado na década de setenta muitos desses lugares foram incorporados por Unidades de Conservação da Natureza, em todo país, fazendo com que as populações fossem cerceadas de acesso e uso dos recursos naturais em face das restrições legais impostas. No caso de Ibiúna esta condição levou a população caipira a ficar a margem da lei e ocasionando certo apartamento das atividades exercidas tradicionalmente, entre outros eventos, gerou a perda de traços culturais e de muito conhecimento ancestral, vez que não possuem registros de seus saberes, a transmissão ocorre de forma oral e através do saber-fazer. Corroborando com as perdas culturais tem-se a educação cuja função precípua é a reprodução da sociedade de classes, sendo a escola o veículo para atingir tal objetivo. A educação ofertada no meio rural não traz diferenças da escola urbana, nela são inculcados valores e transmitidas informações de maneira direta e também de modo subliminar que minorizam os conhecimentos e o modo de vida rústico, desvalorizando as diferenças culturais. No caso especifico do Parque Estadual do Jurupará, parte dos jovens tem anseios profissionais e pessoais na área urbana, já não valorizam os saberes dos mais velhos por estereotipia. O poder público deve desenvolver ações com vistas ao fortalecimento identitário desta população, através do resgate de saberes pelos motivos já expressados e também porque tais saberes foram elevados a patrimônio histórico cultural material e imaterial e arqueológico.
Título em inglês
The traditional peasant population e its sociocultural reproduction in face of public policies of conservation and processes of education: Parque Estadual de Jurupabá, Ibiúna - SP
Palavras-chave em inglês
Education
Environmental education
Environmental protection
Peasants - culture
Rural
Resumo em inglês
There is a peasant population in the backwoods of Ibiuna whose ancestors took possession more than two hundred years ago. People from this land occupation have a close relation ship with nature, taking from the nature much of their needs for their sociocultural reproduction. With the conservation movement, which began in the seventies, many of these places were incorporated by specialy protected areas in the whole country, causing people to have less access and use of natural resources in face of the legal restrictions imposed. In Ibiúna, São Paulo, Brasil; o scenario this condition led to the peasant population to stay outside the law and causing a certain isolation of some activities traditionally carried, among other events, led to the loss of cultural traits and a lot of ancient knowledge, once they do not have records of their knowledge, the transmission occurs both orally and through the know-how. Ratifying the cultural losses comes the education, whose primary function is to reproduce the class society, and the school is the means to achieve this goal.The education offered in rural areas does not bring differences from urban schools. At school values are indoctrinated and the information, that is directly or subliminally transmitted, reduces the knowledge and the rustic way of life and depreciates cultural differences. In the specific scenario of Parque Estadual do Jurupará, part of young people, that have personal and professional aspirations in the urban area, no longer value the knowledge of older people.The government in the state and local authorities should together develop actions aimed at strengthening the identity of this population through the recovering of knowledge for the reasons already expressed, and also, because such knowledge has been elevated to the historical and immaterial cultural and archaeological patrimony.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SUELI_HERCULIANI.pdf (24.71 Mbytes)
Data de Publicação
2010-03-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.