• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2005.tde-01052005-224221
Documento
Autor
Nome completo
Nestor André Kaercher
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Castellar, Sonia Maria Vanzella (Presidente)
Araujo, Valeria Amorim Arantes de
Callai, Helena Copetti
Pontuschka, Nidia Nacib
Simielli, Maria Elena Ramos
Título em português
"A geografia escolar na prática docente: a utopia e os obstáculos epistemológicos da geografia crítica"
Palavras-chave em português
Epístemologia da prática do professor
Formação de Professores de Geografia
Geografia Crítica
Ensino de Geografia no Ensino Fundamental e Médio
Resumo em português
Esta tese apresenta dois focos principais de interesse: o ensino de Geografia no Ensino Fundamental e Médio (EFM) e a formação de professores de Geografia. Nos interessamos, particularmente, em saber como o movimento de renovação da Geografia, genericamente denominado Geografia Grítica (GC), chegou no EFM. Os objetivos principais desta tese foram averiguar como a efervescência e renovação da Geografia Acadêmica pós-1978 chegaram ao ensino de Geografia do EFM, qual a contribuição do movimento denominado GC na renovação do ensino desta disciplina e quais as concepções de Educação e de Geografia que os licenciados estão construindo com e para seus alunos do EFM. Para alcançar estes objetivos observamos dez licenciados em Geografia, nos anos de 2002 e 2003, que lecinavam no EFM, em treze escolas distinas nos turnos da manhã, tarde e noite, na cidade de Porto Alegre, estado do Rio Grande do Sul, perazendo um total de 154 (cento e cinqüenta e quatro) observações que totalizaram 212 (duzentas e doze) horas/aula. Constatamos a dificuldade de se renovar as práticas pedagógicas, bem como de se construir um bom embasamento teórico que promova um ensino de Geografia atual, dinâmico, plural, instigante, reflexivo e radicalmente democrático. Este trabalho nao teve a pretensão de ser prescritivo do "bem ensinar Geografia", mas desejou servir de pretexto para que a comunidade de professores discuta e questione os seus referenciais de ciência, de Educação e de Geografia para fomentar a busca de um ensino que auxilie o fortalecimento da autonomia intelectual do educando e a construção de uma noção de cidadania que priorize a luta coletiva pela democracia, pela liberadade e pela justiça social através da apropriação e da reflexão sobre o espaço geográfico e suas categorias de análise. Enfim, uma Geografia que pense a ontologia do ser humano a partir do espaço vivido.
Título em inglês
School geography in teaching practice: utopia and epistemological obstacles in Critical geography
Palavras-chave em inglês
Critical Geografphy
Epístemology of te teacher´s practice
Geography teachers training
Primary and secondary teaching of Geography
Resumo em inglês
This thesis has two mains focuses: Geography teaching at primary and secondary schools and training of Geography teacher. Particularly, we are interested in how the movement of renewal of Geography - generally called Critica Geography - has arrived to primary and secondary teaching. The main targets of the tehesis were to verify how the effervescence and renewal of post-1978 Academica Geography arrived to geography teaching at primary and secondary schools; the contribution of the so-called critical Geography movement to the renewal of that teaching, and the Education anda Geography conceptions that geographyu teaching graduates are building with and for their students at the primary anda secondary teaching. In order to reach those goals, we have observed ten such Geography graduates in 2002 and 2003. They taught at 13 distinct primary anda secondary schools at morning, afternoon and evening classes in the city of Porto Alegre, in the southern Brazilian State of Rio Grande do Sul, totaling 154 observation session anda 212 class-hours. We identified the difficulty to renew pedagogical practices as well as to build a good theoretical basis able to promote Geography teaching that is updates, dynamic, plural, encouraging, reflexive , anda radically democratic. This work did not intend to prescribe "good Geography teaching". It rather wanted to serva as a pretext for the teacher community to discuss and question its references about science, Education, and Geography, in order to foster the search for teaching that helps to strengthen the intellectual autonomy of the student and the construction of a notion of citizenship that focuses on collettive struggle for democracy, freedom and social justice through appropriation and reflection over the geographic space and its analytical categories. That is, geography that thinks human being´s ontology based on the lived space.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-06-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.