• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-07032013-092956
Documento
Autor
Nome completo
Otávio Cardoso Cardona
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Rosely Pacheco Dias (Presidente)
Espindola, Carlos Roberto
Manfredini, Sidneide
Título em português
Bacia do Rio Sorocá-Mirim: compartimentação morfopedológica e a ocorrência de turfas
Palavras-chave em português
Carta morfopedológica
Compartimentação do relevo
Matéria orgânica
Planalto de Ibiúna
Rio Sorocá-Mirim
Turfas
Resumo em português
A região de Ibiúna, onde se encontra a Bacia Hidrográfica do Rio Sorocá-Mirim, vem sofrendo mudanças com relação ao uso e ocupação ao longo dos tempos, de cinturão caipira a área de crescente especulação imobiliária. Essas mudanças aconteceram sem um conhecimento adequado de alguns condicionantes naturais, em especial a existência de turfas (organossolos) e a quais ambientes elas estão associadas. O presente trabalho teve como objetivos: a) numa primeira etapa elaborar uma carta morfopedológica simplificada da Bacia do Rio Sorocá-Mirim, com objetivo de reconhecer as bases físicas da bacia e identificar os locais dos depósitos orgânicos; b) numa segunda etapa caracterizar as feições fluviais às quais as turfeiras estão relacionadas, elaborando mapeamentos de setores da planície e caracterizando morfologicamente o material orgânico em transectos determinados. A carta morfopedológica (1:100.000) construída a partir da correlação das variáveis naturais basicamente, relevo x rocha x solos (Castro e Salomão, 2000) individualizou sete compartimentos. Nos compartimentos das planícies, aparecem turfeiras e solos hidromórficos; compartimentos com relevo de colinas, substrato granítico/migmatítico, e cobertura latossólica, fazem a articulação entre os planos aluviais e as Serras que bordejam a bacia; os setores mais elevados correspondem aos altos regionais dos maciços graníticos de São Roque (NNE) e Paranapiacaba (SSE). Ai o relevo é de morros e serras com altas declividades e sobre os quais se desenvolvem solos rasos sobre granito, alem de cambissolos háplicos, e argissolos vermelhoamarelos. O compartimento CMPIa Planícies do Rio Sorocá-Mirim e do Ribeirão Vargem Grande, onde estão alojados os materiais orgânicos, foi objeto de analise mais detalhada com mapeamento morfológico (1:25.000) das feições fluviais e caracterização do material orgânico da planície. Transectos foram levantados com tradagens, no intuito de verificar a profundidade e distribuição areolar dos depósitos, bem como caracterizar morfologicamente os diferentes volumes. Analises e ensaios laboratoriais foram feitos em amostras selecionadas, a fim de caracterizá-las no tocante aos atributos físicos e químicos. Os resultados mostraram que há uma relação entre os aspectos morfológicos observados com auxílio do microscópio óptico e alguns resultados laboratoriais. As amostras que apresentaram grande quantidade de matéria orgânica e de carbono orgânico apresentam também características morfológicas particulares, como untuosidade e coloração preta intensa. As amostras com menores valores de matéria orgânica e carbono orgânico, apresentam uma cor cinza e sem untuosidade, com a fração mineral mais aparente. Esses aspectos possibilitaram propor uma classificação mais precisa e com base em maior numero de parâmetros. As zonas de acumulação de material orgânico foram encontradas relacionadas a ambientes fluviais particulares e que pelas interpretações mais recentes da evolução geológica da área, estariam relacionadas a um controle estrutural. O Planalto de Ibiúna, faz parte de um conjunto de blocos falhados formando grábens, alguns deles reconhecidos por Silva (2012) como os meio grábens de Ibiúna, Vargem Grande e do Grilo Esse sistema de bloqueio estrutural aprisiona a água em sub superfície, criando um ambiente úmido e confinado, gerando as condições ideais para a formação das turfeiras, sobretudo nos climas frios pleistocênicos.
Título em inglês
Sorocá-Mirim river basin: morphopedological compartmentation and the peat occurrence
Palavras-chave em inglês
Ibiúna Plateau
Landform compartmentation
Morphopedological map
Organic matter
Peat
Sorocá-Mirim river
Resumo em inglês
Throughout time, the region of Ibiúna, in which the Sorocá-Mirim river basin is located, has been suffering changes regarding the use and occupation of land, going from a green belt zone to an area of strong real estate speculation. Such shifts took place without a previous knowledge of the natural aspects, especially concerning the existence of peat bogs (organic soils) and its associated environments. The present work has as its main goals: a) in a first approach, build a simplified morphopedological map of the Sorocá-Mirim river basin, which will allow the recognition of the location of the organic deposits and; b) in a second step, characterize the fluvial features to which the peat bogs are related, building maps of specific sectors of the flood plain and reaching a morphological characterization of the organic matter in determined transects. The morphopedological map (1:100,000) built through the correlation of the natural variables landform x lithology x soils (Castro & Salomão, 2000) individualized seven compartments. The floodplains compartment present peat bogs and hydromorphic soils; the compartment of the hills, with a granite/migmatite substract and latossolic coverage, plays the role of an articulator between the first one and the ridge that borders the basin; and finally, the most elevated compartments correspond the the regional height limits of the granitic massifs of São Roque (NNE) and Paranapiacaba (SSE). The landform in this last sector is dominated by hills and ridges with steep granite slopes, over which shallow and rocky soils, and also red-yellow podzolic soils develop. The compartment CMP-Ia, Sorocá-Mirim river and Vargem Grande creek floodplains, contain the organic matter and was object of detailed mapping (1:25,000) of the morphological fluvial features and characterization of the surface organic matter. In order to infer the depth and areal distribution of such deposits, some transects were plotted, with the aid of probing techniques, which also allowed the morphological characterization of the different volumes. The selected samples were analyzed with laboratory techniques in order to characterize them according to their physical and chemical attributes. The results show a relationship between aspects observed through the optical microscope and lab results. The samples that present an elevated amount of organic matter also show particular morphological features, such as greasiness an intense black coloration. The samples with lower amounts of organic matter present a grayish coloring and no greasiness, as well as an evident mineral fraction. These aspects allowed the proposition of a more precise classification, based on a larger amount of parameters. The zones of accumulation of organic matter found in the area are related to particular fluvial environments, which according to the most recent interpretations of geological evolution of the area are under structural control. The Ibiúna Plateau is part of a set of faulted blocks which form grabens, some of them previously acknowledged by Silva (2012), like the half-grabens of Ibiúna, Vargem Grande and Grilo. This system of structural blockage traps water in the subsurface, creating a saturated and confined environment, which are ideal for the formation of peat bogs, especially under the cold pleistocenic climates.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-03-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.