• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-22082012-114629
Documento
Autor
Nome completo
Giovane Rodrigues Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Cuter, Joao Vergilio Gallerani (Presidente)
Porto, André da Silva
Silva, João Carlos Salles Pires da
Título em português
Experiência, lógica e gramática. Um estudo sobre as condições empíricas da normatividade tais como apresentadas na segunda filosofia de Wittgenstein
Palavras-chave em português
Experiência
Formas de vida
Gramática
Linguagem
Lógica
Normatividade
Prática
Regra
Resumo em português
Trata-se, nesta dissertação, da análise do conceito de gramática, tal como Wittgenstein o usa no período de escrita das Investigações Filosóficas. Nesse sentido, mostra-se que ele não julga que a gramática seja essencial para a instituição de uma linguagem. Um corolário disso é que aquilo que Wittgenstein chamou, de modo bastante geral, de regras gramaticais tampouco o são. Veremos que esta posição é o resultado de uma virada importante no pensamento de Wittgenstein, a partir da qual os conceitos de forma de vida e prática, bem como o papel da experiência, em geral, assumem posição fundamental em sua apresentação do que seja a linguagem. Com efeito, é partir destes conceitos que poderemos apresentar com alguma perspicuidade as fontes da normatividade da linguagem, em geral, e da gramática, em especial.
Título em inglês
Experience, Logic and Grammar: a study about the empirical conditions of normativity as presented in the second philosophy of Wittgenstein
Palavras-chave em inglês
Experience
Forms of life
Grammar
Language
Logic
Normativity
Practice
Rule
Resumo em inglês
The central topic of this dissertation is the analysis of the concept of grammar, as Wittgenstein uses it in the period of composition of the Philosophical Investigations. In this sense, we will show that he does not think that a grammar is an essential condition for the establishment of a language. A corollary of this latter point is that what Wittgenstein called, quite generally, rules of grammar does not constitute such a condition either. We will see that this position is the result of a major turning point in Wittgensteins thought, from which the concepts of form of life and practice, as well as the role of experience, in general, assume a key position in his presentation of what language is. Taking this concepts as point of departure, we intend to present with some perspicuity some sources of the normativity of language, in general, and of grammar, in particular.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.