• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-09022018-114649
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Daniel Camolezi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Silva, Franklin Leopoldo e (Presidente)
Bonnet, Christian
Braunstein, Jean-françois
Guillin, Vincent Philippe
Johanson, Izilda Cristina
Moura, Alex de Campos
Título em português
A causalidade em Henri Bergson: formação de um pensamento em contato com as ciências experimentais
Palavras-chave em português
Causalidade
Corpo
Criação
Duração
Invenção
Técnica
Resumo em português
Esta tese tem por objetivo compreender a formação e o papel do conceito de causalidade na filosofia de Henri Bergson (1859-1941), notadamente no período de 1889 a 1907. Sua primeira parte é dedicada à exposição da redefinição do conceito de causalidade dentro do Ensaio sobre os dados imediatos da consciência (1889). Neste livro, para que a causalidade torne-se certa causalidade psicológica, uma série de posicionamentos teve de ser tomada pelo filósofo no intuito de questionar a importância de tal conceito na determinação da experiência interna do tempo. É nosso propósito pôr em evidência como essa mudança é operada sobre bases filosóficas seguras. Na segunda parte deste trabalho, procuramos expor como Bergson abandona a via da teoria do conhecimento em prol de uma ontologia fundamentada em bases fisiológicas inseguras, notadamente no que concerne à ideia de corpo que o autor apresenta em Matéria e memória (1896). Do ponto de vista filosófico, sua concepção de subjetividade, definida a partir de um campo de possibilidades, deixa em aberto o modo como esse campo transforma-se, em retorno, da possibilidade à realidade. Dito de outro modo, o filósofo garante a especificidade da ação metafísica com precisão filosófica, mas não avança sobre o problema da realização com grau de precisão comparável. Com efeito, em algumas circunstâncias no ínterim de Matéria e memória (1896) e A evolução criadora (1907), Bergson ocupa-se do problema da realização em referência explícita ao próprio problema da causalidade. É dos desdobramentos conceituais desta causalidade concebida como sentimento do esforço que nos ocupamos aqui. Por fim, a terceira parte deste trabalho apresenta uma reflexão de conjunto sobre os pontos de vista acima mencionados. Nela, a relevância das duas causalidades é posta em destaque através da análise de um curso inédito de Georges Canguilhem, em que a problemática da causalidade na filosofia de Bergson é valorizada segundo o modo como procuramos entendê-la e expô-la nesta tese. Assim, a discussão das dificuldades da ação material poderá representar um prelúdio à compreensão da especificidade do problema da invenção técnica.
Título em inglês
Causality in Henri Bergson: the formation of a thought in contact with the experimental sciences
Palavras-chave em inglês
Body
Causality
Creation
Duration
Invention
Technique
Resumo em inglês
This thesis aims to understand the formation and the role of the causality concept in the philosophy of Henri Bergson (1859-1941), notably in the period from 1889 to 1907. Its first part is devoted to exposing the redefinition of causality concept within Time and Consciousness (1889). In this book, a set of statements were assumed by the philosopher so that causality in general becomes a sort of psychological causality, particularly in order to question the importance of the concept of causality itself in determining the inner experience of time. It is our intent to underscore how this change is operated on a cautious philosophical basis. In the second part of this work, we try to disclose how Bergson abandons the path of knowledge theory on behalf of an ontology based on incautious physiological bases, notably regarding the idea of body, which the author presents in Matter and memory (1896). From a philosophical point of view, his conception of subjectivity, defined within a field of possibilities, leaves open the way in which this field is backwards transformed from possibility to reality. Put differently, the philosopher reassures with philosophical accuracy the specificity of metaphysical action, but does not advance the problem of its achievement with a comparable degree of precision. Indeed, in some circumstances in the interim of Matter and Memory (1896) and The Creative Evolution (1907), Bergson dedicates to the problem of realization in explicit reference to the very problem of causality. It is from the conceptual unfoldings of that causality conceived as the feeling of effort that we are concerned here. Finally, the third part of the thesis presents an overall reflection on the points of view mentioned above. In it, the relevance of the two causalities is highlighted by the analysis of an unpublished course by Georges Canguilhem, in which the problem of causality in Bergson's philosophy is valued according to the way in which we try to understand and reveal it here. Thus, the discussion on the difficulties of material action may represent a prelude to the comprehension of the specificity of the problem of technical invention.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.