• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2014.tde-03032015-121613
Documento
Autor
Nome completo
Natália Giosa Fujita
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Suzuki, Marcio (Presidente)
Ferraz, Marcus Sacrini Ayres
Moutinho, Luiz Damon Santos
Pinto, Débora Cristina Morato
Ramos, Silvana de Souza
Título em português
A união do corpo e da alma n'A estrutura do comportamento
Palavras-chave em português
Behaviorismo
Comportamento
Corpo
Corpo e alma
Gestalt
Lacan
Merleau-Ponty
Neurofisiologia
Psicanálise
Psicologia da Gestalt
Resumo em português
Procuramos mostrar como a primeira das teses doutorais de Merleau-Ponty, A Estrutura do Comportamento, torna possível o retorno ao problema clássico da união do corpo e da alma, uma vez que, ao mesmo tempo em que faz a crítica do empirismo mecanicista que embasa as tentativas científicas (da neurofisiologia e da psicologia) de dar conta da vida orgânica e do comportamento, descobre nas descrições destes fenômenos um meio original em relação ao para-si suposto pelo criticismo como explicação e fundamentação última do conhecimento e limite para o que se pode dizer sobre o ser. Procuramos ademais sugerir as limitações do quadro conceitual em que o corpo e suas realizações, dentre as quais especialmente a percepção, podem voltar a desempenhar um papel decisivo na interrogação filosófica, em especial pela ênfase, a nosso ver excessiva, que o autor faz recair sobre a articulação entre símbolo e verdade e pela falta de descrição positiva da articulação entre as formas chamadas inferiores do comportamento ligadas ao instinto, à vida orgânica e a uma temporalidade circular - e o nível simbólico remetido à verdade, à liberdade e à História
Título em inglês
The union of body and soul in The Structure of Behavior
Palavras-chave em inglês
Behavior
Behaviorism
Body
Body and soul
Gestalt
Gestalt psychology
Lacan
Merleau-Ponty
Neurophysiology
Psychoanalysis
Resumo em inglês
We try to show how Merleau-Ponty's first doctoral thesis, The Structure of Behavior, allows for a comeback of the classical problem of the union of body and soul, once it criticizes the mechanicist empirism founding the scientific attempts (from neurophysiology and psychology) to explain the organic life and behavior, while unearthing in those fenomena a milieu that differs from the transcendental self embedded in criticism as a final explanation and foundation of knowledge, and as the limit to what one can say about being. We also try to point out to the limits of such conceptual framework, in which body and its performances, specially perception, may again play a crucial role in philosophical investigation, in particular because of excessive emphasis placed upon the connection between symbol and truth, and for a lack of positive description of the articulation between the so-called inferior forms of behavior connected to instincts, organic life and circular time and the symbolic level related to truth, freedom and History
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-03-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.