• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Valdinei Aparecido Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Negrao, Lisias Nogueira (Presidente)
Campos, Leonildo Silveira
Pereira, Joao Baptista Borges
Pierucci, Antonio Flavio de Oliveira
Velho, Otávio Guilherme Cardoso Alves
Título em português
Protestantismo e modernidade no Brasil
Palavras-chave em português
Evangélico
Modernidade
Protestantismo
Reflexividade
Religião
Resumo em português
Esta tese tem por tema as relações entre protestantismo e modernidade no Brasil. O objetivo primordial é a compreensão das transformações nas relações entre o protestantismo e a modernidade no Brasil. Para alcançar o objetivo, utilizamos, no exame do tema, a sociologia compreensiva de matriz weberiana. A investigação sociológica, que reservou lugar de destaque para o protestantismo na emergência da modernidade ocidental, passou, de um lado, a interessar-se pela compreensão e explicação do declínio da religião protestante na sociedade moderna e, de outro, se as religiões pentecostais na América Latina mantinham ainda afinidades com o protestantismo e com a modernidade. O protestantismo valeu-se, para sua inserção no Brasil, a partir de meados do século XIX, de sua afinidade com a modernidade representada pelos Estados Unidos. Todavia, o significado da modernidade para o protestantismo foi sendo alterado ao longo do século XX. A primeira transformação nas relações entre protestantismo e modernidade no Brasil ocorreu quando a identificação com a herança moderna norte-americana passou do questionamento, nas primeiras décadas do século XX, à rejeição completa, na década de sessenta, por setores enraizados no liberalismo teológico. A segunda transformação nas relações do protestantismo com a modernidade no Brasil é encontrada na introdução da reflexividade no campo do conhecimento teológico. No esforço de apresentar-se como religião moderna, o protestantismo de inspiração liberal utilizou a reflexividade para reinterpretar a Bíblia à luz da cultura e da razão e para redefinir suas relações com o catolicismo romano. De tempos em tempos, ao longo do século XX, assistiram-se polarizações no interior do campo protestante brasileiro em torno de esforços de acomodação e de rejeição dos pressupostos cognitivos da modernidade, representados pela reflexividade. A sociologia do protestantismo brasileiro privilegiou a análise dos grupos protestantes, reunidos em torno da rejeição da reflexividade, usualmente denominados como fundamentalistas. Demonstramos que a atitude de acomodação aos pressupostos cognitivos da modernidade tem tido presença constante no protestantismo brasileiro, e a sua condição minoritária no campo religioso protestante não se explica apenas por meio da repressão sofrida por parte dos setores conservadores, mas levando-se em conta também a própria natureza das crenças liberais. A repressão conservadora oferece aos setores liberais a oportunidade para realização de rituais de ruptura, que, no caso do protestantismo, consistem basicamente nalguma transgressão no campo das idéias e das palavras. A particularidade do protestantismo reside na construção de sua identidade em relação íntima com a modernidade, seja de rejeição, seja de acomodação.
Título em inglês
Protestantism and modernity in Brazil.
Palavras-chave em inglês
Evangelical
Modernity
Protestantism
Reflexivity.
Religion
Resumo em inglês
The theme of this thesis is the relations between Protestantism and modernity in Brazil. The primary goal is the understanding of the transformations in the relations between Protestantism and modernity in Brazil. In order to achieve the objective we used in the examination of the theme, the sociology of the comprehensive Weberian matrix. The sociological research that reserved a place of prominence for Protestantism in the emergence of a western modernity, has become, on one hand, interested in the understanding and explanation of the decline of Protestant religion in modern society and, on the other hand, if the Pentecostal religions in Latin America still maintained affinities with Protestantism and with modernity. Due to its affinity with the modernity represented by the United States, the Protestantism was inserted in Brazil in the mid-nineteenth century. However, the meaning of modernity for Protestantism changed over the twentieth century. The first transformation in the relations between Protestantism and modernity in Brazil occurred when the identification with the modern legacy of the North American, changed from questioning, in the first decades of the twentieth century, to the complete rejection in the sixties by the theological liberalism. The second transformation in the relations of Protestantism with modernity in Brazil was found in the introduction of reflexivity in the field of theological knowledge. In the effort to present as a modern religion, the Protestantism of a liberal inspiration used the reflexivity to reinterpret the Bible in the light of culture and reason and to redefine its relations with Roman Catholicism. From time to time, throughout the twentieth century, we saw a polarization within the Protestant Brazilian field around efforts of accommodation and rejection of cognitive assumptions of modernity, represented by the reflexivity. The sociology of the Brazilian Protestantism focused on the analysis of the Protestant groups gathered around the rejection of reflection, usually called fundamentalists. We demonstrate that the attitude of accommodation to the cognitive assumptions of modernity has constant presence in the Brazilian Protestantism and its minority condition in the Protestant religious field can not be explained only by means of repression suffered by the conservative sectors, but taking into account also the very nature of liberal beliefs. The conservative repression offers to the liberal sectors the opportunity to conduct rituals of disruption, which in the case of Protestantism, basically consists in some transgression in the field of ideas and words. The particularity of Protestantism lies in the construction of their identity in intimate relation with modernity, whether rejection or accommodation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-09-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.