• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2001.tde-05102001-114209
Documento
Autor
Nome completo
Isabela Pennella
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Paoli, Maria Celia Pinheiro Machado (Presidente)
Arbix, Glauco Antonio Truzzi
Sato, Leny
Título em português
LER: uma jornada de sofrimento no trabalho bancário.
Palavras-chave em português
bancários
estigma
identidade
processo saúde-doença
reestruturação produtiva
representações sociais
sofrimento
trabalho
Resumo em português
O objetivo desta dissertação é analisar as representações sociais presentes nos discursos de bancários adoecidos pelo trabalho. A hipótese básica sustenta que a relação saúde-trabalho-adoecimento contribui para a desconstrução/construção da identidade do trabalhador, à medida em que as relações sociais são transformadas por uma nova realidade mediatizada pela doença. As transformações trazidas pela reestruturação produtiva no setor e a conseqüente mudança no perfil bancário constituem o contexto econômico e social que contribuem para o adoecimento, afetando a subjetividade do trabalhador e as formas de sociabilidade, tendo em vista as perdas dos referenciais de identidade, espaço e tempo. Conclui-se que o adoecer, além de proporcionar a construção de novas identidades, constitui-se num processo de aprendizado, dinâmico e complexo, que consiste em assimilar e produzir conhecimentos e formas de ação.
Título em inglês
WRMD - A journey of suffering into banking work.
Palavras-chave em inglês
bank tellers
health-desease process
identity
productive restructuring
social representations
stigma
suffering
work
Resumo em inglês
The objetive of this work is to analyse the social representations produced by bank tellers made sick at work. The basic hipothesis argues that the relation between health-work-sickness contributes for disconstruction/construction of workers identity, if we think that social relations are transformed by a new reality mediate by sickness. The productive restructuring of the financial sector has changed the characterists of the bank tellers, and these points form the social and economic context that contribute for the sickness. They affect their subjectivity and sociability, because they lose their identity, space and time references. We conclude that: to become ill, beyond the possibilities to construct new identities, is a learning process, dinamic and complex, depends on assimilate and product knowledge and action forms.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2001-10-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.