• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.74.2018.tde-23022018-115237
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Moreira Mamede
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2017
Orientador
Banca examinadora
Trindade, Marco Antonio (Presidente)
Rabelo, Raimundo Nonato
Silva, Carlos Eduardo de Melo Viegas da
Vidal, Ana Maria Centola
Título em português
Avaliação das instalações e operações do manejo pré-abate de suínos em matadouro de pequeno porte e proposta de melhorias visando o bem-estar animal
Palavras-chave em português
Abate humanitário
Bem-estar animal
Estresse
Pocilgas
Suíno
Resumo em português
O manejo pré-abate representa grande desafio para os abatedouros frigoríficos de suínos, por esta ser uma espécie muito susceptível ao estresse. Embora o atendimento às legislações e diretrizes de bem-estar animal já sejam a realidade em grandes abatedouros frigoríficos, pouco ainda é aplicado em estabelecimentos menores, tais como os inspecionados pelos serviços de inspeção municipal e estadual. As adequações das pocilgas e equipamentos de contenção e insensibilização podem agregar valor aos produtos derivados de pequenos estabelecimentos, muitas vezes ocorre grande perda da matéria-prima ocasionada por estruturas e manejo inadequado, levando a estresse dos animais e perdas por contusões na musculatura. O objetivo do presente estudo foi avaliar as estruturas e operações do manejo pré-abate de suínos em um abatedouro e propor alterações para melhor eficiência destas operações, visando consequente melhoria do bem-estar animal. Para tanto, o presente trabalho foi dividido em três etapas, como segue: Etapa 1) Avaliou-se a eficiência da insensibilização de 509 suínos nas condições regulares do abatedouro (primeira fase) e após a realização de um treinamento dos funcionários e a substituição do equipamento de insensibilização (segunda fase). A eficiência da insensibilização foi verificada por meio dos sinais de respiração rítmica, movimentos oculares, pedaleio, endireitamento da cabeça e tentativa de recuperar a postura, vocalização e se o animal voltou a andar. O estudo revelou que apenas 28,28% dos suínos estavam adequadamente insensibilizados na primeira fase. Já na segunda fase, verificou-se uma importante melhoria, sendo que 82,55% estavam insensibilizados adequadamente. Etapa 2) Nas análises das instalações das pocilgas de recepção e espera existentes atualmente, verificou-se diversas inconformidades em relação à legislação vigente e às recomendações de bem-estar no manejo pré-abate de suínos. Foi proposta melhorias a serem realizadas visando melhorar o bem-estar animal e qualidade da carne, por meio do desenvolvimento do projeto das novas instalações para o desembarque, corredor de acesso, pocilgas de espera e matança dos suínos, incluindo o levantamento do valor para estas reformas, orçadas em R$ 128.480,27. Etapa 3) As estruturas da área de insensibilização e sangria também foram avaliadas e verificou-se diversas deficiências, tanto ergonômicas para os funcionários como para o bem-estar animal. Também neste caso foi proposto um projeto de melhorias para este setor, incluindo a instalação de um box de contenção e insensibilização e mesa de sangria, visando maior rapidez no processo, o que reduziria ainda mais os problemas de insensibilização inadequada verificados na Etapa 1. Conclui-se que simples treinamentos de funcionários e ajustes de equipamentos são importantes para melhorar o bem-estar no abate de suínos, e maiores investimentos precisam ser realizados nas estruturas de recepção e abate dos suínos para garantir o bem-estar animal adequado em todas as operações do manejo pré-abate do abatedouro estudado.
Título em inglês
Evaluation of the facilities and operations of the pre-slaughter management of pigs in small slaughterhouse and proposal of improvements aiming the animal well-being
Palavras-chave em inglês
Animal welfare
Humanitarian abatement
Pigstones
Stress
Swine
Resumo em inglês
The pre-slaughter management presents a great challenge for the slaughterhouses of pigs, because this is a species very susceptible to stress. Although compliance with animal welfare legislation and guidelines is already the reality in large slaughterhouses, little is still applied in smaller establishments, such as those inspected by the municipal and state inspection services. The adequacies of styes and containment and desensitization equipment can add value to products derived from small establishments, often a great loss of raw material caused by structures and improper handling, leading to animal stress and losses due to bruises on the musculature. The objective of the present study was to evaluate the structures and operations of the pre-slaughtering of pigs in a slaughterhouse and to propose changes to improve the efficiency of these operations, aiming at the consequent improvement of animal welfare. To do so, the present work was divided in three stages, as follows: Step 1) The efficiency of the desensitization of 509 pigs under the regular conditions of the slaughterhouse (first phase) and after the training of the employees and the replacement of the equipment (second phase). The efficiency of the desensitization was verified through the signs of rhythmic breathing, ocular movements, pedaling, straightening of the head and attempt to recover the posture, vocalization and if the animal returned to walk. The study revealed that only 28.28% of the pigs were adequately numbed in the first stage. In the second phase, there was an important improvement, with 82.55% being adequately numbed. Step 2) In the analysis of the facilities of the reception and waiting pens currently in existence, there were several non-conformities regarding current legislation and welfare recommendations on the pre-slaughtering of pigs. Improvements to animal welfare and meat quality have been proposed through the development of the new landing facility design, access corridor, porpoise and pig slaughtering facilities, including the assessment of the value of these facilities reforms, budgeted at R $ 128,480.27. Step 3) The structures of the area of desensitization and bleeding were also evaluated and there were several deficiencies, both ergonomic for employees and for animal welfare. Also in this case, a project of improvements for this sector was proposed, including the installation of a containment and desensitization box and bleeding table, aiming at a faster process, which would further reduce the problems of inadequate desensitization verified in Step 1. Concludes that simple employee training and equipment adjustments are important to improve welfare at pig slaughter, and greater investments need to be made in the reception and slaughtering structures of pigs to ensure adequate animal welfare in all operations of the pre-slaughtering management of the slaughterhouse studied.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME9141007COR.pdf (1.71 Mbytes)
Data de Publicação
2018-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.