• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.74.2015.tde-13102015-104350
Documento
Autor
Nome completo
Débora Caroline Gonçalves de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2015
Orientador
Banca examinadora
Savastano Júnior, Holmer (Presidente)
Miranda, Késia Oliveira da Silva
Moura, Daniella Jorge de
Pereira, Danilo Florentino
Titto, Evaldo Antônio Lencioni
Título em português
Percepção de suínos em relação ao ambiente térmico promovido por diferentes sistemas de resfriamento
Palavras-chave em português
Análise automática de imagens
Aspersão
Terminação
Termografia infravermelha
Teste de preferência
Resumo em português
O controle ambiental nas instalações pecuárias é um fator importante a ser levado em consideração para promover o bem-estar e otimizar a produção animal. Como o clima brasileiro é predominantemente tropical, sistemas de resfriamento são essenciais em instalações pecuárias em todo o país. Diferentes sistemas de resfriamento estão disponíveis no mercado brasileiro e, apesar de possuírem o mesmo objetivo, de atenuar a temperatura dentro do galpão, podem ser percebidos pelos animais de modos diferentes. O objetivo principal deste trabalho foi avaliar a percepção de suínos através de sua preferência em relação a diferentes sistemas de resfriamento do ambiente em uma câmara de preferência ambiental. Esta avaliação foi feita por meio do teste de preferência, que consiste em fornecer alternativas entre diferentes situações ou recursos, para que os animais transmitam suas respostas. Para tanto, foi utilizada uma câmara de preferência ambiental composta por quatro compartimentos interligados entre si por uma área neutra. Cada compartimento teve seu ambiente controlado independentemente, podendo assim fornecer, quatro diferentes tipos de sistemas de resfriamento: nebulização associada à ventilação forçada, ventilação forçada, aspersão e aspersão associada a ventilação forçada. Nesse estudo de preferência, dois grupos principais de suínos foram utilizados: os suínos-teste e os suínos-companhia. Os suínos-teste foram os animais com livre acesso aos distintos compartimentos da câmara e os suínos-companhia, por sua vez, ficaram confinados em seus respectivos sistemas. Para caracterização do ambiente no interior e no exterior da câmara, foram utilizados data-loggers para coleta das variáveis: temperatura ambiental, umidade relativa, temperatura de globo negro e ponto de orvalho; para determinação dos índices de conforto térmico: índice de temperatura de globo e umidade e entalpia. Também foi coletada a velocidade do ar com anemômetro digital. Foram verificadas medidas fisiológicas: frequência respiratória e temperatura de superfície corporal na região da nuca no horário das 14 horas. Para analisar o desempenho dos animais foi avaliado ganho de peso diário e conversão alimentar, além das medidas in vivo de espessura de toucinho, rendimento de carne magra e profundidade da área do lombo. Para avaliação do teste de preferência foram considerados dias que caracterizassem condições climáticas em que os sistemas de resfriamento estivessem em operação. Para isto vídeos coletaram e registraram as imagens e estas foram analisadas automaticamente e interpretadas como preferência por (ou rejeição de) certos ambientes através de frequência e tempo do suíno-teste em cada um dos ambientes. A câmara conseguiu atender os valores recomendados para o índice de temperatura de globo e umidade, temperatura ambiental e umidade relativa ao longo dos períodos do dia, os valores obtidos para entalpia estiveram acima do recomendado na literatura. Porém o desempenho da câmara foi satisfatório, uma vez que as medidas fisiológicas de frequência respiratória e temperatura superficial, e as variáveis de desempenho indicaram que os animais estavam em conforto térmico e obtiveram medidas de espessura de toucinho, rendimento de carne magra e profundidade da área do lombo característicos para a categoria. Em relação à preferência dos suínos-teste, observou-se a maior frequência de permanência nos sistemas de aspersão (40%) e aspersão associada à ventilação forçada (34,7%). Assim os resultados obtidos validaram o uso da câmara de preferência ambiental para experimentação com suínos a fim de verificar sua preferência em relação a diferentes ambientes térmicos com diferentes sistemas de resfriamento.
Título em inglês
Perception of pigs in relation to the thermal environment promoted by different cooling systems
Palavras-chave em inglês
Automatic image analysis
Finishing phase
Infrared thermography
Preference test
Sprinkler
Resumo em inglês
Environmental control in livestock buildings is an important factor to be taken into account to promote the welfare and optimize the animal production. As the Brazilian climate is predominantly tropical, cooling systems are essential in animal facilities across the country. Different cooling systems are available in the Brazilian market and, despite having the same goal, to mitigate the temperature inside the shed, they can be perceived by the animals in different ways. The aim of this study was to evaluate the perception of pigs through their preference in relation to the different environment of the cooling systems in an environmental preference chamber. This assessment was made by the preference test, which is to provide alternatives between different situations or resources, so that the animals transmit their responses. An environmental preference chamber was used, and consisted of four compartments connected to each other by a neutral area. Each compartment has its environmental conditions controlled independently, and may thus provide four different types of cooling system: nebulizer associated to forced ventilation, forced ventilation, sprinkler and sprinkler associated to forced ventilation. In this preference study, two main groups of pigs were used: the test-pigs and companion-pigs. The test-pigs were the animals with free access to the chamber and companion-pigs, in turn, were confined in their respective systems. To characterize the environment inside and outside the chamber, data-loggers were used to collect the variables: ambient temperature, relative humidity, black globe temperature and dew point; to determine the levels of index thermal comfort: globe temperature and humidity index and enthalpy. The air speed with digital anemometer also was collected. Physiological measures were also registered: respiratory rate and body surface temperature in the neck region in the schedule at 2pm. Daily gain and feed conversion were evaluated to analyze the performance of the animals in addition to the measures in vivo backfat thickness, lean yield and depth of loin area. The preference test considered days that characterize climatic conditions in which the cooling systems were in operation. The video images were collected and recorded and they were automatically analyzed and interpreted as a preference (or rejection) of certain environments through the frequency and time that test-pig in each environment. The environmental preference chamber conditions attended the recommended values for globe temperature and humidity index, ambient temperature and relative humidity over the periods of the day, and the values obtained for enthalpy were slightly above the recommended literature. The chamber performance was satisfactory since the physiological measures respiratory rate and body surface temperature and the performance variables indicated that the animals were in thermal comfort and obtained backfat thickness, lean yield and depth of loin area measures, characteristic for the category. Regarding the preference of the test-pigs, the highest frequency was observed in sprinkler (40%) and sprinkler associated to forced ventilation (34,7%) systems. Thus the results validated the use of the environmental preference chamber for experimentation with pigs in order to verify their perception to different thermal environments with different cooling systems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO3744019COR.pdf (2.71 Mbytes)
Data de Publicação
2015-10-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.