• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.74.2009.tde-26112009-112148
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Gouvêa Franco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2009
Orientador
Banca examinadora
Faria, Douglas Emygdio de (Presidente)
Garcia, Edivaldo Antonio
Gomes, Jacinta Diva Ferrugem
Título em português
Ácidos orgânicos como alternativa ao uso de antimicrobiano melhorador de desempenho em frangos de corte
Palavras-chave em português
Acidificantes
Antibióticos
Aves
Desempenho
Morfometria intestinal
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da suplementação de diferentes associações de ácidos orgânicos como alternativa ao uso de antimicrobiano melhorador de desempenho em frangos de corte de 1 a 41 dias. Foram utilizadas 1296 aves distribuídas em blocos casualizados com seis tratamentos e seis repetições com 36 aves por unidade experimental. Os tratamentos foram: controle negativo - dieta basal sem adição de antimicrobiano ou ácidos orgânicos; controle positivo - dieta basal com 0,005% de Halquinol, sem adição de ácidos orgânicos; dieta basal com 0,2% da Mistura A (ácidos orgânicos protegidos); dieta basal com 0,2% da Mistura A e 0,2% da Mistura B (ácidos orgânicos e sal ácido livres); dieta basal com 0,2% da Mistura A e 0,04% da Mistura C (ácidos orgânicos livres) adicionada na água de bebida; dieta basal com 0,4% da Mistura A. Foram avaliadas características de desempenho e morfologia intestinal das aves. O índice de conversão alimentar (CA) dos tratamentos com ácidos orgânicos foi significativamente (P=0,042) melhor do que a CA do controle positivo no período de 1 a 21 dias de idade. No período de 1 a 35 dias, o ganho de peso (GP) dos animais tratados com ácidos orgânicos foi significativamente maior (P=0,031) quando comparado aos animais que receberam o antimicrobiano. Para o ciclo completo de produção de 1 a 41 dias de idade, a associação das misturas de ácidos orgânicos protegidos adicionados na ração e ácidos orgânicos livres adicionados na água foi a mais eficiente comparado aos demais tratamentos em relação a CA (P=0,05 e P<0,05). Quanto a viabilidade e o índice de eficiência produtiva (IEP), ambos foram significativamente superiores (P = 0,008 e P = 0,007, respectivamente) para os animais suplementados com ácidos orgânicos quando comparados aos que receberam antimicrobiano. Avaliando a morfometria intestinal aos 7 dias, apenas a associação da mistura de ácidos protegidos com a mistura de ácidos livres fornecidos via ração, apresentou maior relação vilo:cripta (V:C) no jejuno (P = 0,017) comparado ao controle positivo. Não houve diferença significativa no duodeno e jejuno entre os demais tratamentos quanto a altura dos vilos, profundidade de criptas e V:C. Portanto, conclui-se que a suplementação de ácidos orgânicos pode ser uma alternativa viável aos antimicrobianos melhoradores de desempenho.
Título em inglês
Organic acids as alternative to antimicrobial growth promoter in broilers
Palavras-chave em inglês
Acidifiers
Antibiotics
Birds
Intestinal morphometry
Performance
Resumo em inglês
The purpose of this study was to evaluate the effect of different associations of organic acids supplementation as alternative to antimicrobial growth promoter in broilers from 1 to 41 days. It was conducted an experiment with 1296 birds distributed in a randomized block design with six treatments and six replications of 36 chicks each. The treatments were: negative control basal diet without antimicrobial and acids; positive control basal diet with 0.005% of Halquinol without acids; basal diet with 0.2% of Mixture A (blend of protected organic acids); basal diet with 0.2% of Mixture A and 0.2% of Mixture B (blend of free organic acids and salt acid); basal diet with 0.2% of Mixture A and 0.04% of Mixture C (blend of free organic acids) added in drinking water; basal diet with 0.4% of Mixture A. Performance and intestinal morphometry were evaluated. The feed conversion ratio (FCR) of organic acids treatments were significantly better (P = 0.042) than positive control at 21 days. Evaluating the period from 1 to 35 days, the body weight gain (BWG) of the birds treated with organic acids were significantly higher (P = 0.031) than birds that received antibiotic. Considering the total period of rearing from 1 to 41 days, the association of protected organic acids added in feed with free organic acids added in drinking water was the most efficient in FCR compared to the others treatments (P=0.05 and P<0.05). Concerning viability and production efficiency index (PEI), both were significantly higher (P = 0.008 and P = 0.007, respectively) for the organic acid treatments than positive control. Evaluating intestinal morphometry at 7 days, only the association of protected blend with free organic acids blend supplied by feed had significantly higher villi:crypt ratio (V:C) (P = 0.017) in jejunum compared with positive control. There were no significantly differences in duodenum and jejunum between the other treatments concerning villi height, crypt depth and V:C. Therefore, it is possible to conclude that organic acids supplementation could be an feasible alternative to antimicrobials growth promoter.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME2838811.pdf (647.96 Kbytes)
Data de Publicação
2009-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.