• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.74.2014.tde-11122014-143206
Documento
Autor
Nome completo
Gisele Fernanda Greghi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2014
Orientador
Banca examinadora
Saran Netto, Arlindo (Presidente)
Pereira, Angélica Simone Cravo
Fukumasu, Heidge
Título em português
Avaliação do perfil de expressão gênica de bovinos suplementados com selênio, vitamina E e óleo de canola: a interação dieta-gene-qualidade da carne
Palavras-chave em português
NFE2L2
Ácidos graxos
Antioxidantes
Colesterol
Lipídios
Nutrição
Resumo em português
A produção mundial de carne bovina corresponde a 58,856 milhões de toneladas, das quais 9,92 milhões de toneladas de carne são produzidas pelo Brasil. Com o maior rebanho bovino comercial (aproximadamente 209 milhões de bovinos), nosso país ocupa posição de destaque no mercado da carne bovina: 1º em exportação (2,03 milhões de toneladas) e 2º em produção e consumo (40 kg/habitante/ano). Ao longo dos anos a produção de carne bovina aumentou, assim como as críticas no campo da saúde humana devido ao seu alto teor de ácidos graxos saturados e a possível, mas ainda questionável relação com doenças cardiovasculares, diabetes e câncer. Por estas razões uma série de pesquisas tem sido realizada na tentativa de alterar a composição do perfil de ácidos graxos da carne, o que consequentemente afeta sua estabilidade oxidativa . Para avaliar a influência de componentes específicos da dieta sobre as respostas do organismo e seus efeitos sobre a produção e a qualidade de carne, tem se avaliado a expressão individual de genes, ou seja, tem se utilizado a transcriptômica. A partir do uso desta ferramenta, o presente estudo avaliou a interação entre a suplementação com selênio, vitamina E e/ou óleo de canola e a expressão de genes-chave na regulação das vias antioxidante, lipogênica e colesterolêmica na espécie bovina. Bovinos Nelore (n=48) não castrados, peso inicial ±350 kg, alocados em calan gate nas dependências do Departamento de Zootecnia da FZEA-USP Pirassununga, SP foram divididos em 4 grupos : Controle (C): dieta base; (Se + Vit E): 2,5 mg de Se e 500 UI de vitamina E /kg de MS; (Canola): adição de 3% de óleo de canola/kg de MS; (Se + Vit E + Canola): adição de 2,5mg de Se, 500 UI de vitamina E e 3% de óleo de canola /kg de MS. Ao final de 12 semanas, foram abatidos (peso final ±456 kg) e amostras de fígado, músculo L. dorsi e tecido adiposo subcutâneo coletadas para análise da expressão gênica de NFE2L2, GPX1, GPX4, GSR, GCLG, GSS, SREBF1, PPARA, SCD, HMGCR, ACAT1, ACAT2 e LCAT. Os dados foram analisados pelo PROC MIXED SAS (2005), as médias foram comparadas por meio de contrastes avaliados pelo teste t de Student e a correlação entre as expressões gênicas hepáticas foram estimadas por meio do coeficiente de correlação de Pearson. O tecido hepático foi mais sensível às mudanças na taxa de transcrição de mRNA. Os animais que receberam a suplementação com Se junto a Vitamina E apresentaram maior expressão de genes citoprotetores (NFE2L2, P≤0,05; GPX1, P≤0,08; GPX4, P≤0,03; GSS, P≤0,06), lipogênico (SCD, P≤0,06) e colesterolêmico (HMGCR, P≤0,06) em relação aos que receberam o óleo de canola. Estes, por sua vez, apresentaram maior quantidade de mRNA para LCAT (P≤0,05) em relação aos que receberam suplementação com antioxidantes. As expressões gênicas de SREBF1 (lipogênico; P≤0,03) e ACAT1 (colesterolêmico; P≤0,08) foram maiores para os animais que receberam estes antioxidantes associados ao óleo de canola em comparação aos que receberam tais nutrientes de forma segregada. Os resultados estimulam estudos com estes antioxidantes e fontes de ácidos graxos poli-insaturados como o óleo de canola diante do potencial destes, seja para a qualidade da carne, seja para uso terapêutico na saúde animal ou do homem. Contudo, é necessário cautela, pois estes antioxidantes podem tanto induzir genes citoprotetores, quanto genes lipogênicos e colesterolêmicos e, a maneira pela qual tal ativação ocorre sugere a participação do NFE2L2.
Título em inglês
Evaluation of gene expression profile in cattle supplemented with selenium, vitamin E and canola oil: the interaction diet-gene-meat quality
Palavras-chave em inglês
NFE2L2
Antioxidants
Cholesterol
Fatty acids
Lipids
Nutrition
Resumo em inglês
World beef production corresponds to 58.856 million tons, of which 9.92 million tons of meat are produced by Brazil. With the largest commercial cattle herd (approximately 209 million animals), our country occupies a prominent position in the beef market: 1st in exports (2.03 million tons) and 2nd in production and consumption (40 kg / capita /year). Over the years, beef production increased, as critical in the field of human health due to its high content of saturated fatty acids and a possible but still questionable relationship with cardiovascular disease, diabetes and cancer. For these reasons a lot of research has been conducted in an attempt to change the composition of the meat fatty acids, which consequently affects the oxidative stability of the meat. To evaluate the influence of specific dietary components on the responses of the body and its effects on the production and quality of meat, has evaluated the expression of individual genes, or has used transcriptomics. From the use of this tool, the present study evaluated the interaction between supplementation with selenium, vitamin E and/or canola oil and the expression of key genes in the regulation of antioxidant, lipogenic and cholesterolemic pathways in cattle. Nelore (n= 48) uncastrated, initial weight ± 350kg, allocated in calan gate in the Department of Animal Science, FZEA Pirassununga-USP, SP were divided into 4 groups: Control (C): basic diet; (Se + Vit E): 2.5 mg Se and 500 IU vitamin E/kg DM; (Canola): addition of 3% canola/kg of DM oil; (Se + Vit E + Canola): adding 2.5 mg Se, 500 IU vitamin E and 3% canola/kg of DM oil. After 12 weeks, they were slaughtered (final weight ± 456 kg) and samples of liver, L. dorsi muscle and subcutaneous adipose tissue collected for analysis of gene expression of NFE2L2, GPX1, GPX4, GSR, GCLG, GSS, SREBF1, PPARA, SCD, HMGCR, ACAT1, ACAT2 and LCAT. Data were analyzed using PROC MIXED (SAS 2005), the means were compared by contrasts evaluated by Student's t test and the correlation between hepatic gene expression were estimated using the Pearson correlation coefficient. The liver tissue was more sensitive to changes in the rate of transcription of mRNA. Animals that received supplementation with Vitamin E and Se had higher expression of cytoprotective genes (NFE2L2, P≤0.05; GPX1, P≤0.08; GPX4, P≤0.03; GSS, P≤0.06), lipogenic (SCD, P≤0.06) and cholesterolemic (HMGCR, P≤0.06) compared to those receiving canola oil. These, in turn, showed a higher amount of mRNA for LCAT (P≤0.05) than those who received supplementation with antioxidants. The gene expressions of SREBF1 (lipogenic, P≤0.03) and ACAT1 (cholesterolemic, P≤0.08) were higher for animals receiving these antioxidants associated with canola oil compared to those which received these nutrients isolated. These results stimulate more studies about antioxidants and polyunsaturated fatty acids such as canola oil because of their potential either for the quality of the meat, either for therapeutic use in animal or human health. However, caution is needed because these antioxidants can both induce cytoprotective genes, as well as lipogenic and cholesterolemic genes, and the way this activation occurs suggests the involvement of NFE2L2.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME5629358COR.pdf (2.90 Mbytes)
Data de Publicação
2015-02-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SARAN NETTO, A., et al. Influência da nutrição sobre a produtividade e qualidade do leite de Búfalas. Ensaios e Ciência (Campo Grande. Impresso), 2011, vol. 14, p. 137-146.
  • SARAN NETTO, A., et al. Parcial replacement of soy bean meal by urea on Girolanda lactation cows ration. Journal of Health Science, 2011, vol. 29, p. 139-142.
  • SARAN NETTO, A., et al. Influence os the minerals selenium and copper in the rumen metabolism and performance of feedlot cattle. In Reunión de la Asociación Latinoamericana de Producción Animal, Montevideo, 2011. XXII Reunión de la Asociación Latinoamericana de Producción Animal., 2011. Resumo.
  • SARAN NETTO, A., et al. Perfil de ácidos graxos do leite frente a inclusão de óleo de girassol, selênio e vitamina e na dieta de vacas Jersey. In Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Belém- Pa, 2011. Anais 48 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia., 2011. Resumo.
  • Cabral, A.R., et al. Efeitos da adição da casca de soja ou polpa cítrica sobre a fermentação da silagem utilizando bagaço de malte. In Simpósio Internacional de Iniciação Científica, Piracicaba, 2011. Anais do Simpósio Internacional de Iniciação Científica Siicusp 2011., 2011. Resumo.
  • Greghi, G.F., et al. Desempenho de novilhos Nelore terminados em confinamento frente a fontes orgânicas e inorgânicas de enxofre. In Mostra Científica, Uberaba, 2011. 1ª Mostra Científica Expoinel., 2011. Resumo.
  • Greghi, G.F., et al. Parâmetros bromatológicos e digestibilidade in vitro da silagem de resíduo úmido de cervejaria com níveis de polpa cítrica e casca de soja. In Simpósio Internacional de Iniciação Científica, Piracicaba, 2011. Anais do Simpósio Internacional de Iniciação Científica Siicusp 2011., 2011. Resumo.
  • SARAN NETTO, A., et al. Respostas em parâmetros sanguíneos, na produção e composição do leite, devido a inclusão do óleo de girassol, selênio orgânico e vitamina E na dieta de vacas em lactação. In Reunião da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Salvador, 2010. Anais da 47 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia., 2010. Resumo.
  • SARAN NETTO, A., Greghi, G.F., e ZANETTI, M. A. Produção e estabilidade oxidativa do leite de vacas Jersey suplementadas com óleo de girassol, selênio e vitamina E. In Simpósio Internacional de Iniciação Científica, Piracicaba, 2010. Anias do 18 SIICUSP., 2010. Resumo.
  • SARAN NETTO, A., Greghi, G.F., e ZANETTI, M. A. Saúde da glândula mamária, composição e produção de leite de vacas Jersey em lactação suplementadas com óleo de girassol, selênio e vitamina E. In Congresso Nanional de Iniciação Científica, São Paulo, 2010. Anais do 10 CONIC., 2010. Resumo.
  • Silva, K.P., et al. Análise microbiológica na silagem de resíduo de cervejaria utilizando diferentes aditivos no processo de silagem. In Simpósio Internacional de Iniciação Científica, Piracicaba, 2011. Anais do Simpósio Internacional de Iniciação Científica Siicusp 2011., 2011. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.