• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Helena Fagundes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2003
Orientador
Banca examinadora
Guimarães, Elizabeth Oliveira da Costa Freitas (Presidente)
Benites, Nilson Roberti
Oliveira, Carlos Augusto Fernandes de
Título em português
Ocorrência de resíduos de antimicrobianos utilizados no tratamento de interrupção de lactação no início da lactação subsequente em animais com período seco recomendado
Palavras-chave em português
período seco
qualidade do leite
resíduos antimicrobianos
vaca seca
Resumo em português
O objetivo do trabalho foi avaliar a ocorrência de resíduos de antimicrobianos (RA) no leite no pós-parto (PP) de vacas leiteiras tratadas no período seco (PS). Utilizou-se 74 animais distribuídos em 3 grupos: (1) 0,25 g de cefalônio anidro, (2) 100 mg de hidroiodeto de penetamato + 280 mg de penicilina benetamina + 100 mg de sulfato de framicetina, (3) 297,92 mg de benzilpenicilina procaína + 121,95 mg de monoidrato sódico de nafcilina + 34,23 mg de sulfato de diidroestreptomicina. Na secagem realizaram-se os testes de CMT e Tamis e foram colhidas amostras para exame microbiológico. No PP realizou-se o mesmo procedimento além da colheita das amostras para RA. Para análise dos RA utilizou-se o Delvotest®SP. A ocorrência de RA no leite dos quartos mamários (QM) de animais tratados na secagem nas propriedades A, B e C foi: 18%, 22,2% e 26,5%, com média de 19,4%. A ocorrência de RA foi maior, quando o PS foi menor que 60 dias (P< 0,0015) e quando o intervalo tratamento colheita (ITC) foi menor que 70 dias (P< 0,0189). Os resultados evidenciaram que a presença de RA no leite ocorreu predominantemente em todos os QM e em pelo menos três deles, aumentando a possibilidade de contaminação dos tanques de pequena mistura. Não foi detectada diferença estatística quanto aos medicamentos utilizados, produção na secagem, produção na lactação, presença de processo inflamatório e infecção intramamária. O PS preconizado como ideal por proporcionar à glândula mamária tempo necessário para involução, colostrogênese e nova lactação (60 dias), não constitui garantia de isenção de RA no leite no PP, uma vez que, 19,4% dos QM tratados na secagem, com PS entre 60 a 70 dias, apresentaram RA no leite. E ao ser realizada a análise custo: benefício verificou-se que a utilização do teste de triagem antes da liberação do leite para consumo, comparado ao descarte de leite, mostrou-se economicamente mais interessante.
Título em inglês
Ocurrence of antimicrobials residues used in dry cow therapy in the subsequent lactation in cows with recomended dry period
Palavras-chave em inglês
antimicrobials residues
dairy cows
drying off therapy
milk quality
postpartum milk
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the occurrence of antimicrobials residues (AR) used in dry cow therapy, in the postpartum (PP) milk of dairy cows. Seventy-four animals were assigned in 3 groups: (1) 0,25 g de cefalônio anidro, (2) 100 mg de hidroiodeto de penetamato + 280 mg de penicilina benetamina + 100 mg de sulfato de framicetina, (3) 297,92 mg de benzilpenicilina procaína + 121,95 mg de monoidrato sódico de nafcilina + 34,23 mg de sulfato de diidroestreptomicina). Stripcup and CMT exams were carried out, either at the drying off and PP. Milk samples for microbiological examination were collected in both periods. In the PP, milk samples were collected to evaluated the occurrence of AR. Samples were screened for AR using Delvotest®SP. The occurrence of AR in milk of mammary quarters (MQ) treated at drying off in farms A, B and C were 18%, 22.2% and 26.5% respectively, with 19,4% average. The AR occurrence was higher when the dry period (DP) was less than 60 days (P< 0,0015) and when postpartum sampling Interval (PSI) was less than 70 days (P< 0,0189). The results showed that AR in milk, due to drying therapy, predominantly occurred in all MQ and in at least three of them, increasing the possibility of contamination of bulk tanks. It was not detected any statistical difference in relation to: the antibiotics used, production at drying off, milk production during lactation, and presence of inflammatory process and intramammary infection. The DP praised as ideal for providing the mammary gland time to involution, colostrogenesis and new lactation (60 days), does not constitute guarantee for AR absence in milk in PP, when 19,4% of the MQ with DP between 60 to 70 days, had presented AR in milk. A cost: benefit analysis verified that the use of the test was useful and was economically more interesting compared with a longer period of milk discarding.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
3631351.pdf (329.74 Kbytes)
Data de Publicação
2004-03-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.