• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.71.2014.tde-26092014-160812
Documento
Autor
Nome completo
João Carlos Moreno de Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Araujo, Astolfo Gomes de Mello (Presidente)
Dias, Adriana Schmidt
Vialou, Agueda Vilhena
Título em português
Cognição e cultura no mundo material: os Itaparicas, os Umbus e os "Lagoassantenses"
Palavras-chave em português
Arqueologia Cognitiva
Holoceno Inicial
Lagoa Santa
Tecnologia Lítica
Tradição Itaparica
Tradição Umbu
Resumo em português
A partir de uma abordagem que considera as ciências cognitivas como um caminho eficaz para buscar compreender o homem e a cultura através de vestígios materiais, a presente pesquisa teve como objetivo central entender os processos cognitivos da relação "homem x paisagem", de grupos que ocuparam o Brasil durante o Holoceno Inicial, através da análise de algumas indústrias líticas. O método de análise proposto não privilegia apenas os artefatos formais destas indústrias, mas todos os vestígios líticos provenientes da vida de um artefato. As indústrias líticas em questão tratam-se das indústrias classificadas pelo Programa Nacional de Pesquisas Arqueológicas (PRONAPA), nas décadas de 1960 e 1970, como pertencentes às culturas arqueológicas "Tradição Itaparica" e "Tradição Umbu", e uma indústria proveniente da região de Lagoa-Santa, Minas Gerais. Esta análise proporcionará dados que posteriormente servirão como base para compreender as razões da distinção entre estas indústrias que surgiram no Brasil entre 12.000 - 9.000 AP, além de contribuir na construção de modelos de construção de conhecimento humano em diferentes sociedades pré-históricas.
Título em inglês
Cognition and culture in the material world: the Itaparicas, the Umbus and the "Lagoassantenses"
Palavras-chave em inglês
Cognitive Archaeology
Early Holocene
Itaparica Tradition
Lagoa Santa
Lithic Technology
Umbu Tradition
Resumo em inglês
From an approach that considers the cognitive sciences as an effective way to try to understand man and culture through material remains, this research project has as main objective to understand the cognitive processes of the "human x environment" relationship, from groups that occupied the Brazilian territory during the Initial Holocene, trough the analysis of some lithic industries. The proposed analysis method focuses not only the formal artifacts of these industries, but all traces of life from the lithic artifact. The referenced lithic industries are the industries classified by the National Program of Archaeological Research (PRONAPA) in the 1960s and 1970s, as belonging to the archaeological cultures "Tradition Itaparica" and " Tradition Umbu", and also an industry from the region of Lagoa Santa, Minas Gerais. This analysis will provide data that allows having a basis for understanding the reasons for the distinction between those industries that emerged in Brazil between 12,000 BP and 9,000 BP, and contribute in the formulation of building human knowledge models in different prehistoric societies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.