• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2018.tde-20092018-172944
Documento
Autor
Nome completo
Rafaela Schaefer
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Guimarães, Maria Isabel Filipe de Oliveira Braga da Cruz (Presidente)
Cerqueira, Maria Manuela Amorim
Fernandes, Sérgio Joaquim Deodato
Fracolli, Lislaine Aparecida
Martins, Maria de Lurdes dos Santos
Vieira, Margarida Maria da Silva
Zoboli, Elma Lourdes Campos Pavone
Título em português
Sofrimento moral: avaliação de risco em enfermeiros.
Palavras-chave em português
Desenvolvimento de instrumentos
Enfermagem
Ética em enfermagem
Prática profissional
Sofrimento moral
Resumo em português
O sofrimento moral é descrito na literatura como o sentimento resultante do impedimento à uma ação considerada moralmente apropriada, devido, sobretudo, a obstáculos institucionais, como a falta de recursos e a carga de trabalho. As consequências envolvem sintomas físicos, como mal estar, choro e desordens do sono e sintomas psicológicos, como frustração, impotência e culpa, além de implicações organizacionais, principalmente relacionadas com afastamentos e abandono do emprego. Considerando que o contexto de trabalho pode influenciar na vivência de situações moralmente problemáticas, o objetivo do estudo foi analisar o fenômeno do sofrimento moral em enfermeiros no Brasil e em Portugal. Trata-se de uma pesquisa metodológica para desenvolvimento, busca de evidências de validade e refinamento de um instrumento de pesquisa. A investigação partiu da análise de 38 estudos da literatura para construção de uma escala para identificação de fatores de risco para sofrimento moral. A busca por evidências de validade incluiu uma análise de juízes, para validação de conteúdo, e uma análise fatorial exploratória, para validação de constructo, com uma amostra de 268 enfermeiros brasileiros e 278 enfermeiros portugueses. O resultado foi uma escala com evidência de validade para ambos os países, com Alpha de Cronbach de 0,913 e 0,790, teste de Kaiser-Meyer Olkin de 0,869 e 0,914 e índice de Bartlett significativo (p <0,001) para Brasil e Portugal, respectivamente. Cerca de 59,8% da variância é explicada por 30 itens, divididos em sete fatores, na versão brasileira, e cerca de 53,9% da variância é explicada por 20 itens, divididos em 4 fatores, na versão portuguesa. A vivência de fatores de risco para sofrimento moral foi considerada moderada no Brasil e baixa em Portugal. As variáveis que mostraram associação significativa com maiores médias totais de risco nos dois países foram o tipo de serviço, as horas de trabalho, estar em sofrimento moral e ter a intenção de deixar o emprego atual. Pesquisas no âmbito do sofrimento moral podem, entre outros aspectos, auxiliar na identificação dos desafios e das dificuldades que mais preocupam os enfermeiros em seu contexto de trabalho. No intuito de contribuir no desenvolvimento de estratégias de enfrentamento e melhorar a retenção e a satisfação profissional, pesquisas acerca do sofrimento moral podem refletir positivamente na qualidade dos cuidados.
Título em inglês
Moral distress: risk assessment in nurse
Palavras-chave em inglês
Instrument development
Moral distress
Nursing
Nursing ethics
Professional practice
Resumo em inglês
Moral distress is described as the feeling resulting from the impediment to an action considered morally appropriate, mainly due to institutional obstacles such as the lack of resources and the high workload. Main consequences are physical symptoms, such as malaise, crying and sleep disorders and psychological symptoms, such as frustration, impotence and guilt, as well as organizational implications, mainly related to withdrawal and abandonment of employment. Considering that the work context may influence the experience of morally problematic situations, the objective of these study was to analyze the phenomenon of moral distress among nurses in Brazil and in Portugal. It is a methodological research for development, searching for evidence of validity and refinement of a research instrument. The research started with the analysis of 38 studies for the construction of a scale to identify risk factors for moral distress. The search for evidence of validity included an analysis of judges, for content validation, and an exploratory factorial analysis, for construct validation, with a sample of 268 Brazilian nurses and 278 Portuguese nurses. The result was a scale with evidence of validity, Cronbachs Alpha of 0,913 and 0,790, Kaiser-Meyer Olkin test of 0,869 and 0,914 and a significant Bartlett (p <0,001). About 59,8% of the variance was explained by 30 items, divided into seven factors in the Brazilian version, and about 53,9% of the variance was explained by 20 items, divided into four factors in the Portuguese version. The experience of risk factors for moral distress was considered moderate in Brazil and low in Portugal. The variables that showed a significant association with the highest risk for moral distress in both countries were the type of work context, the hours of work, being in moral distress and having the intention to leave the current job. Research in the field of moral distress can, among other things, help in identifying the challenges and difficulties that most concern nurses in their work context. In order to contribute to the development of coping strategies and to improve professional retention and satisfaction, researches about moral distress may positively reflect on the quality of care.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PhD_Rafaela.pdf (3.98 Mbytes)
Data de Publicação
2018-09-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.