• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2013.tde-18072014-161847
Documento
Autor
Nome completo
Christian Emmanuel da Silva Pelaes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Barbosa, Maria Clara Padoveze Fonseca (Presidente)
Figueiredo, Rosely Moralez de
Püschel, Vilanice Alves de Araujo
Título em português
Métodos de ensino na prevenção de infecção da corrente sanguínea associada ao cateter: uma revisão integrativa da literatura
Palavras-chave em português
Educação
Enfermagem
Infecção Hospitalar
Infecções Relacionadas a Cateter Prevenção e Controle
Métodos de Ensino
Revisão Sistemática
Resumo em português
Introdução: Educação é precisamente a atividade que pode expandir as estratégias de prevenção das Infecções Relacionadas à Assistência a Saúde (IRAS). As infecções da corrente sanguínea associadas a cateter (ICSC) são consideradas as mais importantes IRAS no cenário da assistência crítica por estarem associadas com altas taxas de mortalidade de pacientes sob cuidados intensivos. A interação existente entre entender como o conhecimento é adquirido e qual a melhor maneira de se ensinar, sugere uma mudança na prática tradicional do ensino. Partindo do pressuposto de que toda mudança provém de planejamento, execução, avaliação e implementações de melhoria, este estudo surge com a intenção de responder a seguinte questão de pesquisa: Quais métodos e técnicas de ensino se mostraram eficazes na redução das taxas de ICSC?. Objetivo: Identificar e caracterizar os métodos e técnicas de ensino utilizados em treinamentos para equipes de saúde envolvidas diretamente com a prevenção de ICSC. Método: Trata-se de uma Revisão Integrativa da Literatura (RIL) com a estruturação de uma questão de pesquisa conforme a estratégia PICO, sendo utilizados descritores controlados padronizados. As seguintes bases foram pesquisadas: PubMed/MEDLINE, CINAHL, LILACS, Embase, ERIC e Web of Science. Os artigos incluídos atenderam à critérios pré definidos, incluindo avaliação de qualidade metodológica. Resultados: O número total de referências encontradas foi de 300 e, 10 artigos (3,3%) foram incluídos como amostra final a ser analisada. O Método Expositivo foi utilizado por 100% da amostra. Observou-se que 80% optaram pela Técnica de Ensino Verbal, Ilustração (60%), Simulação (30%) e Exemplificação (20%). O Método de Elaboração em Conjunto configurou o segundo método mais utilizado pelos autores (80%). As técnicas de ensino mais exploradas nessa categoria foram a Conversa Dialogada (80%), Lista de discussões via internet (30%) e Aula Expositiva Dialogada (20%). Simpósio e Painel não foram testados. O Método de Ensino para Trabalho Individual foi o terceiro método mais explorado pelos autores (60%), sendo que a Técnica de Ensino mais utilizada foi a Revisão (50%), seguidos pelo Estudo Dirigido e Ficha Didática (10%). Portfólios, Mapa Conceitual, Solução de Problemas, Estudos de Caso e Pesquisas não foram exploradas como objetos de intervenção. Os Métodos de Ensino para Trabalho em Grupo e Atividades Especiais, com suas respectivas técnicas de ensino, não foram considerados em nenhum dos estudos analisados. Quanto aos recursos utilizados nas intervenções, o Feedback foi contemplado em 60%, seguidos pelo uso de cartazes, checklist a beira-leito, módulos de auto estudo (30%) e informativos, pôsteres, adesivos coloridos, carros e kits de inserção de CVC e internet (20%). Para os Métodos de Análise das intervenções realizadas, todos os estudos incluídos apresentaram as taxas de ICSC, seguidos pela Avaliação de Desempenho Pré e Pós Intervenção (60%), Auditorias e Testes Pré e Pós (50%), Checklist (40%), Indicadores gerais de IRAS, Avaliação diagnóstica prévia (20%) e Inspeção (10%). Conclusão: Os Métodos e Técnicas de Ensino utilizados nos estudos incluídos na presente pesquisa favoreceram a redução de ICSC. Entretanto, devido a uso combinado de diferentes métodos não foi possível identificar um método que isoladamente tenha sido mais eficaz
Título em inglês
Teaching methods in the prevention of catheter-related bloodstream infection: An Integrative Review of Literature
Palavras-chave em inglês
Catheter-related infections - Prevention and Control
Education
Nosocomial Infections
Nursing
Systematic Review
Teaching Methods
Resumo em inglês
Introduction: Education is precisely the activity that can expand the strategies Healthcare Associated Infections (HAI). Catheter-related bloodstream infections (CRBSI) are considered to be the most important HAI in the critical care setting being associated with the high mortality rates of patients under intensive care. The interaction between the understanding of how knowledge is acquired and what would be the better way to teach, suggests a need for change in the traditional practices in teaching. Assuming that all changes should come from planning, implementation, evaluation and improving implementations, this study seeks to answer the following research question: "What are the methods and teaching techniques that have proved to be effective in reducing CRBSI rates?". Objective: Identify and describe the methods and teaching techniques used in training healthcare workers directly involved in the prevention of CRBSI. Method: This is an Integrative Review of Literature (IRL) with the structuring of a research question according to the PICO strategy which used standardized controlled descriptors. The following databases were searched: PubMed/MEDLINE, CINAHL, LILACS, EMBASE, ERIC and Web of Science. The articles that are included met the pre-defined criteria, including a methodological quality assessment. Results: Three hundred references were found and 10 articles (3.3%) were included as the final sample to be analyzed. The Expository Method was used by 100% of the sample. It was observed that 80% opted to the Verbal Teaching Technique, Illustration (60%), Simulation (30%) and Exemplification (20%). The Preparation Group Method configured the second method used the most by the authors (80%). The most explored teaching techniques in this category were the Dialogued Conversation (80%), List of discussions by internet (30%) and Dialogued Exposition Class (20%). Symposium and Panel were not tested. The teaching method for Individual Work was the third method further explored by the authors (60%), and the Review was the most used teaching technique on this category (50%), followed by the Directed Study and Teaching Sheet (10%). Portfolios, Concept Map, Problem Solving, Case Studies and Research where not explored as objects of intervention. The teaching methods for Group Work and Special Activities, with their respective teaching techniques were not considered in any of the studies analyzed. As for the resources used in the interventions studies, the Feedback was contemplated in 60%, followed by the use of banners, a bedside checklist, self study modules (30%) and newsletters, posters, colored stickers, car with the insertion kits of central lines and the internet (20%). According to the analysis methods for the implemented interventions, all included studies showing their CRBSI rates, followed by the Performance Assessment - Pre and Post Intervention (60%), Audits and Testing Before and After (50%), Checklist (40%), General HAI indicators, Prior diagnostic evaluation (20%) and Inspection (10%). Conclusion: The Methods and Teaching techniques used in the included studies from this research favored the reduction of CRBSI. However, due to the combined use of different methods, it was not possible to identify a method that alone was more effective
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-07-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.