• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2014.tde-16042015-160740
Documento
Autor
Nome completo
Irma Maria de Moraes Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Barros, Sonia (Presidente)
Leão, Adriana
Mângia, Elisabete Ferreira
Silva, Ana Luisa Aranha e
Yasui, Silvio
Título em português
Projetos culturais e saúde mental: promoção de inclusão social e qualidade de vida
Palavras-chave em português
Cultura
Estigma
Inclusão Social
Qualidade de Vida
Saúde Mental
Resumo em português
Introdução: As transformações ocorridas no processo da Reforma Psiquiátrica marcaram os campos do conhecimento, da assistência, da legislação e da cultura, e é nas transformações no campo cultural, que encontramos um dos recursos mais bem sucedidos para discutir com a sociedade a reconstrução da sua relação com o louco. A utilização da cultura no contexto da Reforma Psiquiátrica poderia ser compreendida como uma forma de tentar inserir os discursos produzidos pela experiência da loucura em uma tradição de conhecimento, e de novas formas de cuidado e convívio, buscando transformar o imaginário social sobre o estigma da doença mental. Considerando a Cultura e a Reabilitação Psicossocial no campo da Saúde Mental, busca-se analisar e compreender como a experiência de vida dos usuários do CAPS se transforma, tendo como norteadores a qualidade de vida e o espaço de existência e coexistência, produzidos pelo projeto com suas manifestações culturais. Objetivo: Indicar critérios de avaliação das ações artísticas/culturais dos serviços de saúde mental, identificando os processos de inclusão social e a qualidade de vida dos usuários do CAPS. Método: Delineada como estudo de caso em uma abordagem qualiquantitativa, utilizou como instrumentos de coleta de dados o grupo focal e o WHOQOL-bref. A coleta de dados foi realizada com os gerentes dos serviços para identificar o objeto de estudo, definindo como cenário um CAPS do município de São Paulo, com 10 sujeitos que aceitaram participar do grupo focal e assinaram o TCLE, sendo que do total, seis participantes aceitaram responder ao WHOQOL-Bref. Os resultados foram analisados pelo método da Análise de Discurso, para os dados qualitativos, e pela Estatística Descritiva, para os dados quantitativos. Resultados: Os aspectos explorados no grupo focal foram: concepção de projeto cultural, cultura e saúde mental; ações do projeto com ocupação de territórios e espaços da cidade; mudanças nos relacionamentos com outras pessoas, com trocas afetivas e sociais; mudanças de comportamento, com superação da insegurança e aumento da confiança; ampliação da participação em outras atividades do CAPS; descoberta de novas habilidades relacionadas à arte/cultura; a concepção sobre saúde-doença, que se modifica com o projeto, e questionamento do estigma com relação à doença mental; e a possibilidade de inclusão social evidenciada com a mobilidade, trocas sociais, ampliação de suas redes sociais e trocas com projetos de geração de renda. A análise dos discursos evidencia que esses aspectos são confirmados como resultados alcançados pelos sujeitos que participam do projeto cultural. A análise do WHOQOL-bref indicou que os domínios físico, psicológico e relações sociais têm nível médio de satisfação para a qualidade de vida dos sujeitos e o domínio meio ambiente tem alto nível de satisfação. A qualidade de vida total, ou global, também tem nível médio de satisfação. Os resultados confirmam que as ações realizadas com o projeto cultural possibilitam a quebra do entretenimento, constituindo-se de ações dotadas de eficácia transformadora. A avaliação torna possível inferir que o projeto cultural reafirma o sentido da arte como um atributo humano capaz de transformar atitudes, lugares de saber, lugares de existência e, por consequência, é capaz de alterar a qualidade de vida e produzir inclusão social, embora ainda existam desafios a serem superados.
Título em inglês
Cultural projects and mental health: social inclusion and life quality
Palavras-chave em inglês
Cultural Project
Culture
Life Quality and Mental Health
Social Inclusion
Stigma
Resumo em inglês
Introduction: The changes occurring in the process of the psychiatric reform marked the fields of knowledge, assistance, legislation and culture, and we find in the changes of the culture field, one of the most successful resources to discuss with the society how to repair their relation with the mentally handicapped. The use of the culture in the context of the Psychiatric Reform could be understood as a way of trying to include the speeches produced by the serious mental illness experience in a tradition of knowledge, and new ways of care and social relations, trying to change the social imaginings on the stigma of mental illness. Considering Culture and Psychosocial Rehabilitation in the field of Mental Health, we try to analyze and understand how life experience of CAPS users changes, guided by life quality and existence and coexistence space, produced by the Project with their cultural manifestations. Objective: To indicate evaluation criteria of artistic and cultural actions of mental health services, identifying the processes of social inclusion and life quality of CAPS users. Method: Outlined as a case study in a qualitative and quantitative approach, using the focal group and the WHOQOL-bref as instruments of data collection, The data were collected from the service managers to identify the study object, defining a São Paulo municipality CAPS as a scenario, with ten people who agreed to participate in the focal group and signed the TCLE, where six participants agreed to answer the WHOQOL-bref. The results were analyzed by the Speech Analysis Method, for the qualitative data, and by the Descriptive Statistics for the quantitative data. Results: The aspects explored in the focal group were : conception of cultural Project, culture and mental health, actions of the Project with occupation of territory and city spaces, changes in relationships with other people, with affective and social exchanges, behavior changes, overcoming insecurity and confidence increase, expansion of participation in other CAPS activities, discovery of new skills related to art and culture, the conception about health-disease, which changes with the Project, and questioning of the stigma regarding mental illness, and the possibility of social inclusion evidenced with mobility, social exchanges, expansion of their social networks and exchanges with projects of income raising. The analysis of the speeches shows that these aspects are confirmed as results achieved by the people who participate in the cultural Project. The WHOQOL-bref analysis indicated that the physical, psychological and the social relations domains have an average level of satisfaction for the life quality of the people and the environment domain has a high level of satisfaction. The total or global life quality also has an average level of satisfaction. The results confirm that the actions taken with the cultural Project are effective changing and they enable the entertainment break. The assessment makes it possible to infer that the cultural Project reaffirms the sense of art as a human attribute capable of changing attitudes, places of knowledge, places of existence and, therefore, able to change life quality and produce social inclusion, although there are still challenges to be overcome.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese_IrmaMMSantos.pdf (3.79 Mbytes)
Data de Publicação
2015-05-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.