• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2012.tde-08102012-113848
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Henrique da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Jesus, Maria Cristina Pinto de (Presidente)
Borges, Eline Lima
Santos, Vera Lucia Conceicao de Gouveia
Título em português
Experiências e expectativas de enfermeiras em relação ao cuidado à mulher com úlcera venosa crônica
Palavras-chave em português
Doenças vasculares
Enfermagem
Pesquisa qualitativa
Úlcera varicosa
Resumo em português
O cuidado com feridas crônicas faz parte do cotidiano do enfermeiro, o que torna relevante o conhecimento de sua experiência e expectativas em relação ao tratamento de pessoas com úlcera venosa crônica (UVC). Este estudo, com abordagem da Fenomenologia Social de Alfred Schutz, teve como objetivo compreender a experiência e as expectativas do enfermeiro em relação ao cuidado à mulher com úlcera venosa crônica na Atenção Primária à Saúde. Foi realizado com sete enfermeiras que atuam em Unidades de Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora, Minas Gerais. A obtenção dos depoimentos ocorreu em janeiro de 2012, e foi utilizada a entrevista fenomenológica, com as seguintes questões norteadoras: como é para você cuidar de mulheres com UVC? Fale-me das suas expectativas quando cuida de uma mulher com UVC. A análise compreensiva permitiu tipificar a enfermeira como aquela profissional que identifica as dificuldades da mulher para realizar seu autocuidado, considerando as questões inerentes a seu cotidiano, a baixa autoestima e a falta de suporte da família para o prosseguimento do tratamento. Ela percebe limitações na terapêutica, que é prejudicada por valores e crenças relacionadas à ferida, desmotivação da mulher e a própria frustração, principalmente em face da recidiva da lesão. Refere-se também à falta de insumos e tecnologia, de trabalho interdisciplinar e capacitação da equipe de enfermagem como fatores limitantes para o tratamento. Tem como expectativa a adesão da mulher ao tratamento da UVC e realça a necessidade do cuidado contínuo, as orientações para o autocuidado e a padronização de condutas no tratamento de feridas para evitar as recidivas da lesão, propiciando-se à mulher obter maior qualidade de vida. Evidenciou-se que os limites e as possibilidades que permeiam o cuidado se relacionam a diversos sujeitos, instituições e políticas de saúde nele envolvidos. Espera-se que esta pesquisa possibilite reflexões e ações no âmbito assistencial, do ensino e da pesquisa no que tange ao cuidado à mulher com UVC. Estas devem fundamentar a aplicação do conhecimento deste estudo nos referidos âmbitos, valorizando os diversos aspectos objetivos e subjetivos entremeados no cuidado a essa mulher.
Título em inglês
Nursing experiences and expectations relating to the care of women with venous leg ulcers
Palavras-chave em inglês
Nursing
Qualitative research
Varicose ulcer
Vascular diseases
Resumo em inglês
The care of chronic wounds is part of daily nursing, being relevant to know your experience and expectations regarding the treatment of people with chronic venous ulcers (CVU). A study used the approach of Social Phenomenology by Alfred Schutz to understand the experiences and expectations of nurses who cared for women with Chronic Venous Leg Ulcers (CVLU) in primary health care. This study was conducted with seven nurses who were working in Primary Health Care units, Juiz de Fora, Minas Gerais. The taking of statements took place in January 2012, utilizing the phenomenological interview approach, asking the following questions: How do you take care of women with CVLU? What are your expectations when caring for a woman with CVLU? The comprehensive analysis resulted in classifying the professional nurse as one who identifies the difficulties of women to perform self-care, considering the issues inherent in their daily life, low self-esteem and lack of family support for the continuation of treatment. Perceived limitations in therapy are affected by values and beliefs related to the condition and the woman's and nurses frustration, mainly due to reoccurrence of the wounds. The study also refers to the lack of inputs and technology, interdisciplinary work and training of nursing staff as limiting factors for treatment. The expectation is that the treatment of CVLU, underlining the necessity of continuous care, self care guidelines and standardization of ducts to treat wounds and preventing recurrences of the injury, thereby allows women to achieve a better quality of life. It was evident that the limits and possibilities that permeate the care of this disease are due to various situations, including institutions and health policies related to it. It is hoped that this research allows will result in reflections and actions in health care, education and research regarding the care of women with CVLU. This research should support the application of knowledge in these areas of study, highlighting the various objective and subjective aspects woven into the care of woman.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.