• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2012.tde-08012013-105533
Documento
Autor
Nome completo
Natália Cristina Cardona
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Verissimo, Maria De La Ó Ramallo (Presidente)
Fujimori, Elizabeth
Mello, Débora Falleiros de
Título em português
Importância atribuída aos conteúdos abordados da ficha de acompanhamento dos cuidados para a promoção da saúde da criança na consulta de puericultura por familiares de crianças menores de um ano, na Zona Leste de São Paulo
Palavras-chave em português
Criança
Desenvolvimento infantil
Enfermagem Pediátrica
Promoção da saúde
Resumo em português
Objetivos: caracterizar a ocorrência dos cuidados familiares a crianças menores de 1 ano, segundo a Ficha de acompanhamento dos cuidados para a promoção da saúde da criança e identificar a importância atribuída pelos familiares de crianças menores de 1 ano à inserção dos conteúdos da ficha nas consultas de puericultura. Método: estudo quantitativo, descritivo e exploratório, realizado em uma UBS na Zona Leste da cidade de São Paulo. Participaram do estudo 96 familiares de crianças menores de 1 ano pertencentes à amostra sorteada. Dados coletados por entrevistas, com instrumento baseado na Ficha de acompanhamento dos cuidados para a promoção da saúde da criança. Parte dos familiares respondeu a perguntas abertas adicionais, justificando suas respostas. Realizou-se análise descritiva dos dados mediante frequências absolutas e relativas. As respostas às perguntas abertas foram submetidas à análise temática de conteúdo, obtendo-se categorias empíricas. Resultados: como responsável, observou-se predominância de mães, a maioria era casada, tinha entre 20 e 29 anos e não exercia atividade remunerada, 86,5% tinham menos de 8 anos de estudo. A maioria tinha apenas um filho e uma gestação. Todas tinham realizado acompanhamento pré-natal, 96,9% das crianças ficavam no domicílio. A maioria das moradias era de alvenaria, o chefe da família é o pai para 67,7% dos entrevistados. A escolaridade do chefe apresenta-se mais elevada do que a das mães e todos os chefes exerciam atividade remunerada. Quase a totalidade dos familiares afirmou que a chegada da criança foi bem aceita pela família, e a maioria considerou importante incluir essa questão na consulta de saúde da criança. A maioria das crianças recebia o alimento recomendado. Quanto aos aspectos afetivos, 90% das respostas foram positivas em relação às questões do instrumento, sendo este o considerado mais importante na consulta de puericultura para 90,6% dos respondentes, 94,8% consideraram importante a realização cuidados de higiene diária, acima de 90% afirmaram que também consideram importante a inclusão desse tema na consulta, e quase todas reconhecem como importante para a criança ter um bom acompanhamento de saúde. A maioria das famílias consegue reconhecer quando a criança precisa de algum tratamento, leva a criança ao serviço de saúde e garante o tratamento proposto; a cobertura vacinal é de 99%; 86 responsáveis consideram importante o profissional realizar perguntas referentes ao tema saúde. Todos afirmam que aproveitam os momentos de cuidados para brincar, conversar com o bebê. Como justificativa, 21,4% relatam que criança que brinca cresce saudável. Mais de 90% conseguem manter o bebê fora de perigo. Todas as famílias conseguem proporcionar momentos agradáveis para a criança, oferecendo carinho, afeto, atividades estimulantes. Proporcionam rotina organizada e mantêm a criança em uma rede social segura. Sentem dificuldades em dar limites às crianças. Quase a totalidade das justificativas apontam para o entendimento pelo profissional como elemento norteador da conduta para o bom cuidado da criança. Conclusão: a maioria dos familiares realiza o cuidado, mesmo que alguns deles não sejam compreendidos como fundamentais para o desenvolvimento infantil. A maioria não tem o conhecimento dos benefícios causados pelo cuidado. Percebem a importância de serem realizados os cuidados propostos pela ficha de acompanhamento.
Título em inglês
Importace attibuted to the content covered in a formulary of attendance for the child health promotion in consultation with childcare by parents of children under 1 year of UBS East Zone of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Child
Child development
Health promotion
Pediatric Nursing
Resumo em inglês
Objectives: to characterize the occurrence of the family care for children under one year, according to the Formulary of attendance for the child health promotion (Ficha de acompanhamento dos cuidados para promoção da saúde da criança) and identify the importance attached by parents of children younger than one year to the inclusion of the contents of the form in consultations of childcare. Method: quantitative, descriptive and exploratory study, held in a UBS situated in the East Zone of São Paulo city. The study included 96 families with children under one year. The informations were collected through interviews with an instrument based on the Formulary of attendance for the child health promotion. Part of the families answered additional open questions, justifying their answers. We conducted a descriptive analysis of the informations by absolute and relative frequencies. The answers to the open questions were submitted to thematic analysis of the content, obtaining empirical categories. Results: as responsibles, there is some predominance of mothers, most of them were married, and had between 20 and 29 years old, and were not wage earners, 86.5% had studied less than eight years. Most had only one son and a single pregnancy. All participants had undergone prenatal care. 96.9% of the children lived in a house. Most of the houses were built by masonry, the head of the family is the father to 67.7% of respondents. The schooling of the head of the family tends to be higher than the mothers and all heads of family were employed. Almost all of the relatives said that the arrival of the child was well accepted by the family, and most considered important to include this matter on the children consultations. Most of the children received the recommended food. About the affective aspects, 90% have positive answers to questions from the instrument, which is considered important for 90.6% of respondents. 94.8% realized daily hygiene care and more than 90% said they considered important to include this topic in the consultation, and almost all recognize as important for children to have good health monitoring. Most families can recognize when a child needs some treatment, take the child to the health service and ensures the proposed treatment. Vaccination is assured for 99%, 86 of the responsibles considered important that the professional this kind of information conducting questions. All participants say that make the most of the opportunity enjoy of care to play and talk to the baby. As justification, 21.4% reported that child who plays, grows healthy. More than 90% can keep the baby out of danger. All families can provide a nice time for children, offering love, affection and stimulating activities. They affirm to provide an organized routine, and keep the child in a safe social network. Some of them have difficulty on setting limits to the children. Almost all of the justifications understand that the knowledge of the professional makes difference for a good child care. Conclusion: the majority of the families accomplishes the care, even if some of them are not understood as fundamental to the child development. Most have no knowledge of the benefits of taking care. They realize the importance of the care proposed on the formulary of this study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.