• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Lucelia Ferreira Lima Bastos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Ciampone, Maria Helena Trench (Presidente)
Andrade, Jairo Eduardo Borges
Mira, Vera Lucia
Título em português
Avaliação da reação, aprendizagem e impacto de treinamento em um hospital do município de São Paulo
Palavras-chave em português
Avaliação da Aprendizagem
Avaliação da Educação
Educação em Saúde
Treinamento de Pessoal
Resumo em português
A reorganização dos serviços de saúde necessita incluir, de modo prioritário, o desenvolvimento das pessoas e o acompanhamento destas para fortalecimento dos processos de trabalho. Nas duas últimas décadas, pesquisas sobre avaliação de treinamento vêm ganhando consistência significativa, apontando em seus resultados variáveis que influenciam diretamente na transferência e no impacto do treinamento, tanto para o indivíduo como à organização. Nas pesquisas sobre avaliação de treinamento na área da saúde, observam-se poucos avanços em âmbito nacional. Em muitas organizações de saúde, as estratégias de avaliação de treinamento estão focadas nos níveis de reação e aprendizagem e poucas exploram o impacto da relação entre as variáveis individuais, do ambiente e da organização. O presente estudo avaliou um dos treinamentos estratégicos em uma organização hospitalar no Município de São Paulo: O treinamento alvo do processo avaliativo foi Capacitação em Prevenção e Tratamento de Úlcera por Pressão-UP. Os objetivos da pesquisa foram: avaliar e relacionar variáveis dos níveis de reação, aprendizagem, impacto em amplitude, auto e heteroavaliação do impacto em profundidade e analisar a relação de suporte à transferência com impacto. O delineamento da pesquisa foi do tipo exploratório correlacional. Os sujeitos foram 75 enfermeiros alocados nas unidades de maior incidência de UP, estes foram avaliados pela liderança imediata quanto ao alcance dos objetivos do treinamento. Os resultados mostraram que os treinandos apresentaram um alto índice de reação positiva em todas as dimensões, em que em uma escala de 0 a 10, a média observada foi de 8,7. O instrumento de avaliação da reação mostrou adequação à composição dos cinco domínios (p= 0, 220) e boa consistência interna (Alpha de Cronbach>0,56). Na avaliação da aprendizagem, houve diferença estatisticamente significante entre os momentos pré e pós-treinamento (p<0,001), embora com médias consideradas baixas em ambos os momentos, no pré com 4,2 e no pós com 5,5. Constatou-se impacto positivo do treinamento, em uma escala de 0 a 10, o impacto médio do treinamento foi 7,5. A heteroavaliação do impacto em profundidade foi realizada pelos gestores e mostrou um resultado positivo, porém, menor que o da autoavaliação, com média 6,4. A estrutura do instrumento adaptado para avaliação do impacto em profundidade apresentou boa consistência interna (Alpha de Cronbach> 0,70). Constatou-se associação positiva entre reação e impacto (p<0,001), relação fraca entre reação e aprendizagem e ausência de relação entre aprendizagem e impacto. Evidenciou-se forte relação entre suporte à transferência e impacto, sendo fatores situacionais de apoio, fortes preditores de impacto. Os resultados da pesquisa permitiram problematizar o processo e apontar trilhas no sentido de reconduzir a prática de ações instrucionais formais, retroalimentando o sistema de Treinamento, Desenvolvimento e Educação no cenário do estudo e em situações semelhantes que ocorrem nas organizações prestadoras de serviços de saúde. O diagnóstico foi útil e importante, contudo, deve gerar ações de intervenção na estrutura e no processo visando seu aperfeiçoamento
Título em inglês
Assessment of reaction, learning and impact of training in a hospital of the city of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Education Assessment
Health Education
Learning Evaluation
Personnel training
Resumo em inglês
The reorganization of health services needs to include, as a priority, development and monitoring of personnel in order to strengthen the work process. In the last two decades, researches on training assessment have gained significant importance, showing in their results variables directly influencing on the transfer and on the impact of training for the individual performance and for the organization. Little progress was nationally observed regarding training evaluation in the health area. In many healthcare organizations, strategies to assess training have its focus on the levels of reaction and learning and few explore the impact of the relationship among individual, environmental and organizational variables. The present study evaluated one of the strategic trainings in a hospital organization in the city of São Paulo: the aim of the assessment process was Training in Prevention and Treatment of Pressure Ulcer-PU. The objectives of this research were to evaluate and correlate variables of reaction, learning, and impact on amplitude, self and hetero-evaluation on deep impact and to analyze the supportive relationship related to transfer with impact. This is an exploratory, correlational study. The subjects were 75 nurses allocated in the units with higher incidence of PU who were evaluated by the immediate direction regarding the scope of the training objectives. The results showed that the trainees had a high rate of positive reaction in all the applied dimensions, with a mean of 8.7 in a scale from 0 to 10. The reaction assessment tool showed to be satisfactory regarding the composition of the five domains (p = 0.220) and showed adequate internal consistency (Cronbach's alpha> 0.56). Regarding learning assessment, a statistically significant difference between the pre and post-training (p <0.001) was observed, although with low means in both instances, pre with 4.2 and post with 5.5. A positive impact related to training was observed with a mean of 7.5 in a scale from 0 to 10. The hetero-evaluation of deep impact was assessed by managers and showed a positive result, though lower than the result of the self-evaluation, mean of 6.4. The structure of the adapted tool to assess deep impact showed good internal consistency (Cronbach's alpha> 0.70). It was observed a positive association between reaction and impact (p <0.001), weak relationship between learning and reaction and lack of relationship between learning and impact. A strong relationship was evidenced between support for transfer and impact, being the supportive situational factors considered strong predictors of impact. The survey results allowed us to discuss the process and show directions to re-conduct practice of formal instructional activities, providing feedback of TD & E system in the environment of the study and in similar situations occurring in organizations which provide health services. The diagnosis was useful and important; however, it must generate intervention actions in the structure and process aiming improvement of the same
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Lucelia_Bastos.pdf (3.32 Mbytes)
Data de Publicação
2013-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.