• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2007.tde-27092007-140248
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Janzantte Ducci
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Padilha, Katia Grillo (Presidente)
Sousa, Regina Marcia Cardoso de
Zanei, Suely Sueko Viski
Título em português
Nursing Activities Score (NAS): estudo comparativo dos resultados da aplicação retrospectiva e prospectiva em Unidade de Terapia Intensiva
Palavras-chave em português
Carga de trabalho
Cuidados intensivos
Enfermagem
Resumo em português
A aplicação de instrumentos que mensuram carga de trabalho de enfermagem prospectivamente é de fundamental interesse, pois a pontuação obtida de forma retrospectiva não reflete em tempo real a carga de trabalho de enfermagem necessária para atender as demandas de cuidados dos pacientes nas horas subseqüentes. Este estudo teve como objetivos analisar o desempenho do NAS para a medida prospectiva da carga de trabalho de enfermagem em UTI e comparar as medidas entre o NAS de aplicação prospectiva e retrospectiva. Trata-se de um estudo metodológico desenvolvido em uma UTI geral pertencente a um hospital privado do município de São Paulo. A amostra foi constituída por 104 pacientes com idade igual ou superior a 18 anos, admitidos na UTI e que permaneceram, no mínimo, 24 horas no primeiro dia de internação, no período de setembro a novembro de 2006. Foram coletados dados demográficos e de internação, SAPS II, LODS e o NAS de aplicação prospectiva e retrospectiva. Para comparar as médias do NAS e verificar a correlação e homogeneidade entre o NAS prospectivo e retrospectivo utilizou-se o teste t-student e os Coeficientes de Pearson e de Correlação Intraclasse (ICC). Para avaliar a concordância entre cada item do NAS nas duas formas de aplicação utilizou-se o índice Kappa. Prevaleceram pacientes do sexo masculino (55,8%), provenientes do pronto-socorro (35,6%) e que internaram por razões clínicas (76,0%). A pontuação média SAPS II e LODS foram de 31,8 e 2,9 pontos, respectivamente, com mortalidade encontrada de 17,3%. Houve diferença estatisticamente significativa (p< 0,001) entre as médias do NAS prospectivo e retrospectivo e correlação moderada (Pearson 0,65; ICC 0,623) entre as duas medidas. Observou-se que do total de 32 itens do instrumento, em 11 não foi possível aplicar o índice Kappa devido à elevada porcentagem de concordância em uma única categoria de respostas e que, dos 21 em que a análise foi possível, 10 itens (47,6%) apresentaram concordância igual ou maior do que moderada, sendo apenas um item nessa última classificação (1a). Quanto a concordância por itens, verificou-se que aqueles com concordância muito forte (itens 5, 10, 12, 14 e 20) e forte (9, 17, 18 e 21), referiam-se a dados mais objetivos, de fácil avaliação e monitoramento pelos profissionais de enfermagem e que geralmente não apresentam discordâncias quanto ao tipo de cuidado que deve ser prestado. Os itens com divisão em sub-itens (a, b e c) apresentaram as concordâncias mais fracas, quer devido às avaliações subjetivas das coletadoras e enfermeiros, quer pela ausência de registros com informações fidedignas. Conclui-se que o NAS prospectivo pode ser usado quando se deseja projetar os cuidados de enfermagem a serem prestados, sobretudo, quando se tem a intenção de distribuir os profissionais de enfermagem necessários para prestar assistência de qualidade no decorrer de um período de trabalho. No entanto, existe a necessidade de uma efetiva uniformização entre os enfermeiros da UTI para que esta projeção seja fidedigna
Título em inglês
Nursing Activities Score (NAS): comparative study of the results in retrospective and prospective´s application in Intensive Care Unit
Palavras-chave em inglês
Intensive care
Nursing
Workload
Resumo em inglês
The using of measuring instruments of nursing workload prospectively is the fundamental interest, therefore the obtained pointing in retrospective way don´t show in real time nursing workload necessary to attend the requirements of patients care on the subsequent hours. The aims of this study were analysis NAS performing for prospective measuring of nursing workload in ICU and comparing them among NAS of prospective and retrospective application. It is methodological study developed in ICU of a private hospital of São Paulo city. The sample was constituted by 104 patients with ages equal or superior 18 years old, admitted in ICU that stayed there at least 24 hours in the first day of internation, during the period of September until November 2006. It has been collected demographic and internation data, SAP II, LODS and NAS of prospective and retrospective application. To compare the average of NAS and check the correlation and homogeneity between NAS retrospective and prospective had been used t-student test, Pearson Coefficients and Intraclass Correlation (ICC). To valuate the concordance among each item of NAS on the two ways of application had been used Kappa index. Patients of masculine sex were superior (55,8%), coming from first-aid clinic (35,6%) and they were admitted for clinical reasons (76,0%). The average pointing SAPSII and LODS were 31,8 and 2,9 points, respectively, with mortality of 17,3%. There was significative statistical difference (p< 0,001) between NAS average prospective and retrospective and moderate correlation (Pearson 0,65; ICC 0,623) between the measures. It had been observed that of the total 32 items of the instrument, at 11 weren’t possible to apply Kappa index due high percentage of concordance on a unique category of answers and that among 21 the analysis was possible, 10 items (47,6%) showed concordance equal or bigger than moderated, it was being only one item on the last classification (1a). In relation to the concordance for items, it was checked that some with high concordance (items 5, 10, 12, 14, and 20) and strong (9, 17, 18 and 21) they were referring to more objective data, with easy valuation and checking of nursery professionals and that generally don´t shown discordances as the type of caring that should be done. The items with sub-items (a, b and c) shown very weak concordance, or because of the subjective evaluation of searchers and nurses. Concluding that prospective NAS can be used when we wish to plan nursing care to will be afford, mainly, when we have the intention of distributing necessary nursing professional to afford assistance of quality during work schedule. However, there is the necessity of an effective uniformation among the ICU nursery for this projection become reliable
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Adriana_Janzante.pdf (876.25 Kbytes)
Data de Publicação
2007-10-10
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • DUCCI, Adriana Janzantte, Padilha, Kátia Grillo, and PADILHA, Katia Grillo. Nursing activities score: estudo comparativo da aplicação retrospectiva e prospectiva em unidade de terapia intensiva [doi:10.1590/S0103-21002008000400008]. Acta Paulista de Enfermagem [online], 2008, vol. 21, p. 380-384.
  • PADILHA, Katia Grillo, et al. Therapeutic intervention scoring system-28 (TISS-28): diretrizes para aplicação [doi:10.1590/S0080-62342005000200014]. Revista da Escola de Enfermagem da USP [online], 2005, vol. 39, nº 2, p. 229-233.
  • DUCCI, Adriana Janzantte, et al. Caracterização da gravidade de pacientes adultos internados em UTi: análise evolutiva segundo o TISS-28. Revista Brasileira de Terapia Intensiva , 2004, vol. 16, nº 1, p. 22-27.
  • GARCIA, Paulo Carlos, et al. Intervenções terapêuticas em unidade de terapia intensiva: análise segundo o TISS-28. Revista Brasileira de Enfermagem, 2005, vol. 58, nº 2, p. 194-199.
  • DUCCI, Adriana Janzantte, et al. Produção científica brasileira de enfermagem em terapia intensiva de 1995 a 2004 [doi:10.1590/S0103-21002007000200016]. Acta Paulista de Enfermagem (UNIFESP. Impresso) [online], 2007, vol. 20, p. 216-222.
  • PADILHA, Katia Grillo, e DUCCI, Adriana Janzantte. Nursing Acitivities score (NAS): analíse comparativa da aplicação retrospectiva e prospectiva em Unidade de terapia intensiva. In XIII Congresso Brasileiro de Terapia Intensiva Adulto-Pediátrica-Neonatal, Salvador, 2008. Revista Brasileira de Terapia Intensiva.São Paulo : Associação Brasileira de Medicina Intensiva AMIB, 2008. Resumo.
  • DUCCI, Adriana Janzantte, e PADILHA, Katia Grillo. Caracterização da gravidade dos pacientes adultos internados em UTI: análise evolutiva segundo o TISS-28. In 6ª Mostra de Monografia da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, 2002. http:\www.ee.usp.br/graduação/monografia., 2002. Resumo.
  • PADILHA, Katia Grillo, e DUCCI, Adriana Janzantte. Gravidade de pacientes e demanda de trabalho de enfermagem em uma UTI: análise evolutiva segundo o TISS-28. In Simpósosio Anual da Sociedade Portuguesa de Ccuidados Intensivos 2004, Luso - Portugal, 2004. Livro resumo da SPCI.Lisboa : SPCI, 2004. Resumo.
  • KROSCOSZ, Daniella Viana Correa, et al. Avaliação do paciente crítico. In Padilha KG, et al. Enfermagem em UTI: cuidando do paciente crítico. Organizador. São Paulo : Manole, 2010{Volume}. cap. 1, p. 25-36.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-27092007-140248/
  • PADILHA, Katia Grillo, et al. Avaliação da carga de trabalho de enfermagem. In Maria de Jesus Castro Souza Harada. Gestão em enfermagem: ferramenta para a prática segura. Organizador. São Caetano do Sul : Yendis editora, 2011{Volume}. cap. 1, p. 223-232.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-27092007-140248/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.