• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2014.tde-17042015-115324
Documento
Autor
Nome completo
Giovana Ribau Picolo Peres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Santos, Vera Lucia Conceicao de Gouveia (Presidente)
Garrido, Julio Jorge Fernandez
Souza, Diba Maria Sebba Tosta de
Título em português
Prevalência e fatores associados às lesões por fricção em idosos de instituições de longa permanência
Palavras-chave em português
Enfermagem
Enfermagem em Estomaterapia
Ferimentos e Lesões
Idosos
Prevalência
Resumo em português
Introdução: Lesão por fricção é uma ferida traumática, que ocorre principalmente nas extremidades de idosos. Objetivo: O objetivo do estudo foi identificar e analisar a prevalência de lesão por fricção e os fatores demográficos e clínicos associados a essa ocorrência, em pessoas idosas residentes em Instituições de Longa Permanência para Idosos. Métodos: Trata-se de um estudo epidemiológico, transversal, analítico, exploratório, com abordagem quantitativa, realizado em três instituições do município de São Paulo que aceitaram participar do estudo, dentre 135 contactadas previamente. Os dados foram coletados mediante consulta ao prontuário, entrevista com o próprio residente e/ou responsável e exame físico do idoso. Os residentes foram entrevistados e avaliados quanto aos aspectos sócio-demográficos e clínicos, condições da pele e quanto às características das lesões encontradas. Para a coleta de dados, empregaram-se os seguintes instrumentos: instrumento de coleta de dados sócio-demográficos e clínicos, Teste Mini Exame do Estado Mental, Escala de Katz e Sistema de Classificação STAR Lesão por Fricção. Os dados foram analisados por meio de: teste exato de Fisher, teste de Wilcoxon-Mann-Whitney e modelo de regressão logística (backwardstepwise). Resultados: A amostra de 69 residentes foi composta predominantemente por mulheres (51/73,91%), da raça branca (50/72,46%), com média de 81 anos de idade (DP=9,30) e mediana 82 anos, com algum problema na marcha (58/84,06%), redução ou ausência na acuidade visual (56/81,16%), dependência para atividades básica de vida diária (52/75,36%), comprometimento cognitivo (51/73,91%), presença de incontinência (45/65,22%) e algum grau de desnutrição (magreza = 26/37,69%). Oito sujeitos apresentaram 13 lesões por fricção, implicando em prevalência global de 11,6% para essa amostra, sendo de 22,22% para homens, 7,84% para mulheres e 10,00% para a raça branca. Onze (84,6%) lesões localizaram-se nos membros inferiores, predominando aquelas de categoria 3 (6/46,1%). Embora os grupos com e sem lesões por fricção tenham diferido quanto à presença de: hipertensão arterial sistêmica, alterações na marcha (principalmente cadeirantes), rigidez, acuidade visual diminuída, edema de membros inferiores, equimoses, hematoma, pele seca e descamativa, púrpura senil, curativos/ adesivos, dependência para as atividades básicas de vida diária e magreza, somente as presenças de hematoma (RC: 9,159 / p: 0,017) e púrpura senil (RC: 6,265 / p: 0,033) permaneceram no modelo final de regressão logíastica. Conclusão: A prevalência de lesão por fricção entre idosos institucionalizados foi de 11,6%, comparável a escassos estudos internacionais realizados com pacientes hospitalizados. Os fatores associados à ocorrência de lesão por fricção, hematoma e púrpura senil, estão de acordo com a literatura sobre o tema. Ao tratar-se de estudo inédito em nosso meio, seus resultados contribuem para o diagnóstico situacional da ocorrência de lesão por fricção em idosos institucionalizados e para a necessidade de implantação de medidas preventivas em grupos vulneráveis como os idosos.
Título em inglês
Prevalence and factors associated with skin tears in elderly long-stay institutions
Palavras-chave em inglês
elderly
long-stay institutions
Nursing
Prevalence
skin tears
Stomatherapy
Resumo em inglês
Introduction: Skin tear is a traumatic wound, which occurs mainly in the extremities of elderly. Objective: The study objective was to identify and analyze the prevalence of skin tears and demographic and clinical factors associated with its occurrence in institutionalized elderly. Methods: This is an epidemiological cross sectional analytical, exploratory study with a quantitative approach, performed in three nursing homes of São Paulo who agreed to participate in the study, among 135 ones previously contacted. Data were collected by records consultation, interview with the resident himself and /or care giver and physical examination of the elderly. Residents were interviewed and assessed for socio-demographic and clinical features, skin conditions and skin tears characteristics. The following tools were used for data collection: socio-demographic and clinical data, Mini Mental State Examination test, Katz index and STAR Classification System Skin Tear. Data were analyzed using Fisher's exact test, Wilcoxon-Mann-Whitney test and logistic regression (backward stepwise). Results: The sample of 69 residents was mostly composed by women (51 / 73.91%), Caucasians (50 / 72.46%), mean age 81 (SD = 9.30) and median 82 years old, some problem in mobility (gait) (58 / 84.06%), visual acuity problems (56 / 81.16%), dependence for activities of daily living (52 / 75.36%), cognitive impairment (51/73, 91%), presence of incontinence (45 / 65.22%) and some degree of malnutrition (underweight = 26 / 37.69%). Eight subjects had 13 skin tears, resulting in an overall prevalence of 11.6% for this sample, and 22.22% for men, 7.84% for women and 10.00% for the caucasians. Eleven (84.6%) skin tear were located in the lower limbs, predominantly category 3 skin tears (6 / 46.1%). Although there were statistically significant differences between groups with and without skinj tears related to: arterial hypertension, mobility problems (especially wheelchair users) , stiffness, decreased visual acuity, lower limb edema, ecchymosis, hematoma, dry and scaly skin, senile purpura, dressings / adhesives, dependence for activities of daily living and thinness, just the presence of hematoma (RC: 9,159 / p:0,017) and senile purpura ( RC: 6,265 / p: 0,033) remained after logistic regression analysis. Conclusion: The prevalence of skin tear among institutionalized elderly was 11.6%, comparable to few international studies with hospitalized patients. The factors associated with the occurrence of skin tear, hematoma and senile purpura, are consistent with the literature on the subject. When being unpublished study in our country, our results contribute to the situational analysis of the occurrence of skin tear in elderly nursing home residents and the need to implement preventive measures in vulnerable groups like the elderly.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.