• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Débora Cristina Pinto Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Peniche, Aparecida de Cassia Giani (Presidente)
Bianchi, Estela Regina Ferraz
Diccini, Solange
Título em português
Segurança do paciente no período pós-operatório imediato na sala de recuperação pós-anestésica
Palavras-chave em português
Complicações pós-operatórias
Cuidados pós-operatórios
Enfermagem em sala de recuperação
Período de recuperação pós-anestésica
Resumo em português
Acredita-se que a segurança do paciente na SRPA depende não só de equipamentos e recursos tecnológicos, mas de recursos humanos, que desenvolvam procedimentos e intervenções de enfermagem, pautados em conhecimento prático e científico, evitando, assim, a ocorrência de eventos adversos e complicações decorrentes da alta complexidade inerente ao processo anestésico-cirúrgico. Sendo assim, os objetivos desse estudo foram: caracterizar os pacientes em SRPA sociodemograficamente; identificar as complicações mais freqüentes; relacionar as complicações às intervenções de enfermagem realizadas; relacionar o esquema de jornada de trabalho dos enfermeiros às complicações. A amostra é composta por 400 prontuários de pacientes maiores de 18 anos, submetidos a procedimentos cirúrgicos de grande e médio porte, admitidos na unidade de SRPA, com tempo de permanência superior à uma hora. O teste de Kolmogorov-Smirnov foi aplicado para testar a normalidade de variáveis quantitativas. O teste exato de Fisher-Freeman-Halton foi utilizado na comparação de proporções em tabelas de contingência maiores que 2x2. Todas as probabilidades de significância com valores de p<0,005 como estatisticamente significantes. Os resultados mostram que a maioria dos pacientes é do sexo masculino, com idade média de 53,3 anos (Dp=16,9 anos), com doença sistêmica leve ou moderada, sem limitação funcional. A comorbidade mais freqüente foi a hipertensão arterial sistêmica (40,7%). As cirurgias mais realizadas foram gerais (62,7%) que incluíram abdominais, urológicas, ginecológicas, e vasculares de grande porte. A anestesia, predominante, foi geral (92,2%). Tempo de permanência em média 111,6 minutos (Dp=67,8). As complicações mais freqüentes foram dor (54%) e hipotermia (43%). Algumas complicações apresentaram relação estatisticamente significante com relação à intervenção de enfermagem como dor e rotina(p<0,0001); dor e oxigenioterapia (p 0,0013); dor e medicação(p 0,0001) e dor e curativo (p<0,0005). Outra complicação que significante foi agitação/ansiedade com intervenção de enfermagem de rotina (p 0,0194) e agitação/ansiedade com oxigenioterapia (p 0,0099). A complicação hipotensão relacionou-se positivamente com a intervenção de enfermagem hidratação (p<0,0005); exames complementares ( p 0,0381) e observação(p 0,0141). A hipertensão apresentou-se estatisticamente significante somente com a relação à observação (p<0,0005). O tremor apresentou relação, significativa com a colocação de manta térmica (p 0,0171) e transfusão sangüínea (p 0,0445); náuseas e vômitos relacionaram-se com a intervenção rotina(p 0,0004), medicação(p<0,0001) e sondagem vesical de alívio(p 0,0224). O sangramento respondeu significantemente à intervenção de rotina (p 0,0064), medicação (p 0,0008) e curativos (p<0,0005). A hipoxemia foi, estatisticamente significante quando relacionada à rotina(p 0,0002) e a oxigenioterapia (p<0,0001). A hipotermia teve uma relação significativa com rotina (p<0,0001), manta térmica (p<0,0001), medicação (p<0,0001). Dor (p 0,0224), náuseas e vômitos (p 0,0131), agitação (p 0,0490) e sangramento (p 0,0001) são complicações que se relacionaram significativamente de forma positiva à jornada de trabalho quando se fixou um enfermeiro na SRPA
Título em inglês
Patient security at immediate post-operating period at the post-anesthesia recovery room
Palavras-chave em inglês
Nursing at recovering room
Post anesthesia recovering period
Post operating care
Post operating complications
Resumo em inglês
There is a believe that patient security at SRPA depends not only on equipments and technological resources, but from human resources that develop procedures and nursing interventions based on practical and scientific knowledge, avoiding adverse events occurrences and complications due to the high complexity inherent in the surgical-anesthesia process. So, the objectives of this study were: characterize SRPA patients socio-demographically; identify the most frequent complications; relate complications to nursing interventions proceeded; relate nurses working journey to complications. The sample is composed by 400 over 18 years old patients' records, submitted to big/medium surgical procedures, admitted at SRPA unit, standing there for more then one hour. The Kolmogorov-Smirnov test was used to test quantity variables normality. The Fisher-Freeman-Halton exact test was used to compare the proportions on tables bigger then 2x2. All probabilities with significance values from p<0.005 were considered statistically significant. Results show that most of the patients are male, average age 53.3 years old (dP=16.9 years old), with light or moderate systemic ill without functional limitations. Most frequent comorbidity is systemic arterial hypertension (40.7%). Most frequent surgeries were general surgeries (62.7%) which included abdominal, urological, gynecological, and big vascular ones. General anesthesia was the predominant one (92.2%). Average staying time 111.6 minutes (dP=67.8). Most frequent complications were pain (54%) and hypodermis (43%). Some complications showed significant statistical relation between the nursing intervention such as pain and routine (p<0.0001); pain and oxigentherapy (p<0.0013); pain and medication (p<0.0001) and pain and curative (p<0.0005). Another significant complication was agitation/anxiety with a nursing routine intervention (p<0.0194) and agitation/anxiety with oxigentherapy (p<0.0099). Hypotension complication was positively related with the hydrate nursing intervention (p<0.0005); complementary tests (p<0.0381) and observation (p<0.0141). Hypertension was presented statistically significant just related to the observation (p<0.0005). Tremble presented significant relation with using a thermal blanket (p 0.0171) and blood transfusion (p 0.0445); sickness and vomit were related to routine intervention (p 0.0004), medication (p<0.0001) and relieve bladder poll (p 0.0224). Bleeding responded significantly to routine intervention (p 0.0064), medication (p 0.0008) and curatives (p<0.0005). Hypoxemia was statistically significant when related to routine (p 0.0002) and oxygentherapy (p<0.0001). Hypothermia was significantly related to routine (p<0.0001), thermal blanket (p<0.0001), medication (p<0.0001). Pain (p 0.0224), sickness and vomit (p 0.0131), agitation (p 0.0490) and bleeding (p 0.0001) are complications that are significantly positively related to working journey when a nurse was fixed at the SRPA
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Debora_Silva.pdf (389.01 Kbytes)
Data de Publicação
2008-06-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.