• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2007.tde-13072007-101343
Documento
Autor
Nome completo
Neusa Maria Franzoi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Fonseca, Rosa Maria Godoy Serpa da (Presidente)
Forcella, Hideko Takeuchi
Silva, Andréa de Souza Túbero
Título em português
Concepções de profissionais de equipes de saúde da família sobre violência de gênero
Palavras-chave em português
Programa de Saúde da Família
Violência contra a mulher
Violência de gênero
Resumo em português
Este estudo investigou a concepção de violência de gênero em 12 equipes de saúde da família do Município de Araraquara. Para tanto, os objetivos do estudo foram: conhecer e analisar à luz de gênero a visão dos profissionais das equipes de Saúde da Família acerca de homem e mulher; identificar e analisar, à luz de gênero, a percepção dos membros das equipes sobre a violência de gênero e detectar e analisar, à luz de gênero, as contradições que permeiam as concepções dos profissionais em relação a mulher, homem e violência de gênero. Os dados foram coletados durante uma oficina de trabalho e submetidos à análise de conteúdo, resultando em duas categorias empíricas “Homem e mulher no mesmo barco social” e “Violência de gênero”. Foram priorizados os temas mais relevantes de acordo com o objeto de estudo, aderentes às categorias analíticas gênero e violência de gênero. Os resultados evidenciaram que a violência de gênero não é percebida pelos profissionais como originárias da construção social da masculinidade e da feminilidade. Ao mesmo tempo em que se percebe avanços no sentido de uma visão mais crítica a respeito da influência dos processos de construção da masculinidade e da feminilidade na identidade de gênero, coexistem com esta, visões conservadoras respaldadas na concepção de homem-provedor e mulher-reprodutora, condizentes com o senso comum. Da mesma maneira comportam-se os temas relacionados à violência de gênero, coexistindo percepções conservadoras e transformadoras. Esta mescla de concepções e posicionamentos confirma a necessidade de ampliar a qualificação profissional para capacitar os trabalhadores para lidar com um fenômeno tão complexo embora comum na realidade do território abrangido pelo Programa de Saúde da Família
Título em inglês
Workers from the family health program and conceptions about gender violence
Palavras-chave em inglês
Family Health Program
Gender violence
Violence against woman
Resumo em inglês
This study investigated gender-related violence in 12 family health staffs in Araraquara city. The objectives were to get to know and to analyze, from the gender perspective: the health professionals point of view about man and woman, the professionals´ perceptions about gender-related violence and the contradictions that exist in the professionals´ conceptions about woman, man and violence against woman. Data were collected during a workshop and the content was analyzed through two different empirical categories: "man and woman in the same 'social boat" and "gender-related violence". The more relevant themes related to the object of this study received more attention, and were included in two analytical categories: gender and gender-related violence. The results showed that the participants do not perceive gender-related violence as something that comes from the social construction of masculinity and femininity. They do have a critical view about those processes of social construction, but they still have conservative opinions about man and woman´s roles: the provider-man and the reproducer-woman; and this is in agreement with the common sense. Discussions about gender-related violence follow the same pattern: with conservative and transforming perceptions at the same time. This mixture of different positionings shows the need to broaden the professional qualifications to deal with this complex, still common, reality of domestic violence inside the territories of the Brazilian Family Health Program
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Neusa_Franzoi.pdf (509.05 Kbytes)
Data de Publicação
2007-08-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.