• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Miriam Aparecida de Abreu Cavalcante
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Tsunechiro, Maria Alice (Presidente)
Bonadio, Isabel Cristina
Lopes, Maria Helena Baena de Moraes
Praça, Neide de Souza
Shimo, Antonieta Keiko Kakuda
Título em português
A experiência do homem como acompanhante no cuidado pré-natal
Palavras-chave em português
Cuidado pré-natal
Gravidez
Homens (avaliação comportamental)
Participação (masculino)
Paternidade
Resumo em português
A presença de acompanhante no pré-natal é uma prática adotada e estimulada em alguns serviços de saúde. Este estudo teve como objetivo compreender a experiência do parceiro, como acompanhante de sua esposa/companheira nas consultas de pré-natal em uma instituição filantrópica da cidade de São Paulo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cujos dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas, organizados pelo método do discurso do sujeito coletivo e analisados pela ótica da Teoria das Representações Sociais. Foram entrevistados 15 homens de diferentes profissões, escolaridade e faixa etária entre 21 e 35 anos de idade. Os discursos foram agrupados em cinco temas: O homem e seus motivos para vir às consultas como acompanhante de sua mulher. O homem acompanhante no contexto ambulatorial. O homem acompanhante no contexto familiar. As dificuldades do homem ao acompanhar a mulher grávida nas consultas pré-natais. A experiência masculina na participação no pré-natal. Os resultados mostraram que ao acompanhar a mulher grávida nas consultas pré-natais o homem vivencia o período gestacional no contexto das relações de gênero tradicionais, embora modificadas em alguns aspectos, assim como se prepara para a paternidade. O parceiro comparece às consultas acompanhando a mulher por vontade própria, quando convidado ou ainda quando ela faz questão. Considera que sua participação irá depender do horário de funcionamento dos serviços, da permissão do local de atendimento e do consentimento da mulher. Revela as regras de gênero construídas socialmente pelo homem como provedor financeiro, quando as rotinas do casal mudam e ele precisa se preparar para a chegada do bebê e para os gastos financeiros que isso irá representar. Conclui ser possível a presença masculina nos atendimentos pré-natais, considerados ainda um universo feminino. Assim, ao inserir o homem nos cuidados e orientações pré-natais, proporcionará a presença de um ator, particularmente, interessado no processo gestacional e estimulado a cuidar da mulher e do filho.
Título em inglês
Men´s experience as companion during the prenatal care
Palavras-chave em inglês
Fatherhood
Men (evaluation behavior)
Participation (male)
Pregnancy
Prenatal care
Resumo em inglês
The presence of a companion in the prenatal care is a technique adopted and stimulated in some health services. This study had as an objective to understand the partner’s experience, as a companion of his wife/partner in the prenatal appointments at a philanthropic institution in the city of São Paulo. It is a qualitative research, in which the information was collected by semi-structured interviews, organized by the method of the discourse of the collective subject and analyzed through the view of the Theory of Social Representations. 15 men of different professions, schooling and age, between 21 and 35 years old were interviewed. The discourses were grouped in five themes: The man and his reasons to go to the appointments as companion of his wife. The man as outpatient companion. The man as a companion in the familiar context. The difficulties of the man in accompanying the woman to the prenatal appointments. The masculine experience in the participation in the prenatal medical care. The results showed that by accompanying the pregnant woman in the prenatal appointments, the man experiences the pregnancy period in the context of relations of the traditional kind, although modified in some aspects, as well as prepares himself for paternity. The partner attends the appointments accompanying the woman by his own free will, when invited or when she insists. He believes his participation will depend on the time the services will be running, the permission of the place of treatment and the consent of the woman. It reveals the rules of the kind socially constructed by the man as financial provider, when the couple’s routines change and he has to prepare himself to the arrival of the baby and for the financial expenses this will represent. It concludes that the masculine presence in the prenatal care is possible, even though it is still considered a feminine universe. Therefore, by including the man in the prenatal care and guidance, the presence of an agent, particularly interested in the pregnancy process and stimulated to look after the wife and the child.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Miriam_Cavalcante.pdf (946.55 Kbytes)
Data de Publicação
2008-02-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.