• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2004.tde-16102006-155511
Documento
Autor
Nome completo
Eliana Mara Braga
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Silva, Maria Julia Paes da (Presidente)
Castro, Rosiani de Cássia Boamorte Ribeiro de
Pereira, Luciane Lucio
Rolim, Marli Alves
Stefanelli, Maguida Costa
Título em português
Competência em comunicação: uma ponte entre aprendizado e ensino na enfermagem.
Palavras-chave em português
Competência profissional
Comunicação em enfermagem
Comunicação interpessoal
Educação em enfermagem
Ensino-aprendizagem
Resumo em português
Este estudo teve como objetivo caracterizar referenciais de competências comunicativas interpessoais e propor bases teórico-metodológicas para o aprendizado da comunicação interpessoal no ensino da Enfermagem. Abordando questões norteadoras sobre competência em comunicação interpessoal, utilizou-se referencial teórico de comunicação e método de análise de conteúdo em 13 discursos de professores de Enfermagem, especialistas em comunicação. Os resultados obtidos representam que a competência em comunicação é um processo interpessoal que deve atingir o objetivo dos comunicadores, pressupor conhecimentos básicos de comunicação, ter consciência do verbal e do não-verbal nas interações, atuar com clareza e objetividade, promover o autoconhecimento e, conseqüentemente, ter a possibilidade de uma vida mais autêntica. Os sujeitos relatam que a expressão da competência comunicativa está, necessariamente, no vivenciar o cotidiano profissional e pessoal, ouvindo o outro, prestando atenção na comunicação não-verbal, validando a compreensão das mensagens, sendo capaz de eliminar as barreiras impostas à comunicação, demonstrando afetividade e investindo no autoconhecimento. O desenvolvimento da competência comunicativa verifica-se pelo estímulo recebido desde a graduação, pelas leituras de aprofundamento do tema, pela prática profissional e realização de pesquisas e publicações na área. O ganho alcançado com a competência em comunicação interpessoal resulta em relações profissionais e pessoais mais significativas, maior autoconsciência e aceitação das diferenças do outro, ampliação dos caminhos do ensino e da pesquisa e conquista de um bem-estar. Os teóricos mais citados como referenciais, pelos sujeitos do estudo, foram: Stefanelli MC., Silva MJP., Travelbee J., Littlejohn SW., Davis F., Rogers CR., Sullivan HS., Ruesch J., Peplau HE., Bales RF. e Moscovici F. As bases metodológicas propostas para o aprendizado e ensino da comunicação interpessoal em Enfermagem, são: assumir a comunicação como base para o cuidar, ensinar os fundamentos teóricos da comunicação no início da graduação, desenvolver a competência de todos os professores em comunicação, vincular a prática assistencial com o ensino da comunicação, acompanhar a progressão da competência comunicativa no aluno e vivenciar a comunicação efetiva com as pessoas na escola. Os resultados que emergiram deste estudo permitem considerar a competência em comunicação interpessoal, como uma habilidade fundamental a ser adquirida pelo enfermeiro, sabendo que esta lhe possibilitará um cuidar consciente, verdadeiro e transformador.
Título em inglês
Competence in communication: a bridge between learning and teaching in nursing.
Palavras-chave em inglês
Communication in nursing
Education in nursing
Interpersonal communication
Professional competence
Teaching and learning
Resumo em inglês
This study aimed at characterizing references of interpersonal communicative competence and proposing theoretical methodological bases for interpersonal communication learning on nursing teaching. Through guiding questions about competence on interpersonal communication, the theoretical reference of communication and the method of the content analysis in thirteen communication expert nursing teachers’ speeches were used. The results show that competence in communication is an interpersonal process which must reach the communicator’s objectives, require basic knowledge of communication, have verbal and non-verbal perception in the interactions, act clearly and objectively, develop self-knowledge and, therefore lead to the possibility of a more legitimate life. The subjects report that the communicative competence expression is necessarily, in the living of the professional and personal every day life, listening to the other, perceiving nonverbal communication, validating the message understanding, being able to break communication barriers, showing affection and developing self-knowledge. The development of a communicative competence has been reached by the stimulus received since the undergraduation course, by reading deeply the theme, by professional practice and by accomplishing research as well as publishing in the field. The benefits originated from competence in interpersonal communication lead to a more significant professional and personal relationship, a better self-knowledge and acceptance of the other’s differences, a widening on ways of teaching and researching as well as an achievement of welfare. The most cited theorists as reference by the study subjects were as follows: Stefanelli MC., Silva MJP., Travelbee J., Littlejohn SW., Davis F., Rogers CR., Sullivan HS., Ruesch J., Peplau HE., Bales RF. E Moscovici F. The target methodological bases for interpersonal communication learning and teaching in nursing are: assuming communication as the basis for caring, teaching the communication theoretical principles in the beginning of the undergraduation course, developing the communication competence of all teachers, linking assistance practice to communication teaching, following the student communicative competence progression and living the effective communication with people in the school. The results coming out from this study allow us to consider competence in interpersonal communication as a major ability to be acquired by the nurse, being aware that it will enable a conscious, true, and transforming care.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Eliana_Mara_Braga.pdf (1.04 Mbytes)
Data de Publicação
2006-11-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.