• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2000.tde-14012002-170148
Documento
Autor
Nome completo
Mirian Santos Paiva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Fonseca, Rosa Maria Godoy Serpa da (Presidente)
Mamede, Marli Villela
Riesco, Maria Luiza Gonzalez
Scavone, Lucila
Takahashi, Renata Ferreira
Título em português
Vivenciando a gravidez e experienciando a soropositividade para o HIV.
Palavras-chave em português
gênero
mulher e AIDS
representação social
saúde reprodutiva
sexualidade
Resumo em português
O estudo buscou identificar e interpretar as concepções sobre AIDS, reveladas através das representações sociais de mulheres grávidas soropositivas e seus companheiros. Os eixos teóricos foram a Teoria das Representações Sociais e Gênero. Optou-se pela abordagem qualitativa, por ser capaz de revelar valores, símbolos e representações, permitindo a captação e a valorização das subjetividades. Foram entrevistadas(os) oito gestantes e dois companheiros. A articulação gravidez e soropositividade para o HIV emergiu em três dimensões: o processo de inclusão-exclusão social na saúde reprodutiva, a vulnerabilidade feminina ao HIV/AIDS e o próprio processo de vivenciar a gravidez [representada socialmente como vida] e a soropositividade para o HIV [representada socialmente como morte]. Os resultados revelaram a subalternidade de gênero como determinante da vulnerabilidade à infecção pelo HIV; a vivência da gravidez reforçando a concepção idealizada de maternidade, muito mais valorizada que a soropositividade, chegando a superá-la através da resignificação da doença, das suas conseqüências e do conhecimento da AIDS como uma das formas para o seu enfrentamento. A soropositividade contribuiu para aderência ao tratamento e adoção de medidas preventivas em relação ao agravamento das suas condições de saúde-doença e dos seus filhos em gestação.
Título em inglês
Experiencing pregnancy jointly with HIV positivity.
Palavras-chave em inglês
gender
reproductive health
sexuality
social representations
women and AIDS
Resumo em inglês
The aim of this study was to identify and interpret the conceptions concerning AIDS revealed by the social representations of HIV-positive pregnant woman and their partners. The conceptual basis was oriented by the Theory of Social Representations and Gender. The choice of a qualitative approach was made to reveal values, symbols and representations, to valorize and deal with subjectivities. Eight pregnant women and two of their partners were interviewed. The joint occurrence of pregnancy with HIV positivity was studied along three dimensions: the process of social inclusion/exclusion in reproductive health, the feminine vulnerability to HIV/AIDS, and the process of experiencing pregnancy (represented socially as life) concomitantly with HIV positivity (represented socially as death). The results revealed the subordinate role of the female gender as a determinate of vulnerability to infection by HIV; the experience of pregnancy reinforcing the idealized conception of maternity, outweighing their HIV positivity to the point of surmounting it by attaching a new meaning to the disease and its consequences, and through knowledge of AIDS as one form of facing up to it. HIV positivity contributed to adherence with the treatment and the adoption of preventative measures in regard to their states of sickness/health and that of their unborn children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TDE.pdf (402.03 Kbytes)
Data de Publicação
2002-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.