• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2009.tde-22062009-125228
Documento
Autor
Nome completo
Eliana de Araujo Garcia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Fugulin, Fernanda Maria Togeiro (Presidente)
Gaidzinski, Raquel Rapone
Laus, Ana Maria
Título em português
Distribuição do tempo de trabalho das enfermeiras em unidade de emergência
Palavras-chave em português
Administração de recursos humanos
Amostragem do trabalho
Classificação
Gerenciamento do tempo
Serviços médicos de emergência
Resumo em português
As dificuldades encontradas para a operacionalização dos métodos de dimensionamento de pessoal de enfermagem nas unidades de emergência estão diretamente relacionadas à escassez de estudos e de parâmetros que instrumentalizem as enfermeiras para a determinação do quadro de pessoal. Diante deste cenário, este estudo teve por objetivo identificar e analisar a distribuição do tempo de trabalho das enfermeiras em uma unidade de emergência, bem como calcular o tempo médio despendido por estas profissionais na execução das intervenções/atividades de enfermagem. Trata-se de uma pesquisa de natureza quantitativa, descritiva, do tipo estudo de caso, realizada em um Hospital geral, universitário, localizado no município de São Paulo. Para alcançar os objetivos do estudo foi utilizado o método de amostragem de trabalho. A identificação das atividades de enfermagem, realizadas pelas enfermeiras, ocorreu mediante avaliação das fichas de atendimento dos pacientes e da observação direta das enfermeiras no cotidiano do trabalho na Unidade, que foram, posteriormente, categorizadas de acordo com um sistema padronizado de linguagem (NIC) e classificadas em intervenções de cuidado direto, intervenções de cuidado indireto, atividades associadas e de tempo pessoal. Os dados foram coletados no período de 11 a 14 de novembro de 2008, por seis observadoras de campo, treinadas especificamente para a realização deste procedimento. Obteve-se 1512 amostras das atividades realizadas pelas enfermeiras, verificando-se que as intervenções e atividades de enfermagem que mais utilizaram o tempo de trabalho das enfermeiras foram: Passagem de Plantão (8,79%), Cuidado na Admissão (7,40%), Documentação (6,74%), Troca de Informações sobre Cuidados de Saúde (5,42%), Delegação (4,36%), Transporte (3,44%), Supervisão de Funcionários (2,91%) e Plano de Alta e Administração de Medicamentos EV (2,12%). Observou-se que 35% do tempo das enfermeiras foram dedicados às intervenções de cuidado indireto, 35% às intervenções de cuidado direto de enfermagem, 18% às atividades de tempo pessoal e 12% às atividades associadas. A produtividade média destas profissionais correspondeu à 82%, considerado excelente, conforme os critérios de avaliação da produtividade propostos na literatura. A análise comparativa dos tempos identificados com os tempos estimados pela NIC permitiu verificar que 54,4% apresentaram correspondência com os intervalos de tempo estimados pela NIC. Com este estudo evidenciam-se perspectivas para a realização de novas investigações que contribuam para a identificação de parâmetros que subsidiem o processo de dimensionar pessoal de enfermagem nos serviços de emergência
Título em inglês
Nurses´ time distribution in emergency unit
Palavras-chave em inglês
Classification
Human resource administration
Medical emergency system
Time management
Work sample
Resumo em inglês
The difficulties found to make operational the nursery personnel sizing methods at the emergency units are directly related to the lack of studies and parameters that would give nurses resources to determine the nursing staff. Facing that scenario, this study`s aim was to identify and analyze the work time distribution of nurses in an emergency unit as well as calculate the average time spent by these professionals at nursing activities. This is a prospective, quantitative, exploratory-descriptive type field research, conducted in a large, general, universitary hospital in the city of São Paulo. To achieve the above mentioned objectives a working sample method was used. To identify the nurses activities, patient charts were used as well as the observation of the nurses routine at Unit, which were later categorized in accordance with the standard language system (NIC) and classified as direct care and indirect care interventions, associated activities and personal time. Data were collected between November 11th through 14th, 2008, by six field observers, specifically trained for this task. 1512 samples were obtained from the nurses activities. The nursing activities and interventions that most used work time of the nurses were, showing that the activities that took more time from the nurses were: Shift Report (8,79%), Admission Care (7,40%), Documentation (6,74%), Health Care Information Exchange (5,42%), Delegation (4,36%), Transport (3,44%), Staff Supervision (2,91%) and Discharge Planning and Medication Administration: Intravenous (IV) (2,12%). It was observed that 35% of the nurses time was dedicated to indirect care interventions, 35% to direct care nursing interventions, 18% to personal time activities and 12% to related activities. The average productivity of these professionals achieved 82%, considered an excellent standard according to evaluation criteria shown in specific literature. The comparative analysis of the identified time estimated by NIC allowed to verify that 54,4% presented time intervals aligned by those estimated by NIC. This study gives perspectives to new investigations that could contribute to the identification of new parameters that could help to establish the necessary nursing staff for emergency services
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Eliana_Garcia.pdf (1.53 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-13
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Garcia, Eliana de Araujo, and Fugulin, Fernanda Maria Togeiro. Distribuição do tempo de trabalho das enfermeiras em Unidade de Emergência [doi:10.1590/S0080-62342010000400025]. Revista da Escola de Enfermagem da USP [online], 2010, vol. 44, p. 1032-1038.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.