• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2007.tde-20122007-095502
Documento
Autor
Nome completo
Leonice Fumiko Sato Kurebayashi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Freitas, Genival Fernandes de (Presidente)
Oguisso, Taka
Sá, Ana Cristina de
Título em português
Acupuntura na saúde pública: uma realidade histórica e atual para enfermeiros
Palavras-chave em português
Acupuntura
Enfermagem em Saúde Pública
Medicina alternativa
Resumo em português
O presente estudo tem como objetivos: desvelar percepções de enfermeiros acerca da acupuntura como prática assistencial de enfermagem; identificar fatores dificultadores/facilitadores para a implantação da acupuntura como técnica complementar à assistência de saúde; discutir aspectos contraditórios e os dilemas ético-legais que perpassam a prática da acupuntura pelo enfermeiro em serviços de saúde pública. Pesquisa de campo exploratória foi realizada com 33 enfermeiras, de 11 Unidades de Saúde, da Região Sudeste do Município de São Paulo, que oferecem atendimento de acupuntura por profissionais médicos. Os dados coletados nas entrevistas foram examinados com base na Análise de Conteúdo de Bardin (2004) e Minayo (2007) e distribuídos em quatro categorias principais: (1) percepções de enfermeiros acerca da acupuntura na assistência à saúde; (2) fatores dificultadores e (3) facilitadores da prática da acupuntura pelo enfermeiro em serviços de saúde pública e (4) dilemas ético-legais na prática da acupuntura vivenciados pelos enfermeiros. Debates sobre percepções referentes à acupuntura revelaram credibilidade de pacientes na eficácia da técnica em uma grande variedade de enfermidades, especialmente em doenças crônicas, dor e estresse. Foi considerada como uma terapêutica holística, agindo com menos efeitos colaterais em situações em que a alopatia é ineficiente. Como fatores dificultadores foram encontrados: sobrecarga de trabalho, falta de recursos materiais e humanos e uma política de saúde que não favorece a implantação da acupuntura pelo enfermeiro. Entre os fatores facilitadores foram indicados: possibilidade de capacitação técnica do enfermeiro e de implantação do serviço de acupuntura multiprofissional pela Secretaria de Saúde, além de mais e melhor informação para a população e para profissionais, com a vantagem da proximidade já existente entre enfermeiro e usuário. Quanto aos dilemas ético-legais, questionou-se a acupuntura como prática limitada à classe médica, o preconceito quanto ao que o enfermeiro faz e pode fazer, a necessidade de regulamentação pelas autoridades competentes e, por fim, qual o perfil do profissional que poderia exercer a acupuntura, segundo as enfermeiras entrevistadas. Face ao novo paradigma emergente da saúde, na busca de um cuidado menos biologicista, mais integral e holístico, a acupuntura como prática complementar à assistência na saúde pública emerge como uma nova/velha terapêutica, trazendo muitos benefícios à saúde da população. O desafio que se coloca ao enfermeiro é a conquista da acupuntura como saber e fazer do enfermeiro, participando da implantação responsável, ética e multiprofissional da acupuntura em benefício da população
Título em inglês
Public Health: a history and a reality for nurses
Palavras-chave em inglês
Acupuncture
Alternative medicine
Public Health Nursing
Resumo em inglês
The objective of the present study were to unveil nurses´ perceptions on acupuncture as a nursing care practice; to identify difficulting or facilitating factors for implementation of acupuncture as a complementary procedure for health care; and to discuss contradictory issues, ethical and legal dilemmas which carry through the acupuncture practice by nurses in public health services. An exploratory research on field was held with 33 nurses, from 11 Health Units, located in the south-east region of São Paulo city, where acupuncture is practiced by physicians. Collected data through interviews were analyzed based on Bardin (2004) Content Analysis and Minayo (2007), distributed within four main categories: (1) nurses´ perceptions on acupuncture in health care; (2) difficulting factors and (3) facilitating factors related to acupuncture felt by nurses in public health services and (4) ethical and legal dilemmas on acupuncture practice experienced by nurses. Debates on perceptions related to acupuncture showed credibility by patients on the procedure efficacy in a large variety of illness, particularly on chronicle ones, pain and stress. It was considered as a holistic therapy, acting with less collateral effects, when allopath is inefficient. Difficulting factors found were: working overload, lack of material and human resources and the health policy which is not favorable for implementation of acupuncture done by nurses. Among facilitating factors were indicated: possibility of enabling nurses with technical qualification as well as implementation of acupuncture services by a multi-professional team through the Secretariat of Health; more and better information for people and professionals and the advantage of existing closeness between nurses and patients. Regarding the ethical and legal dilemmas, the issue of acupuncture as a practice limited to the medical group was raised, as well as the prejudice related to what nurses do or may do, the need of regulation by competent authorities and also who would be the professionals to practice acupuncture according to the interviewed nurses. Considering this emerging new health paradigm and looking for a less biologist and more integral and holistic caring, acupuncture as a complementary practice to public health care comes forth as new/old therapy, bringing many benefices to the public health. The challenge imposed to nurses is the conquest of the acupuncture as the knowing and the doing of the nurse, participating in responsive, ethical and multi-professional implementation of acupuncture practice for the people benefit
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Leonice_Fumiko.pdf (1.54 Mbytes)
Data de Publicação
2008-01-07
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • KUREBAYASHI, Leonice Fumiko Sato, et al. Propostas de emendas à Lei Nº 7498/86, do exercício profissional de enfermagem. REME. Revista Mineira de Enfermagem, 2008, vol. 12, p. 573-579.
  • KUREBAYASHI, Leonice Fumiko Sato, Freitas, Genival Fernandes de, and OGUISSO, Taka. Enfermidades tratadas e tratáveis pela acupuntura segundo percepção de enfermeiras [doi:10.1590/S0080-62342009000400027]. Revista da Escola de Enfermagem da USP [online], 2009, vol. 43, p. 930-936.
  • KUREBAYASHI, Leonice Fumiko Sato, e FREITAS, Genival Fernandes de. Acupuntura Multiprofissional - Aspectos éticos e legais. São Caetano do Sul : Yendis Editora, 2011{Volume}.{Serie}
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.