• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.64.2012.tde-25092012-170626
Documento
Autor
Nome completo
Adriano Costa de Camargo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2012
Orientador
Banca examinadora
Brazaca, Solange Guidolin Canniatti (Presidente)
Souza, Miriam Coelho de
Villavicencio, Anna Lucia Casañas Haasis
Título em português
Efeitos físico-químicos da radiação gama no amendoim e a utilização da sua película como antioxidante natural
Palavras-chave em português
Amendoim
Antioxidantes
Armazenamento
Oxidação lipídica
Radiação gama
Resumo em português
O amendoim está entre os grãos oleaginosos mais populares do mundo, seu conteúdo em lipídeos é, em média, de 50%. Sua composição em ácidos graxos se caracteriza pela alta porcentagem de ácidos graxos insaturados. O amendoim é fonte dietética de tocoferol e polifenóis, antioxidantes benéficos à saúde humana. Entretanto, a presença de fungos potencialmente aflatoxigênicos é alvo de preocupação da cadeia produtiva desta oleaginosa. A radiação gama, juntamente com boas práticas agrícolas, tem sido apontada como tratamento eficiente para a desinfecção fúngica do amendoim e como potencial processo na redução da alergenicidade deste produto. Contudo, o processo de irradiação pode promover a formação de radicais livres, aumentar a taxa de oxidação e induzir alterações moleculares que podem refletir na alteração das propriedades antioxidantes. No presente estudo amostras de amendoim cultivar IAC-Runner 886 em casca, descascadas e blancheadas, assim como a película residual do blancheamento, foram submetidas à radiação gama de cobalto-60 nas doses de 0,0; 5,0; 7,5 e 10,0 kGy e taxa de dose de 7,5 kGy/h. As amostras foram armazenadas sob temperatura ambiente e as análises foram realizadas no tempo zero, três e seis meses para o amendoim, e no tempo zero para a película. As poucas alterações nos parâmetros físicos de cor foram mais relacionadas ao armazenamento do que ao processo de irradiação. Os parâmetros químicos relacionados às propriedades antioxidantes do amendoim tiveram pouca alteração devido ao processo de irradiação, o armazenamento se configurou como determinante na diminuição de compostos bioativos assim como na atividade antioxidante das amostras. Não houve correlação entre a irradiação e as alterações no perfil de ácidos graxos do amendoim. O conteúdo de tocoferóis e o período de indução do óleo bruto de amendoim se correlacionaram negativamente com as doses de irradiação. Houve correlação positiva entre a irradiação e compostos primários e secundários da oxidação. A película de amendoim, removida no seu processo de blancheamento, é rica em compostos bioativos com propriedades antioxidantes. A viabilidade da utilização desta fonte natural de antioxidantes para substituir os sintéticos foi avaliada. A estabilidade oxidativa das amostras de óleo soja foi determinada utilizando o método de oxidação acelerada em Rancimat e comparação com um controle ou amostras adicionadas de antioxidantes sintéticos (BHT ou TBHQ). A irradiação modificou o conteúdo de fenólicos totais, taninos condensados e fenólicos totais, assim como a atividade antioxidante. Extratos etanólicos, de películas irradiadas ou não, apresentaram aumento no período de indução (h) do óleo de soja, avaliado em Rancimat, em comparação ao controle. A atividade antioxidante da película de amendoim foi maior que o BHT e menor que o TBHQ. O presente estudo confirmou que a radiação gama não afetou o poder antioxidante dos extratos da película de amendoim em sistema modelo de óleo de soja. A irradiação não causou efeitos negativos aos bioativos não nutricionais como os polifenóis. Os efeitos negativos foram associados ao tempo de armazenamento. A irradiação, assim como o armazenamento, causou oxidação da fração lipídica e, consequentemente, a diminuição de antioxidantes nutricionais como os tocoferóis.
Título em inglês
Physicochemical effects of gamma radiation in peanuts and the utilization of their peanut skins as natural antioxidant
Palavras-chave em inglês
Antioxidants
Gamma radiation
Lipid oxidiation
Peanuts
Storage
Resumo em inglês
Peanuts are among the most popular oilseed in the world, their lipid content is about 50%, on average. Their fatty acid composition is characterized by high percentage of unsaturated fatty acids. Peanuts are a source of dietary tocopherol and polyphenols, antioxidants that play benefits to human health. However, the presence of potential mycotoxic fungi is a concern of this oilseed production chain. Gamma radiation, in addition to good agricultural practices, has been identified as an effective treatment for disinfecting peanuts of fungi and has been identified as a potential tool for reducing their allergenicity. However, the physicochemical quality of the peanuts deserves attention due to its high lipid percentage. The irradiation process can promote the formation of free radicals, increase lipid oxidation and induce molecular changes that may reflect changes in the antioxidant properties. In the present study samples of peanut from IAC Runner 886 cultivar, peeled, in shell and blanched as well as their peanut skins were subjected to gamma radiation in doses of 0.0, 5.0, 7.5 or 10.0 kGy with dose rate of 7.5 kGy.h-1 using a cobalt-60 source. The samples were stored for six months at room temperature and analysis were performed at the beginning of the study and after each three month storage on peanuts and just at the beginning of the study on peanut skins. Few changes noticed in the physical parameters of color seem to be more related to storage than the irradiation process. Chemical parameters related to the antioxidant properties showed moderate change due to the irradiation process, while storage was determinant on the reduction of bioactive compounds as well as the antioxidant activity in the samples. No correlation was found between gamma radiation and fatty acid changes of peanuts. Tocopherol content and the induction period of the crude peanut oil were negatively correlated with gamma radiation doses. Peanut skin, which is removed in the peanut blanching process, is rich in bioactive compounds with antioxidant properties. The viability of using natural sources of antioxidants to replace synthetic antioxidants was assessed. The oxidative stability of the soybean oil samples was determined using the Rancimat method for accelerated oxidation and compared to a control and synthetic antioxidants (BHT and TBHQ). Gamma radiation changed total phenolic content, total condensed tannins, total flavonoid content, and the antioxidant activity. Ethanolic extracts, gamma irradiated or not, presented increasing induction period (h), measured by the Rancimat method, when compared with the control. Antioxidant activity of the peanut skins was higher than BHT but lower than THBQ. The present study confirmed that gamma radiation did not affect the peanut skin extracts' antioxidative level when added to soybean oil model system. Irradiation did not cause adverse effects to non-nutritional bioactive compounds such as polyphenols. Negative effects were associated with the storage time. Gamma radiation as well as the storage caused lipid oxidation and, consequently, decrease of nutritional antioxidants such as tocopherols.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-10-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • DE CAMARGO, Adriano Costa, et al. Gamma Irradiation of in-Shell and Blanched Peanuts Protects against Mycotoxic Fungi : and Retains Their Nutraceutical Components during Long-Term Storage. International Journal of Molecular Sciences [online], 2012, vol. 13, n. 9. [cited ]. Available from : <http://www.mdpi.com/1422-0067/13/9/10935>
  • DE CAMARGO, Adriano Costa, et al. Gamma Radiation Effects on Peanut Skin Antioxidants. International Journal of Molecular Sciences [online], 2012, vol. 13, n. 3, p. 3073-3084. [cited ]. Available from : <http://www.mdpi.com/1422-0067/13/3/3073>
  • DE CAMARGO, Adriano Costa, et al. Gamma Radiation Induced Oxidation and Tocopherols Decrease in In-Shell, Peeled and Blanched Peanuts. International Journal of Molecular Sciences [online], 2012, vol. 13, n. 3, p. 2827-2845. [cited ]. Available from : <http://www.mdpi.com/1422-0067/13/3/2827>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.