• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.61.2011.tde-06022012-150523
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Lia Mondelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2011
Orientador
Banca examinadora
Trindade Junior, Alceu Sergio (Presidente)
Oliveira Neto, Fausto Viterbo de
Ozawa, Terumi Okada
Virmond, Marcos da Cunha Lopes
Yaedú, Renato Yassutaka Faria
Título em português
Queiloplastia de FTB, comparação da técnica clássica de Spina com a modificada pelo HRAC
Palavras-chave em português
Cirurgia labial
fissura labiopalatina
técnica de Spina modificada - HRAC-USP
Resumo em português
Introdução: As fissuras bilaterais de lábio e palato sempre apresentaram divergências a respeito de seu tratamento cirúrgico. Nesta pesquisa duas técnicas cirúrgicas para correção de fissuras de lábio bilaterais, a Clássica de Spina (grupo S) e a de Spina modificada pelo Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (HRAC-USP) (grupo TD) foram comparadas. Os objetivos deste estudo foram: determinar os resultados estéticos, as complicações pós-operatórias imediatas e mediatas, a satisfação pessoal da aparência e do tratamento recebido, bem como a qualidade de vida em indivíduos com fissuras transforame bilateral, operados no HRAC-USP pelas técnicas de Spina e Spina modificada pelo HRAC-USP. Método: Após aprovação do comitê de ética e pesquisa e obtenção do consentimento informado, foram avaliados setenta e seis indivíduos, 48 do sexo masculino e 28 do sexo feminino. O grupo S apresentou-se com 44 indivíduos e o grupo TD com 32. Julgadores fizeram análises subjetivas em fotografias de sete atributos em cada indivíduo, utilisando-se de uma escala numérica de 1 a 5. Da análise de prontuários foram obtidas as complicações pós operatórias imediatas e mediatas, além do número de internações cirúrgicas e do número de retornos ambulatoriais. Os próprios indivíduos responderam a duas escalas visuais analógicas (EVA), uma de satisfação da sua aparência e outra do tratamento recebido no HRAC-USP e também a um questionário de qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-bref). Resultados: As duas técnicas cirúrgicas utilizadas não mostraram diferença estatística nas análises fotográficas subjetivas. As complicações cirúrgicas imediatas e mediatas foram semelhantes entre os grupos. Houve diferença estatística significante quanto ao número de cirurgias (p=0,0000), o grupo S apresentou 8,06 (2,18) e o grupo TD apresentou 4,72 (1,45) internações cirúrgicas, os atendimentos ambulatoriais não apresentaram diferenças apresentando para o grupo S 27,49 (17,58) e 22,31 (15,38) vindas ao hospital. As escalas visuais analógicas (EVA) de satisfação da aparência apresentaram para o grupo S 53,80 (14,46) e TD 57,54 (14,41) e do tratamento recebido no HRAC-USP para S 68,14 (11,16) e TD 63,18 (11,39). O WHOQOL-bref também não mostrou diferença entre os grupos em nenhum dos seus domínios. Conclusão: As queiloplastias realizadas pelas técnicas de Spina e de Spina modificada pelo HRAC-USP, não mostraram diferença estatística nos resultados das avaliações fotográficas, das complicações pós operatórias imediatas e mediatas, do número de atendimentos ambulatoriais, das escalas visuais analógicas de satisfação da aparência e do atendimento recebido no HRAC-USP, e do questionário de qualidade de vida. Os indivíudos operados pela técnica de Spina modificada pelo HRAC-USP apresentaram menos internações cirúrgicas que indivíduos os operados pela técnica clássica de Spina, com resultados estatísticos significativos.
Título em inglês
Cheiloplasty of bilateral cleft lip and palate, comparison of Spina classical techinque and a modified by HRAC
Palavras-chave em inglês
Cleft lip and palate
lip surgery
Spina technique modified by HRAC-USP
Resumo em inglês
Background: The bilateral cleft lip palate ever had a divergence of its treatment. In this research two techniques to correction bilateral cleft lip, Spina classic technique (S group) and Spina modified by HRAC-USP (TD group). Aims: Determine the esthetical results, immediate and mediate postoperative complications, the number of surgeries and ambulatory attendance, the personal satisfaction with its appearance and received attendance, and the quality of life in subjects with bilateral clef lip palate, operated in the HRAC-USP by Spina and Spina modified by HRACUSP techniques of cheiloplasty. Method: After approve of the ethical committee and attainment of assent, was evaluated 74 subjects, 46 male and 28 female. The S group had 42 and the TD group with 32 subjects. Judges made facial analysis in photographs of seven attributes in each subject, using an analogical scale of 1 to 5. From the bedside assessment the immediate and mediate complications was taken. The number of surgical procedures and ambulatorial coming was tabulated. The own subjects answer two visual analogical scale (EVA) of satisfaction of appearance and the treatment received at HRAC-USP and an OMS quality of life questionnaire (WHOQOL-bref). Results: The two techniques utilized did not show statistic difference in the subjective facial analyses. The immediate and mediate complications were similar between the groups. There were significant difference in the number of surgical procedures (p=0000), S group had 8,06 (± 2,18) and TD group 4,72 (± 1,45) surgical internment. The ambulatory coming did not show differences, the S group had 27,49 (± 17,58) and TD 22,31 (± 15,38) coming to to the Hospital. The visual analogical scales (EVA) of satisfaction whit the appearance shows for S group 53,80 (± 14,46) e TD 57,54 (± 14,41) and the do treatment received at HRAC-USP for S group 68,14 (± 11,16) e TD 63,18 (± 11,39). The WHOQOL-bref did not show differences between the groups in none of their dominion. Discussion: All elements of this work were interpreted and analysis was performed whit literature correlation. Conclusion: The cheiloplasty whit the technique of Spina and Spina modified by HRAC-USP, did not show statistical difference in the results of photographs evaluation, immediate e mediate complications, the number of coming to the hospital, the visual analogical scale of satisfaction whit the appearance and the treatment received at HRAC-USP and the questionnaire of quality of life. The subjects submitted to the Spina technique modified by HRAC-USP shows less surgical procedures that those submitted to the classical Spina technique whit statistical significance difference.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-02-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.