• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.60.2015.tde-17042015-093013
Documento
Autor
Nome completo
Danilo Avelar Sampaio Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Santos, Antonio Cardozo dos (Presidente)
Guimaraes, Elaine Aparecida Del Bel Belluz
Malfará, Wilson Roberto
Queiroz, Regina Helena Costa
Santos, Wagner Ferreira dos
Título em português
Avaliação do efeito protetor do beta-cariofileno em modelos celulares de doenças neurodegenerativas
Palavras-chave em português
Beta-cariofileno
Doença de Alzheimer
Doença de Huntington
Doença de Parkinson
Doenças neurodegenerativas
Neuritogênese
Resumo em português
As doenças neurodegenerativas (DN) estão entre as principais causas de mortalidade e morbidade nos países ocidentais. Não há ainda um tratamento definitivo para estas neuropatias, mas estudos têm indicado mecanismos comuns de toxicidade que incluem disfunção mitocondrial, estresse oxidativo, apoptose e neuroinflamação. Adicionalmente, o efeito benéfico da neuroplasticidade induzida por fatores neurotróficos no retardamento ou inibição do processo neurodegenerativo também tem sido sugerido por muitos estudos. O beta-cariofileno é um sesquiterpeno bi-cíclico encontrado no óleo essencial de algumas plantas, e que possui efeito anti-inflamatório e antioxidante. Assim, este composto possui características e é capaz de induzir efeitos que o tornam um potencial candidato ao tratamento/prevenção dos processos envolvidos na neurodegeneração. Apesar disso, pouco se sabe sobre os efeitos e os mecanismos de ação do beta-cariofileno no processo de degeneração neuronal. Então, neste estudo, avaliou-se o efeito do beta-cariofileno em modelos celulares (PC 12) de neurotoxicidade que mimetizam in vitro os mecanismos moleculares envolvidos nas doenças de Parkinson, Huntington e Alzheimer, os quais, para efeitos práticos, denominaremos de "modelos celulares de Parkinson, Huntington e Alzheimer". Estes modelos são induzidos experimentalmente pela neurotoxina dopaminérgica iodeto de 1-metil 4-fenil piridina (MPP+), pela neurotoxina mitocondrial ácido 3-nitropropiônico (3NP) e pelo peptídeo neurotóxico B-amiloide (AB42), respectivamente. O beta-cariofileno apresentou efeitos benéficos nestes três modelos de neurotoxicidade, e adicionalmente induziu neuritogênese e a expressão de proteínas neurotípicas no modelo neuronal. Este é o primeiro estudo a demonstrar tais efeitos do beta-cariofileno.
Título em inglês
Evaluation of the protective effect of beta-caryophyllene on cellular models of neurodegeneration
Palavras-chave em inglês
Alzheimer's disease
Beta-caryophyllene
Huntington's disease
Neuritogenensis
Neurodegenerative diseases
Parkinson's disease
Resumo em inglês
Neurodegenerative diseases (ND) are among the leading causes of mortality and morbidity in Western countries. There is not a definitive treatment for these neuropathies, but studies have indicated common mechanisms of toxicity that include mitochondrial dysfunction, oxidative stress, neuroinflammation and apoptosis. Additionally, the beneficial effect of the neuroplasticity induced by neurotrophic factors on the retardation or inhibition of neurodegeneration has also been suggested by several studies. Beta-caryophyllene is a bicyclic sesquiterpene found in essential oils of some plants, and possesses anti-inflammatory and antioxidant effects. Thus, this compound has characteristics and is capable of inducing effects that make it a potential candidate for treatment / prevention of the processes involved in neurodegeneration. Despite this, little is known about the effects and mechanisms of action of beta-caryophyllene in the neuronal degeneration process. Then, this study evaluated the effect of beta-caryophyllene in cellular models of neurotoxicity (PC 12) that mimic in vitro the molecular mechanisms involved in Parkinson's, Huntington's and Alzheimer's diseases, which, for practical purposes, we will denominate "Cellular models of Parkinson's, Huntington's and Alzheimer's diseases." These models are experimentally induced by the dopaminergic neurotoxin 1-methyl iodide, 4-phenyl pyridine (MPP+), by the mitochondrial neurotoxin 3-nitropropionic acid (3NP) and the neurotoxic peptide B-amyloid (AB42), respectively. Beta-caryophyllene showed beneficial effects on these three models of neurotoxicity, and additionally induced neuritogenesis and the expression of neurotypic proteins in the neuronal model. This is the first study to demonstrate such effects of beta-caryophyllene.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.