• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Nancy Val y Val Peres da Mota
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Helena (Presidente)
Poz, Mario Roberto Dal
Scheffer, Mário César
Ventura, Deisy de Freitas Lima
Título em português
Emigração de médicos brasileiros para os Estados Unidos da América
Palavras-chave em português
Emigração e Imigração
Equidade
Fuga de Cérebros
Médicos
Migração de Profissionais
Mobilidade
Resumo em português
Tese aborda, inicialmente, a mobilidade de médicos pelo mundo a partir de levantamento bibliográfico em base de dados. Identifica a escassez de informações referentes aos médicos brasileiros, apesar de existirem algumas evidências a respeito da emigração destes profissionais para exercerem sua profissão em outros países. OBJETIVO: analisar aspectos que determinam a emigração de médicos brasileiros para os EUA. METODOLOGIA: a principio foi realizada uma etapa exploratória, seguida de levantamento de dados em conselhos de classe brasileiros e sites norte-americanos. Utilizou-se uma amostra por conveniência através da técnica "bola de neve"; identificou-se a existência de médicos que emigraram; foi enviado, via e-mail, questionário elaborado pela autora com questões fechadas e abertas a respeito dos motivos pelos quais escolheram os EUA para emigrar, por que foram, por que ficaram, por que voltariam e por que não voltariam a morar no Brasil. Realizadas algumas entrevistas por Skype. Foi realizada a tabulação dos dados quanti e qualitativos. RESULTADOS: inicialmente os médicos escolhem emigrar por motivos pessoais (família, oportunidades profissionais, oportunidades em geral, facilidade do idioma); ao se estabelecerem nos EUA vivenciam uma nova forma de vida, o que os faz escolher permanecer (melhores condições de trabalho, qualidade de vida, família e oportunidades gerais); as causas do não retorno ao Brasil passam a ter motivos externos (insegurança, cenários profissional, politico e econômico). CONCLUSÃO: existe um processo emigratório de médicos brasileiros para os EUA; a principio a vontade de emigrar não está bem definida; o salário não é citado como questão primordial para emigrar; a presença da família facilita a permanência no país; fluência na língua inglesa é fundamental e é necessário recomeçar a vida profissional como um recém-formado em medicina pois não existe processo de validação de diploma ou de especialidades
Título em inglês
Emigration of Brazilian doctors to the United States of America
Palavras-chave em inglês
Brain Drain
Emigration and Immigration
Equity
Medical Doctor
Mobility
Professional Migration
Resumo em inglês
OBJECTIVE: to analyze aspects that determine the emigration of Brazilian doctors to the United States of America. METHODOLOGY: at first there was an exploratory stage, followed by a data collection in Brazilian professional associations and North American websites. A sample by convenience was used through the "snowball" technique; the existence of doctors that emigrated was identified; a questionnaire, elaborated by the author with closed and open questions, was sent by e-mail, regarding their motives to choose the USA to emigrate, why they have gone, why they stayed and why they would or wouldn't come back to live in Brazil. A few interviews were made by Skype. A tabulation of the quantitative and qualitative data was made. RESULTS: initially the doctors choose to emigrate for personal motives (family, professional opportunities, general opportunities, no language barriers); when established in the USA, they experience a new way of life that makes them stay (better work condition, quality of life, family and general opportunities); external motives become the cause not to come back to Brazil (the lack of security, professional, political and economic scenarios). CONCLUSION: there is an emigrational process of Brazilian doctors to the USA; at first the will to emigrate is not well defined; the salary is not mentioned as a primal reason to emigrate; the presence of the family eases the stay in the country; the proficiency in the English language is fundamental and it is necessary to restart the professional life as a recently graduated in med school since there isn't an university degree or medical specialty degree validation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.